História A suicida - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 31
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


DESCULPA A DEMORA e pq rolou uns bangue que me deixou com o pensamento na puta que paril....Enyway boa leitura e até as notas finais

Capítulo 4 - Everything is over... now..


Fanfic / Fanfiction A suicida - Capítulo 4 - Everything is over... now..

Eu só quero que alguém me salve... Se você acha que eu estou no fundo do posso, não se preocupe porque o meu é sem fundo...


Depois de ficar meia hora na sala da diretora com aquela RAPARIGA da Luiza eu já estava sem cabeça,mas ela mereceu a suspensão que levou.Eu não troquei uma só palavra com ninguém nem com Lucas(mudei porque estava estranho) ,nem com Safira,e nem com os professores, eu fiquei imaginando o que a Luiza iria aprontar comigo,mas de uma coisa eu sabia,"BOA COISA NUM ERA,VINDO DELA EU ACHO QUE ELA INVOCARIA O CAPETA PRA ME MATAR".Na hora da saída eu passei direto correndo pelo portão do colégio indo pra casa eu escuto:

-EIII VIADA VEM AQUI!!!-eu reconheci aquela voz era a de Lucas.Me direcionei até ele e ele fala:

-Por qual motivo,razão ou circunstância você não falou comigo ou com a safira hoje!?

Eu reviro os olhos e digo:

-Minha cabeça já ta cheia de coisa apareçam lá em casa umas  três horas pra gente conversar mas agora não Luke! Até as três!-saio e vou o mais rápido possível pra casa porque eu quero tomar um banho pra tirar o cheiro daquela nojenta da Luiza do meu corpo.

Eu chego abro a porta e jogo minha mochila no sofá e tiro meus sapatos ,subo para meu quarto e vou logo pro banheiro tiro minha roupa..,mas ai vem a pior parte eu me olho e vejo aqueles cortes ,vermelhos ainda não totalmente cicatrizados,eu solto meus cabelos e entro no box,ligo o chuveiro e começo a tomar meu banho,quando saio eu me enxugo mas ao passar a toalha branca por um dos cortes o maior no caso que se localizava na minha coxa,ele começa a sangrar eu começo a quase gritar de dor,não tendo outra escolha eu saio de meu quarto enrolada na minha toalha e desso as escadas,descalça (Bela ideia taey...Quer morrer inbeciloide) E já no último degral eu Caio de cara no chão e Machuco o lado direito do meu rosto.Minha coxa que já estava ruim...eu bati com ela no degral o que me fez dar um grito agonizante ,eu fiquei uns cinco minutos ali chorando até criar forças pra me levantar e  ir em direção ao armário da cozinha pra pegar um kit de curativos pra eu tentar fazer um curativo ali.Com dificuldade eu pego o kit e me sento em uma cadeira,eu enfaixo minha coxa e tomo um remédio pra dor.Eu termino tudo e guardo o kit no mesmo lugar.Eu olho pro relógio e já era duas e quarenta e cinco,eu não ia receber Safira e Lucas de toalha ,não tendo outra escolha morrendo de dor na perna eu subo as escadas a passos de tartaruga. Chego em meu quarto e tiro a toalha e coloco uma saia branca e que ia até um pouco acima de meus joelhos mas que cobria o curativo da minha coxa,um cropt azul  de mangas cumpridas  escrito em preto"stay positive e coloco uma sapatilha branca florida. Eu escuto a campainha tocar

-JÁ TO INDO...INFERNO!  

-ENTÃO VEM LOGO INFERNO!!-essa pessoa delicada pakas era Safira essa palhaça.

Eu desso as escadas com dor e mancando e abro a porta,dou espaço para os dois entrarem e então eu escuto:

-O Xim...amor da minha vida,razão do meu viver"so que não" ...POR QUE DEMONIOS  TU ESTAS MANCANDO!!!?

-E O QUE DIABOS E ISSO NO TEU ROSTO TAEY!?!-os dois me perguntam sobre o meu atual estado.

