História A simple cliché story - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Elizabeth Midford, Hannah Annafellows, Mey-Rin, Sebastian Michaelis, Sieglinde Sullivan, Sr. Tanaka, Vincent Phantomhive
Exibições 142
Palavras 1.126
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Aeeeee!!! Esse capítulo tem...... Lemon! Sim minha gente,este lemon é para compensar a minha demora com vocês. Espero que gostem.

Capítulo 10 - Capítulo dez


Ao acordar no outro dia ele rolou pela cama a procura do outro mas ele não estava lá,supôs que já tinha se levantado e fez o mesmo,ao se levantar sentiu um líquido viscosos descer vagarosamente por suas pernas. lembrou-se da noite anterior e foi em direção ao espelho que tinha no quarto do mais velho.

Parou em frente ao espelho,olhou seus cabelos bagunçados e depois seu corpo. Cheio de marcas roxas e algumas mordidas,passou sua mão por todo a extensão de sua pele e sorriu.

-Ciel?

Levou um susto ao ver Sebastian entrar no quarto com rapidez e se colocar por trás dele,dando um beijo na curvatura de seu pescoço e aspirando seu cheiro enquanto rodeava suas mãos no corpo pequeno.

-Se quiser tomar um banho eu já separei sua toalha e suas roupas estão alí. -Sebastian puxou ainda mais o corpo de Ciel para perto do seu.

-Obrigado.

O menor se virou e depositou um selinho no moreno,sorrindo apaixonado para ele. Sebastian o soltou e entregou a toalha e a mochila para ele,Ciel os pegou e foi até o banheiro. Trancou a porta e ligou o chuveiro,molhando seu corpo e passando suas mãos pelos locais onde tinha as marcas se lembrando da noite passada e o quão tinha sido prazerosa para ele.

Ao terminar seu banho e estar devidamente vestido ele saiu do banheiro e foi até a cozinha,se encontrando com Sebastian que estava a arrumar a mesa. Ele sorriu para o mais velho e se aproximou.

-Então,você gosta de lasanha? -sebastian retirava do forno a lasanha,o cheiro da comida preencheu o cômodo. Ciel ainda não tinha provado mais tinha toda certeza que estava ótimo,ele tinha essa certeza por causa do cheiro.

-Sim!

-Perfeito! Pode se sentar,eu vou te servir.

-Não precisa Sebastian,eu sei me servir. -o menor riu da generosidade do outro,era engraçado ver o quão ele era atencioso.

-Eu sei que sabe,mas mesmo assim quero fazer isso por você.

Ciel fez como foi pedido e se sentou,ele assistiu Sebastian o servir e com calma colocou o garfo numa parte da lasanha e levou a boca,não pode deixar de sorrir,o gosto era ótimo. Não. Era perfeito.

-Sebastian isso está ótimo!

-Sério? Obrigado.

Sebastian sorriu,ele gostava quando as pessoas elogiavam sua comida,e agora ele estava se achando.

Algum tempo depois,eles estavam na sala assistindo a um programa de gatos escolhido por Sebastian. Ciel não estava prestando tanta atenção no programa,pois não gostava de gatos,tinha alergia ao pelo deles.

-Eu adoraria te ver como um gato. -Sebastian falou,ele estava afim de deixar o menor envergonhado e tinha conseguido.

-S-Sebastian! Eu não gosto de gatos.

-Não precisava de muito,apenas que você gemesse como um gato.

Sebastian se aproximou de Ciel e o beijou de maneira luxuriosa,as línguas dançavam uma na boca do outro. Ele puxou o menor para o seu colo e com suas duas mãos apalpou a bunda do garoto.

-Pronto para o segundo round?

-Sim.

-Me faça um favor e gema como um gato.

Ciel arregalou seus olhos e abaixou sua cabeça,se sentindo corar ele pensou sobre o assunto. Queria repetir a dose mas não sabia se estava pronto para perder seu orgulho e gemer como um gato.

-Ciel? -o moreno o chamou,não tinha lá toda a certeza do mundo se Ciel iria fazer o que ele havia pedido ou não. -Ei,se não quiser não precisa.

