História A Step for Love - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Laura Marano, R5
Personagens Laura Marano, Personagens Originais, Ross Lynch
Tags Raura, Vizinhos
Exibições 64
Palavras 995
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


gente criei um twitter pra gente conversar melhor, informar das Fanfics e tal
me seguem lá
(link nas notas finais)

boa leitura, bjjs

Capítulo 9 - - Fights


Fanfic / Fanfiction A Step for Love - Capítulo 9 - - Fights

— Laura? Hailey? —Disse entrando em casa, encontrando as duas inteiramente sujas. Elas tentaram se esconder em meio a sala. Ri e entrei, fechando a porta. — Quem são vocês, e o que fizeram com a minha casa? — Perguntei, as duas ficaram em silêncio, mas logo uma delas se manifestou. 

— Eu sou um monstlo, e vou pegar você! — Minha filha apareceu, com o rosto; o corpo e o cabelo totalmente sujo de chocolate e outras coisas melosas, carregando junto a ti uma tigela enorme, creio eu que cheia das mesmas coisas na qual ela estava suja. — Brincadeira papai! Sou eu! A Haileyzinha. —Ela disse, e deu um sorriso fofo. Coloquei os papeis que eu estava segurando ao lado e me abaixei, ficando do tamanho dela. — Ará! Falei que ia pegar você. — Dizendo isso, ela virou toda a tigela em minha cabeça. 

 

Porra! Hailey. 

Tentei me limpar imediatamente, mas logo aparece Laura jogando farinha e qualquer outra coisa em mim. Não falei nada, apenas me estressei. Eu não estava em um dia bom, sei que elas estavam brincando, mais não precisavam daquilo. 

Encarei Laura por alguns segundos, e depois me direcionei até meu quarto. Ou melhor, até meu banheiro.  

 

 

Laura ~  

 

Quando finalmente chegamos á casa de Ross, com inúmeras sacola, Hailey não se mostrou nem um pouco cansada, ao contrário de mim, ela estava mais ativa do que nunca. Acho que o dia de compras fez bem á ela. Ri ao ver sua felicidade, abrindo seus presentes. Assim que terminamos de guardar todas as sacolas, a pequena teve "grande" uma ideia não aprovada por mim... — Mamãe, vamos fazer bolo pro papai. — Pelo seu tom, não estava pedindo e sim afirmando. Sem perceber, eu e ela já estávamos ali, acabando com a cozinha inteira. Pouco tempo depois, chega ele, com a expressão um pouco abatida. Eu o conhecia, e Ross provavelmente estava nervoso.  

Sussurrei a Hailey que se escondesse, para que ele não pudesse ver quem realmente destruiu a sua cozinha. Ele riu um pouco, mas logo fechou' a cara novamente.  

Sem que eu pudesse dizer nada, Hailey já estava lá, morrendo de rir do que fez. Ela tinha acabado de sujar Ross com calda de chocolate, misturado com outras coisas grudentas. Ele riu, e sem avisos eu também joguei a farinha que estava no pote em que eu estava segurando. O que resultou em muita bagunça e sujeira.  

 

Se fosse em qualquer outro dia, eu teria certeza que Ross pegaria a primeira coisa a frente para se vingar contra nós. Mas não, ele não fez isso. Ao contrário do que eu pensei, ele apenas me encarou, sussurrou um "vocês me pagam" e subiu para seu quarto. Hailey ficou calada, mandei ela sentar na sala, e não fazer nenhuma bagunça e subi até Ross. 

 

— Ross, você pode me explicar o que aconteceu? Abre essa porta! — Disse pela milésima vez, ele estava me ignorando. Gritei mais uma vez e comecei a bater loucamente na porta. — OU VOCÊ ABRE, OU EU MESMA IREI ABRIR. —Disse, já indo procurar algo para arrombar aquela porta. Antes mesmo de eu fazer isso, ele aparece. Tento entrar no quarto, porém ele fica entre a porta, impedindo minha passagem. 

— Você não vai entrar. — Foi as únicas palavras que ele disse, observando o meu "mini desespero". 

— Ross, sério isso? Você vai ficar com raiva de mim por causa de uma brincadeira? — Perguntei, já ficando nervosa. 

— Não estou bravo pela brincadeira Laura. Estou bravo pela sua atitude. Ao invés de reprender Hailey pelo seu ato, você fez totalmente a mesma coisa que ela.  — Fiquei quieta — Eu só estou cansado Laura, sabe, é sempre a mesma coisa! — Ele começo a gritar. — Eu brigo com Hailey, você vai lá e agrada ela. E isso acontece a muito tempo, eu nunca quis falar nada, mas hoje você passou dos limites.  

 

Eu não podia acreditar, é serio? Ele está dizendo tudo isso pra mim mesmo? Continuei quieta, esperando ele terminar. 

 

— Eu não quero que minha filha —Ele deu ênfase no "minha filha" — cresça mimada, com todos ao seus pés. Eu quero que ela cresça como uma criança normal, como eu cresci! —Ele me encarou e continuou. — Pra falar a verdade, eu não quero que ela cresça mimada como você, Laura. — Ross ficou calado por um tempo, mas depois terminou seu discurso. — Eu quero que você vá embora, e não apareça aqui amanhã. — Dizendo isso, ele entrou em seu quarto, e se trancou novamente. 

 

Já não bastava ele ter falado tudo aquilo, precisava ainda ter me expulsado daquele jeito?  

 

 

Ross ~ 

 

Conhece aquele ditado? "Se arrependimento matasse, eu já estaria morto" Então, ele é a pura realidade. Eu estou me sentindo um idiota por ter falado tudo aquilo para Laura, foram cinco minutos de besteira, e eu tenho certeza que perdi minha morena.  

Para sempre, talvez. 

COMO EU SOU TROUXA.  

Escutei o choro de Laura pelo outro lado da porta, fiquei mudo, eu não acredito que fiz ela chorar. Quando tudo ficou calado demais, decidi sair do quarto, e ver se ela estava ainda ali, me esperando para que pudéssemos conversar direito. 

 

Ah, mais eu sou um idiota mesmo. É claro que ela não estava. Desci imediatamente para sala, e ali pude ver a cena que despedaçou meu coração... 

 

— Olha meu amor, eu tô indo embora, mas qualquer dia eu volto pra gente terminar de fazer o bolo, tá! — Disse, abraçando Hailey. — Não fala nada pro papai que eu estava chorando, e outra coisa... Volte a me chamar apenas de Titia Laura, seu pai deixou bem claro hoje que eu não sou sua verdadeira mãe! — Hailey resmungou alguma coisa, e começou a chorar. — Fica calma amorzinho, por favor. A titia está indo embora, mas logo logo eu volto! — E assim, ela terminou. — Fica bem minha linda, e nunca se esqueça que eu te amo muito. — Dizendo isso, ela deu um beijinho na testa da pequena, e saiu.  

 

 

 

— ROSS, O QUE VOCÊ FEZ COM A MAMÃE? ELA ESTAVA CHORANDO. VOCÊ ESTÁ ENCRENCADO, MOCINHO!  


Notas Finais


gente, sorry essa demora toda
eu estou sem pc
sem not
sem tablet
e quase
sem celular
ta foda!
por isso não estou postando os caps com tanta frequencia (Novidade!)

Espero que entendam. <3

(Link do tt: https://twitter.com/_Fairyb
seguem)

Foi isso, um beijo, comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...