História A Sua Espera - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gray Fullbuster, Happy, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Nashi Dragneel, Natsu Dragneel, Personagens Originais, Wendy Marvell
Tags Lucy, Nalu, Nashi, Natsu, Next Generation
Exibições 22
Palavras 927
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yooooo minna! Volti com mais um capítulo espero que gostem e boa leitura ^u^

Capítulo 2 - Será uma pista?


Fanfic / Fanfiction A Sua Espera - Capítulo 2 - Será uma pista?

- Lucy, temos que conversar. 

Erza disse se aproximando, eles estavam sérios. Comecei a me preocupar, inúmeras coisas vinham a minha cabeça para justificar o porque deles virem cedo aqui em casa. 

- Tia Erza, ta tudo bem? - Perguntou Nashi docemente. 

- Eu só preciso conversar com a sua mãe, só isso. - Ela se abaixou para ficar na altura de Nashi e olhar em seus olhos - Grace está te esperando na Guilda para vocês brincarem! 

Grace era a filha mais velha de Erza e Jellal era 2 anos mais velha que Nashi, e 4 anos mais velha que Reiki, seu irmão de 3 anos. 

- Lucy, podemos? - Disse Gray apontando para a porta.

- Claro! Vamos conversar na cozinha.

Entramos e eu fui para o quarto tirar meu pijama, desci já trocada e na cozinha Gray estava encostado na pia vendo Erza servir um copo de suco para Nashi. 

- Nashi porque não vai me esperar no seu quarto? 

- Mas mãe! - Ela diz fazendo biquinho. 

- Vá arrumar seu quarto, parece que um tornado passou por lá e depois quando terminarmos aqui, vamos para a Guilda. - Ela foi correndo para o quarto.

Gray parecia bem impaciente.

- Então? O que houve? 

Perguntei já me sentando.


 Narrando: Autora

- Então? O que houve? 

Perguntou a loira já sentada se preparando para um terrível impacto emocional e assim que a pequana Nashi saiu correndo da cozinha Gray fechou a porta e começou:

-  Lucy... na última missão em que estivemos, encontramos... algo que talvez você queira... - Disse Gray devagar.

Os dois estavam preocupados com o jeito que a loira reagiria. Erza pegou um pano fino bem dobrado que estava com ela, era originalmente branco mas agora estava velho e um pouco sujo, talvez até um pouco... queimado? 

- Ai está... 

Ela abriu o pano na mesa o que se revelou ser um cachecol em mau estado. Os olhos da loira se encheram de lágrimas. 


Do outro lado da porta uma garotinha ouvia com dó sua mãe chorar, ela não podia entrar na cozinha mas ouvir pela porta estava bom para ela.

"O que eles estão vendo? Porque a mamãe ta chorando?" 

Ela pensava enquanto tentava olhar algo pela fechadura, precisava ficar na ponta do pé para isso mas Erza estava bem em sua frente impedindo sua visão. Desistiu de ver e se sentou no chão encostada a porta só para ouvir. 

- Isso é...? O cachecol do Natsu?... - Perguntou Lucy chocada com o que via.

Nashi sentiu seu coração acelerar ao máximo, as batidas fortes em seu peito eram sufocantes. Ela segurava o choro ao máximo, mas lágrimas grossas escorriam pela sua bochecha. A rosadinha não sabia o que acharem aquele cachecol significava, por um lado era bom, significava que seu pai havia estado ali e esse pensamento enchia seu peito de emoção, mas por outro lado ela não se lembra de ver seu pai sem seu precioso cachecol, algo de ruim poderia ter ocorrido para ele deixar o cachecol uma luta perdida talvez? Isso a preocupava, e se os garotos que implicaram com ela estivessem certos a dizer que seu pai estava morto? 

"Não! Ele está bem, Nashi! Nós vamos acha-lo..."   Dizia para convencer a si mesma. 

Nashi voltou para seu quarto em silêncio e cabisbaixa. 

No seu quarto ela percebe a falta de um gatinho azul com asas. 

- Nashiii!! É você? Socorro Nashiii!! 

Happy estava preso no meio de vários livros e cobertas que estavam espalhados pelo chão. A garota foi até ele e o tirou cuidadosamente de lá. 

- Pronto - Ela disse quando o tirou de lá - Você está bem? 

- Obrigado Nashi, foi por pouco! Quase fui sugado pela sua bagunça, você deveria arrumar esse quarto. 

- Não é bagunça - Ela olha em volta - está organizada. 

Happy olha em volta, da uma voada sobre o quarto e se sentou no peitoral da janela. 

- Bagunça organizada? Nunca vi isso Nashi, você é engraçada! Igual ao Nat... - Happy para de falar quando percebe que a pequena estava chatiada ele volta e se senta na cama dela - Que foi Nashi? Está com algum problema? O idiota do Storm te chatiou de novo? 

Ela negou com a cabeça. Happy faz sinal para que ela se sente ao seu lado e lhe diga o que aconteceu e assim ela fez.

- Estava pensando... se o meu pai está bem, eu as vezes acho que ele... que ele está... morto... 

Happy ficou em silêncio, uma pequena raiva se formava em seu interior, ouvir as palavras de que seu melhor amigo poderia estar morto lhe causavam um pouco de raiva e até medo...

- Nashi, não repita mais isso! - Nashi o olhou um pouco confusa, nunca vira seu amigo alado daquela maneira - Natsu está vivo! Eu sei! E você acima de todos deveria saber! Natsu me prometeu que ele voltaria para casa, e eu prometi que nós estariamos aqui para recebe-lo! Natsu nunca quebra uma promessa... - agora o gato azul se acalmava, as boas lembranças do seu amigo lhe envadiam a mente e lhe traziam uma paz e nostalgia - Natsu é cabeça dura e teimoso... e você é igual a ele... então me prometa que nunca vai duvidar do seu pai! Entendido? 

- Aye, Sir! - Disse ela bem mais animada.

- Assim que se fala!

Nashi arrumou sua "bagunça organizada" sob a vigilância constante de Happy, nem pensava mais na conversa que estava tendo no cômodo de baixo, ela pensava mais em ir ao encontro de seus amigos que a esperavam na Guilda. 








Notas Finais


O que acharam?? Gostei em particular deste capítulo por causa do diálogo da Nashi e do Happy muito kawaii

Até amanhã então


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...