História A Simple Smile - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin
Exibições 133
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIE, GENTE.
OBRIGADA PELOS FAVORITOS, VOCÊS SÃO PESSOAS INCRÍVEIS.
"As visões de... JEON JUNGKOOKIE"
Uma vez me perguntaram como eu consigo ser feliz praticamente vinte e quatro horas por dia e eu respondi que não sabia. Eu simplesmente penso que estou viva e que algum dia, não importe quanto tempo passe, eu irei conseguir realizar os meus sonhos, então fico feliz. (E eu ouço Bad todo dia).

Capítulo 2 - Park Joo-Hyun


    — Você me ajuda a ficar com a sua amiga e, em troca, eu te ajudo a ficar com o Taehyung. É uma troca de favores bem simples.

    — Acho que está a ver muitos filmes adolescentes, Jimin. Isso é coisa da ficção, ok? Não funciona na vida real. — Cruzei os braços, o que o fez revirar os olhos.

    — Mas podemos tentar, garota. Não custa nada, não é? E eu sei que você quer o corpo nu de Taehyung deitado na sua cama.

    Arregalei os olhos com aquela ideia indecente e dei um tapa forte no braço forte de Park Jimin, que soltou um riso baixo. Mordi meu lábio inferior ao pensar no que ele havia me dito, será que eu pensava em Taehyung dessa forma? Não, eu não era assim. Eu gostava de Taehyung e queria que ele fosse meu namorado, não era apenas uma noite e pronto.

    — Você concorda ou não?

    Pensei sobre o assunto e, assim que iria dizer um “não”, vi Taehyung ser abraçado por uma garota de cabelos castanhos. Ela era pouco mais alta que eu e tinha cabelos escuros na altura dos ombros, seus olhos eram grandes, quase não pareciam ser de uma pessoa asiática, e ela era bem magra. Senti a mão de Park Jimin pousar sobre a minha e olhei para aquele ponto, percebendo que eu havia cerrado os punhos sem perceber.

    — E então, concorda? Eu posso fazer com que você esteja no lugar de YeJin. — Afastei minha mão da dele, suspirei e assenti, o que fez com que Jimin sorrisse de orelha a orelha. — Ótimo, hoje, depois da aula, vá até a minha casa para que comecemos o projeto “Taehyung em três meses”.

— Três meses? Tudo isso?

— Só porque meu amigo tem fama de ser fácil não quer dizer que é tão simples fisgar o coração dele.

— Tudo bem, eu também o ajudarei a ficar com Joo-Hyun, se você não cuidar direito da minha amiga, eu juro que arranco a sua cabeça e a arremesso a quilômetros de distância do seu corpo. — Dei meu sorriso mais malígno, mandei um beijinho para Park Jimin e acenei para Joo-Hyun, que seguia em direção a minha carteira.

Ela era, sem dúvida, uma das garotas mais bonitas do colégio. Tinha longos cabelos lisos e escuros, seu rosto fino, seus olhos brilhantes e seu corpo, ela era claramente o padrão de beleza coreano em pessoa. Ao contrário de mim, é claro.

Eu não era feia, porém não seguia muito o padrão da Coreia do Sul.

— Oi, unnie — cumprimentou-me com um sorriso e olhou para Jimin, arqueando a sobrancelha. — O que ele está fazendo aqui?

— Esse é Park Jimin, meu novo amigo.

— Ah, muito prazer, sou Park Joo-Hyun.

Jimin deu um sorriso e afastou-se ao ser chamado por Kim Taehyung, o que fez com que Joo-Hyun sentasse ao meu lado, confusa.

— Bonito, não é?

— Sim — respondeu Joo-Hyun, olhando para Park Jimin. — Desde quando vocês são amigos?

— Desde hoje de manhã — respondi. — Ele me pediu ajuda com química.

— Mas você é péssima em química.

— Eu sei, foi isso que falei para ele. — Coloquei meus fones de ouvido, o que fez Joo-Hyun pegar um livro de sua mochila e começar a ler.

Selecionei First Love, do After School, em minha playlist e comecei a ouvir. Eu era muito fã do After School e, mesmo que a música não fosse nada atual, eu ainda não havia enjoado e amava a letra.

