História A Star Full of Love (SENDO REESCRITA - WHEN THE STARS ALIGN) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amizade, Amor, Bangtan Boys, Bangtan Sonyeondan, Celebridades, Chimchim, Conquistas, Coréia, Desejos, Fama, Hoseok, Idol, Jeon, Jeon Jungkook, Jhope, Jimin, Jimin Bts, Jungkook, K-idol, Kookie, Kpop, Musica, Namjoon, Park, Park Jimin, Rap Monster, Romance, Sonhos, Suga, Taehyung, Trainee, Yoongi
Visualizações 31
Palavras 1.570
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem de mais um capitulo, me esforcei bastante hahah
Nos vemos la né
-Xx

Capítulo 12 - Que ideia idiota


Fanfic / Fanfiction A Star Full of Love (SENDO REESCRITA - WHEN THE STARS ALIGN) - Capítulo 12 - Que ideia idiota

*Anteriormente em A Star Full Of Love*

- Agora eu tenho muito medo,medo de que eles não voltem...

*****

- E quando vocês voltam?

- Graças ao nosso querido Kim Namjoon, perdemos o voo

*****

- Aconteceu alguma coisa?

- Sim Ju, sim. Seu pai...

*****

- Sinto sua falta...


 *Agora*

- Star, King Julie, eu acho que...

- Jimin? Park Jimin? - chamei inutilmente quando a mensagem de "desconectado" apareceu na tela. Tentei ligar novamente, mas sem sucesso, ele também não estava recebendo minhas mensagens, e minha curiosidade estava aos poucos se transformando em mais uma preocupação. Jimin havia mesmo dito que pensava em mim?

Recentemente Jeon Jungkook me contou o que aconteceu aquele dia.


*Jungkook's Point Of View Activated*

Eu havia acabado de sair do banho, depois de uma chamada de video com nossos hoobaes*, quando ouvi Jimin conversando com alguém pelo celular, aguardei atrás da parede que dividia as camas do corredor que levava ao banheiro. Ouvi a voz de Julie e automaticamente senti um arrepio por todo o corpo.

- ...Eu não sei o que está acontecendo comigo, mas cada passo que eu dou, cada movimento que eu faço, eu estou pensando em você. Star, King Julie, eu acho que... - Não pude deixá-lo terminar aquela sentença e em um rápido movimento arranquei da tomada o aparelho que fornecia internet sem fio ao nosso quarto

- Jungkook? - Jimin disse confuso quando me viu paralisado a sua frente - o que está fazendo?

- Er.. D-Desculpa hyung e-eu não - saí depressa pela porta e andei acelerado em direção ao quarto de Taehyung

- Tá tudo bem? - Hoseok perguntou quando me viu, ele e Tae estavam no meio de uma partida de video game

- Tae, podemos conversar?

- Claro. Hyung, pode nos deixar sozinhos? - Ele falou olhando para Hope

- Aish. Tudo bem, queria comer alguma coisa mesmo - disse ja desaparecendo pelo corredor

- O que foi Kook? A gente costuma conversar de jogo, mas você não parece bem

- Sabe que eu iria falar com Jimin sobre qualquer coisa, mas é justamente com ele que eu não posso falar sobre isso

*Jungkook's Point Of View Deactivated*


E foi isso que Jungkook me contou, agora faz mais sentido, mas ele não quis me falar sobre a conversa que teve com V.

Faltavam apenas dois dias para os meninos voltarem, discurso pronto? Nem, mas ja havia conseguido escrever alguma coisa.

Namjoon me mandava mensagens o tempo todo há uns 5 dias, e sempre que respondia eu lembrava que ainda não sabia a resposta para seu pedido

Durante nossos horários de folga, Lucy me ajudava com os últimos preparativos para a surpresa de kook, ela ficou responsável por receber os meninos enquanto eu levava Jungkook

O tão aguardado dia chegou e junto dele mais uma mensagem de Namjoon, dessa vez com o seguinte recado

- Chegamos

Os bangtan boys haviam acabado de pousar


Alguns minutos depois pude ver os sete garotos acompanhados pelos seus seguranças entrando no estacionamento subterrâneo do aeroporto. Vi Jimin segurar o braço de Jungkook e o grupo se afastar enquanto o maknae esperava seu hyung amarrar o cadarço, foi nesse momento em que tudo começou.

Dois homens seguraram Jungkook por trás tapando sua boca e nariz com um pano, logo deixando o garoto inconsciente. Jimin voltou correndo para o grupo fazendo sinais de "ok" com as mãos enquanto os homens traziam Jeon para a van onde eu esperava e observara tudo.

Eu estava discutindo os últimos detalhes com os homens contratados pelos meninos e não demorou muito para Jungkook acordar.

O garoto estava no fundo da van e havia um espaço à sua frente, me sentei de lado no banco próximo àquele espaço e fiquei o observando, seus olhos estavam vendados, suas mãos amarradas a sua frente presas no banco em que eu estava sentada, ele respirava pesado e tinha uma expressão de medo em seu rosto. Senti um aperto no meu peito o vendo daquele jeito, como pudemos ter essa ideia estúpida? como eu pude ser idiota o suficiente pra deixar e levar isso?

