História A Sombra - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Lendas Urbanas
Personagens Personagens Originais
Exibições 9
Palavras 956
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Drogas, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Oi pessoas, desculpa a demora.
Esse capítulo ficou longo para compensar o tempo que eu fiquei fora.
Boa leitura

Capítulo 27 - Fim ?


Fanfic / Fanfiction A Sombra - Capítulo 27 - Fim ?

- Você precisa ir - falei o arrastando para a janela de onde tinha entrado 

-Mas pq ? -ele parou 

-Husang,não é uma boa hora agora - falei

-Shang...- ele fez uma pausa - precisamos conversar

-Sobre o que Husang, é tão importante assim  - eu já estava irritada - a mãe dele pode descer a qualquer momento, depois falamos 

- Tá - ele falou e pulou a janela, pois eu não sabia aonde estava a chave 

-Você não presta - falei baixo e sorri de canto 

Quem ele pensava que era para vir a casa de Yuan no meio da noite com a desculpa que queria conversar comigo. Subi as escadas entrei no quarto e me deitei na cama. Já eram 6:10. Yuan não estava na cama. Estranhei, pois ninguém havia me acordado. Minutos depois o vi entrar. 

-Oi - falou 

-Oi -  me lembrei que havia deixado meu pai sozinho em casa com aquela coisa - preciso ir embora - pulei da cama 

-Mas pq ?- ele me perguntou confuso 

 - Meu pai 

- Não quer comer ? 

-Não, obrigado - falei e entrei no banheiro para me trocar - e obrigada pela roupa 

- De nada - falou e sai do quarto 

Me arrumei e dobrei os lençóis da cama aonde havia dormido. Peguei minhas coisas e agradeci a mãe de Yuan. Fui o mais rápido possível para minha casa. Abri a porta e me deparei com ma cena familiar, a casa estava vazia.  de sete dias, cinco ele não estava em casa. Eu até gostava de ficar sozinha em casa, acabei me acostumando. As vezes sinto falta da companhia dele. Guardei minhas roupas e fi para a escola. Enquanto eu caminhava pelo asfalto, vi Haun sentada em um banco de uma praça perto da escola, não dei muita importância, mas senti algo estranho e me aproximei dela.

-OI - ela falou olhando para mim

-Oi - falei com desgosto 

- Desculpe pelo o que eu fiz com Yuan - Falou - não sabia que vocês estavam juntos 

- Que mudança de humor

-Como assim ? 

- A três dias atrás você estava me xingando e me chamando de fraca, de insensível e essas coisas- falei com desgosto - agora ta aqui me pedindo desculpa pelo o que fez 

- Eu sinto muito, era um dia ruim

- Sei - falei me levantando mas ela segurou meu braço - O que foi agora ? 

-Senta aqui - Falou e sentei 

- Seja breve, pq vou me atrasar 

-Desde quando você se importa com a aula - ela falou 

- Desde quando você se importa - falei me levantando 

- Você continua igual - falou e sorriu 

-Obrigada 

-Enfim, só tenta entender que eu não sabia de vocês - falou e eu revirei os olhos - se ponha no meu lugar, por favor

- Se pensa que eu irei fazer as pazes com você agora - falei - não vai rolar, ainda mais que a minha vida está uma bagunça - me levantei e fui em direção ao colégio 

Quando cheguei, vi Huan sentada no refeitório.

-Como chegou tão rápido ? - perguntei 

- Desde quando se importa ?- ela perguntou e riu 

- Desde quando você usa as minhas frases - ela riu e eu continuei séria e fui para a sala 

Entrei na sala e sentei no meu lugar. Como sempre, estava no fundo. Estava anotando algumas coisas, quando sou interrompida por alguém entrando na sala 

- Shang  - a professora me chamou e a olhei - venha 

Saí do meu lugar e fui até a mulher que estava na porta. 

-Venha - a mulher disse e a segui até uma sala - Espere aí - ela apontou para um sofá

Analisei a sala. Nunca tinha entrado naquela sala. Um homem entra na sala.

-Bom dia - ele falou e eu não respondi - então, eu sou o psicólogo da escola - ta de brincadeira - Vim te ajudar 

- Como se fosse adiantar 

- Você precisa de ajuda 

-Eu preciso ir embora - falei - Você nem me conhece, não é pq é um psicólogo que eu vou me abrir 

- Você precisa

- E preciso é que me deixem em paz - falei me levantando e olhei para o corredor escuro, a sombra estava lá, entrei novamente na sala sem demonstrar medo - seus esforços são inúteis. vocês não sabem pelo que estou passando - a sombra não estava mais no corredor então fui embora.

Não queria ver mais ninguém. Quem eles pesam que são para entrar na minha vida e já querer saber sobre tudo. Não me conhecem e pensam que tem razão de tudo.

-Eu não suporto mais isso- falei como se estivesse alguém me escutando - estou cansadas das pessoas acharem que podem me ajudar, , que tem razão, que são capazes de me mudar - a cada palavra que eu dizia, me aproximava da beirada de um lago - minha vida é uma droga, primeiro minha mãe morre, depois aparece Hanuka, Yuan aparece dando em cima de mim, brigo com Husang, encontro com Huan, ela vem me pedir desculpas como se eu fosse aceitar na hora, depois vem a merda do psicólogo querendo me ajudar, vão se ferrar, vou acabar logo com isso - já estava na beirada do lago 

Me deitei na grama e senti algo duro em minha cabeça, era um livro. Folhei algumas páginas e coloquei no lugar e depois de me deitei novamente, pensando em como minha vida mais parecia um filme de terror e tragédia. 

-Odeio minha vida  falei e sorri de canto 

-Não é só você que odeia sua vida - me levantei e virei rapidamente para ver quem era.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...