Geuttae cham eoryeo tjyo naneun neoman boyeo tjyo

Amugeotdo pillyo eobseo hamkke hal su itdamyeon

Cham manhido ssawo tjyo byeol geo anin geot deullo

Dorikyeo saengga khae bomyeon nan useumman nawayo

Gakkeum ni soshigi gung geum hae jugeul geot gatjiman

Ijewa eojjeol su eomneun geureon saijan hayo

Gakkeum ni saeng gagi tteo olla neomu bogo shipjiman

Geunyang mudeo dullae yo areumdaun gieo geuro

(Eu era tão jovem naquela época, eu só conseguia ver você

Se estivéssemos juntos, eu não não precisava de mais nada

Nós brigávamos muito por coisas idiotas

E hoje eu acho graça de tudo isso

Às vezes fico tão curiosa para saber como você está, eu poderia morrer

Mas não posso fazer nada quanto a isso agora

Às vezes eu penso em você e sinto tanto a sua falta

Mas eu vou te deixar apenas como uma bela lembrança)

    Olhei para o professor, que estava entrando na sala de aula, e retirei os fones de ouvido, guardando-os na mochila e pegando meu caderno. A aula começou e eu tentei manter-me acordada, no entanto acabei fechando os olhos e dormi. Senti alguém me cutucar e abri os olhos, vendo Park Jimin.

    — O que faz aqui? — questionei e olhei em volta, a sala de aula estava vazia.

    — As aulas já acabaram faz sete minutos, todo mundo saiu e eu já estava indo para a minha casa. No caminho, por sorte, eu lembrei de você e vim te procurar aqui no colégio. Eu já avisei para o JungKook que você vai até a minha casa hoje, ok? Anda, garota. — Ele afastou-se de mim e correu até a saída da escola, sendo seguido por mim.

    Jimin continuou a caminhar em uma direção e eu o segui até sua casa. Ele mal trocou uma palavra comigo durante todo o trajeto, apenas ficou de cabeça baixa e com as mãos dentro dos bolsos das calças. Seu cabelo caía sobre sua testa e a única coisa que Jimin fez durante praticamente todo o caminho foi caminhar.

    Chegamos a uma casa grande de paredes azuis e entramos, o local estava vazio. Ele jogou a mochila sobre o sofá e eu fiz o mesmo, seguindo-o até um cômodo que entendi que era o quarto dele.

    Jimin sentou-se em sua cama, pegou o notebook e fez um sinal para que eu sentasse ao seu lado. O obedeci e encarei a tela do notebook nas mãos do garoto.

    — Taehyung é meio esquisito, gosta de animes e garotas que tenham personalidade, para conquistá-lo você tem que juntar-se a ele ou ao grupo que ele faz parte. Essa etapa já está quase concluída, amanhã mesmo Taehyung e você se conhecerão melhor. Você sabe beijar, pelo menos?

    Ok, um tema que eu não gostava muito. Não, eu nunca tinha beijado ninguém e não tinha a menor pressa para fazer isso. Eu simplesmente nunca tive a oportunidade nem vontade de encostar a minha boca na de outra pessoa.

    — Você nunca beijou ninguém? — ele questionou e eu afirmei com a cabeça. — Sério?

    — Sim, algum problema?

    — Não precisa ficar com raiva, garota, foi apenas uma pergunta. Bem, Taehyung não parece, mas é muito pegador, então você deve pelo menos saber beijar alguém.

    — Que legal, querido, mas eu não sei como fazer isso.

    Jimin respirou fundo e levantou, puxando-me pela mão até a cozinha.

    — O que pensa que vai fazer?

    — Vou te ensinar a beijar alguém.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, bonitos <3
Tchau.
-- Esse capítulo foi escrito ao som de Something (Girl's Day) e First Love (After School), sendo que a última música foi citada na história --

SIM, EU AINDA OUÇO FIRST LOVE, DANE-SE QUE A MÚSICA É MEIO ANTIGA. A Nana está maravilhosa e a música é muito relaxante, pelo menos para mim.
E SIM, EU AMO SOMETHING <3
Amem a fanfic e tchau.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...