Era claro que ele ficaria assustado, ele era um idol, provavelmente isso seria um de seus medos sempre que saia na rua. Não conseguia me perdoar por ter aceitado fazer algo assim. Lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto, me levantei ainda chorando muito e tirei a venda dos olhos de Jungkook, me abaixei a sua frente e comecei a desamarrar suas mãos. Ele me olhava confuso e eu não conseguia encarar seus olhos

- King... - ele disse em uma voz fraca com os olhos marejados

- Me perdoa Jeon - falei entre meus soluços, ainda abaixada e com o rosto entre as mãos

- King - ele repetiu e me abraçou forte - eu fiquei com tanto medo - falou e pude sentir meu ombro umedecer com suas lágrimas

Aquelas palavras me cortaram o coração, a culpa era minha

- Me desculpa Jeon, não devia ter feito isso, eu sinto muito. Me perdoa por favor - falei desesperadamente enquanto o segurava

Jungkook se afastou e segurou meu rosto com suas mãos frias, olhou dentro dos meus olhos e respirou fundo

- Está tudo bem - sua voz saiu doce e suave. Ouvir aquilo me fez chorar ainda mais

- Eu fui uma ridícula, não devia ter aceitado isso - falei tentando limpar meu rosto

- Senta aqui - Jeon disse se movendo para o banco do lado e me fazendo sentar onde ele anteriormente estava - Me conta o que está acontecendo


Expliquei a ele o plano do "sequestro falso", o porquê e o quanto eu percebi que foi estúpido fazê-lo passar por isso

- Ah, então é por isso que os hyungs não me deram Parabéns? Nem vocês? Eu estava pensando que vocês tinham esquecido - o garoto disse abaixando a cabeça

- Nunca esqueceríamos uma data tão importante - falei colocando meu braço sobre seus ombros e o abraçando de lado - Me desculpa mais uma vez


Os homens "contratados" pelos meninos eram dois de seus seguranças e eles nos avisaram assim que chegamos no local da surpresa de Jeon

- Agora você tem que por isso - falei levantando a venda que já esteve em seu rosto antes

Jungkook colocou a venda e eu segurei sua mão o guiando para fora da van

Lucy e os meninos nos avistaram e prepararam todos em frente ao parque de diversões

Posicionei Kook e assim que tirei sua venda confetes estouraram e todos que estavam presentes gritaram em uníssono

- "PARABÉNS JUNGKOOK"


Namjoon como líder do grupo, tomou a frente para dizer algumas coisas. Logo peguei seu lugar, estava com meu celular na mão com a imagem da página de meu diário aberta, o texto estava pronto ali na minha mão, mas minha mente resolveu dar uma de sabichona e me fez guardar o celular no bolso novamente

- Jeon Jungkook - iniciei olhando em seus olhos - eu não sou muito boa com esse negócio de falar e dar discursos, e por muito tempo imaginei o que diria pra ti, e para os meninos, se um dia o encontrasse. Pensava em dizer o quanto amava vocês, o quanto eram importantes pra mim, como mudaram minha vida, todo aquele sentimento de fã que se perde e se confunde dentro do peito. Hoje, depois de te conhecer, vejo que estava certa o tempo todo sobre a pessoa incrível e maravilhosa que tu é, como fã quero te dizer que o teu sorriso é uma das coisas mais preciosas do mundo, e o teu bem estar vem acima de tudo, como amiga tu está no meu coração, em um canto só teu e que ninguém pode tocar. Jeon Jungkook, em nome de todas as Army's, de todos que estão aqui hoje e de quem se importa muito contigo, nosso sincero Eu Te Amo e Feliz Aniversário


Não acho que alguém diria que Jungkook estava fazendo 18 anos, ele parecia uma criancinha se divertindo e indo em todos os lugares, seus olhos brilhavam sempre que nos deparávamos com um novo brinquedo, sua gargalhada gostosa de ouvir sempre que Hoseok inventava uma desculpa para não acompanhar o grupo nas montanhas-russa, era assim que eu queria vê-lo sempre que possível, meu coração de ARMY estava mais tranquilo naquele momento


Estava caminhando mais atrás do pessoal quando duas mãos quentinhas taparam meus olhos

- Adivinha quem é - ouvi aquela voz tentando parecer mais grave e com a impressão de que havia algo entre os dentes

- Park - disse colocando minhas mãos sobre as dele - Ji - continuei agora removendo suas mãos de meus olhos - Min - completei por último me virando para ele

- Como? - Jimin me olhou confuso tirando o palito do enorme algodão doce que estava quase caindo de sua boca

- Esqueceu que te conheci antes de nos conhecermos? - perguntei erguendo uma de minhas sombrancelhas

- Ah, certo. Army - riu - Isso é seu - disse me estendendo o doce cor de rosa

- Muito obrigada - agradeci sorrindo - O que queria me falar aquele dia? - o perguntei voltando a andar

- bem eu... - começou a falar colocando uma de suas mãos atrás da nuca - Eu queria dizer que desde que te conheci de verdade não consigo te tirar da minha cabeça, e acho que estou gostando muito de ti

Travei quando ouvi aquilo

Jimin parou em minha frente e se aproximou

Senti sua mão direita em meu rosto e sua respiração cada vez mais perto

Seus lábios macios e quentes selaram os meus dando inicio a um beijo calmo

As borboletas entraram em conflito no meu estômago

Como você faz isso comigo Park Jimin?


Notas Finais


*Hoobae (후배): alguém com menos experiência que você; menos tempo de carreira na mesma área que a sua; aluno(a) em ano inferior ao seu

E então, o que estão achando?
Que nome dariam para o shippe?

Próximo capitulo não vai demorar muito, finalmente estou de ferias☆

Beijinhos de luz ♡♡♡♡
-Xx


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...