-M-miau….

Sebastian se surpreendeu e sorriu abertamente com o ato,puxou Ciel para se sentar no sofá e se levantou de lá,deixando um Ciel confuso sozinho. "Será que fiz algo errado?" Ciel pensou mas estava errado, Sebastian acabava de voltar,ele apenas tinha ido pegar o lubrificante.

-Pensei que tinha feito algo de errado. -o mais novo confessou.

-Claro que não. Eu só fui pegar o lubrificante,não gosto de usar a saliva e acho que assim fica mais fácil.

Sebastian voltou a se sentar colocando Ciel em seu colo e tirando todas as roupas do menor. Ele o beijava enquanto apertava o mamilos do pequeno,masturbando seu membro.

-Aanh..-O gemidos abafados pelo beijo logo foram aumentados,ele sentia a boca de Sebastian chupar mais ainda sua pele e seus mamilos,realizando um ótimo trabalho junto das mãos habilidosas.

-Como um gato ciel. -o moreno deu uma leve mordida no mamilo dele.

-Ai…miau ahh…

Rapidamente Sebastian abriu os botões de sua calça,liberando seu membro de lá e o mesmo já estava ereto. Ciel se levantou do colo do moreno e se ajoelhou a sua frente.

-O que pensa em fazer?

-Quero fazer isso por você. -o azulado falou corado.

Sebastian assentiu e viu Ciel colocar o lubrificante nas mãos e passar elas por seu membro,não conseguiu se impedir de soltar gemidos abafados ao sentir os toques suaves do garoto como uma tortura para ele enquanto a boca do menor beijava de leve os cantos de seu membro.

Não estava mais se aguentando,precisava ter Ciel agora. Ele segurou as mãos do menor e o puxou novamente para seu colo,fazendo ele se sentar no seu membro.

-Ahhh mi…miau.. Sebastian..

O moreno já entendia que poderia se mover,Ciel parecia se acostumar rápido e ele ja fazia os rápidos movimentos de sobe e desce. Os gemidos altos e longos de ciel preenchiam a sala,imagina se os vizinhos chegariam a reclamar ou não. De qualquer forma ele não se importaria. Estava em êxtase total para se preocupar com isso.

Deu um longo gemido ao sentir um jato quente em seu interior e logo depois se desfez. Ciel colocou sua cabeça na curvatura no pescoço de Sebastian,estava exausto demais e acabou adormecendo ali mesmo.

(Algumas horas depois)

Ciel acordou,já estava na cama do moreno,ele olhou em volta e viu que Sebastian também estava alí ao seu lado dormindo calmamente. Ele sorriu e se aconchegou nos braços dele,adormecendo novamente.

Horas depois ele acordou com Sebastian chamando ele desesperado.

-Hn…o que houve? -o menor se sentou na cama ainda sonolento.

-Já passou das oito horas.

Aquilo soou como um estalo na cabeça de Ciel,ele se levantou rapidamente da cama e correu até o banheiro,precisava se limpar e tirar o cheiro de sexo de seu corpo. Tomou um banho rápido e se esforçou ao máximo para ficar limpo,correu e se vestiu as pressas,sebastian já se vestia,ele já tinha tomado banho antes.

Ciel colocou tudo em sua bolsa e correu até o carro com Sebastian. Ao chegarem na casa dele os pais de Ciel já o esperavam.

-Estão atrasados. -Vincent falou com um tom de desaprovação.

-Desculpe...-ciel falava ofegante,tudo aquilo havia deixado ele cansado. - Acabamos dormindo demais.

-E o que é essa marca? -Vincent apontou para a marca no braço de Ciel.

O menor ficou pálido,mais do que já era. O casal se desesperou,eles sorriam incrédulos.

-Eu…..hã…..bati o braço enquanto andava distraído. -Ciel mentiu.

-Claro. -Vincent falou irônico. -Entre.

-Txau Ciel,até amanhã.

-Txau Sebastian,até.


Notas Finais


Espero que vocês tenham gostado,esse lemon foi apenas para descontrair. Chegamos na metade da fic! Deixem suas opiniões e até a próxima.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...