-Foi que eu cai da escada quando eu tava dessendo,porque eu ia fazer um curativo ai eu escurreqgei e bati o rosto no chão.-eu respondo apontando para a escada e fazendo sinal para subir.Eles me ajudaram a subir nos fomos para meu quarto onde Lucas pegou meu nootbook e colocou um filme nós ficamos deitados na minha cama assistindo o filme.quando o filme acabou els se despediram e sairam do meu quarto mandando eu descansar. Minha mãe provavelmente já sabia da minha suspensão mas não sabia do meu estado.De repente eu escuto:

-ATÉ MAIS XIM...INFERNO!!-esses palhaços sabem me fazer rir mesmo. Eu fiquei ali deitada tentando imaginar o que Luiza iria fazer comigo e eu acabo pegando no sono.

   ~sonho on

Eu estava em um balanço de madeira pendurado em uma arvore de cerejeira,lá estavam safira me empurrando  no balanço e Lucas do lado dela ambos rindo,o tempo estava aberto,eu estava vestindo um vestido branco e longo com um degradê de rosa na ponta do vestido,meu cabelo estava solto e nele tinha uma coroa de flores rosa e branca, mas de repente o tempo que estava aberto se fechou e eu escutei Lucas e Safira gritarem e serem puxados pelos pés por alguma coisa,e na minha frente eu vejo Luiza ela estava toda de preto e com um sorriso de dar medo em qualquer um,ela vai ate atras do balanço,eu tento sair mas no momento em que eu tento decer Luiza empura o balanço me fazendo cair no chão,ela vai correndo em minha direção e começa me chutar e eu não consigo gritar,ate ela se aproxima de min e fala -Eu avizei que iria acabar com a sua vida não foi!?-depois que ela disse isso eu a vejo tirar um punhal não sei da onde ela se ajoelha e levanta o punhal  em minha direção, quando eu vejo atrás dela sete homens eu não conhecia nenhum deles eles estavam todos de branco,dois deles pegaram Luísa e jogaram em um buraco enquanto os outros estavam tentando me levantar,até que um deles bem bonito por sinal se aproxima e fala -"Não se assuste,Você ainda vai nos ver e nós vamos te proteger de tudo.."Ele me abraça...E eu me senti segura mesmo sem saber quem era.

  ~sonho off 

Eu acordo com o barulho da porta da minha casa sendo aberta provavelmente a minha mãe chegou,eu percebo como eu estou vestida corro em tirar a saia e por uma calça folgada branca.vou pra minha cama e me cubro com um edredom,pego meu nootbook e entro no meu facebook  e começo a mexer lá né até minha mãe bater na porta.

-Taey, meu amor você ta bem?

-Pode entrar omma!-eu a respondo olhando pra porta.

-Oi pequena...o que foi isso no seu rosto Taey!?!?-ela fala vindo em minha direção.

-foi que eu cai mãe não foi nada demais.

-ta bem...eu quero conversar com você eu vou chamar seu pai aqui.-a mesma sai do meu quarto enquanto eu me sinto aliviada de não presisar decer a escada de novo.

Minha mãe e meu pai entram em meu quarto.

-Oi Taey... bem eu acho que nós precisamos conversar!

-Sim pai e claro!!!

-nós sabemos que você foi suspensa por dois dias,e nós sabemos o que aconteceu.

Eu continuo calada só escutando meu pai falar...

-Bom Taey... você deveria ter pelo menos nos contado sobre essa história!!

-Eu tive medo pai...foi isso eu não queria falar por medo...-eu digo com os olhos cheios de agua.

-Minha filha...-ele se aproxima e me abraça e eu começo a chorar em seus braços eu me senti segura alí com o conforto dos braços do meu amado pai....

Continua....



Notas Finais


Eaee ta curta galera mas e porque eu to meio sem tempo e meio indisposta e assim vê se vcs adivinham quem são aqueles sete homens...e o cara que falou com ela? Kkk vlw beijocas lindonas .<3 desculpa os erros de ortográfica bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...