História A tarefa da Ovelha - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias League Of Legends
Tags Kindred, League Of Legends, Lobo, Ovelha
Exibições 18
Palavras 780
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Misticismo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


O ÚLTIMO capítulo da saga de nossa querida Ovelha! Espero que gostem!

Capítulo 6 - Liberdade


Fanfic / Fanfiction A tarefa da Ovelha - Capítulo 6 - Liberdade

Não consigo acreditar, Tahm Kench....Ele pretende devorá-las....eu, não devia ter feito isso, coloquei a vida delas em risco...como manifestação da morte eu não devia interferir em nada do gênero mas eu...só queria protegê-las.
Eu entro na casa e vejo Tahm Kench de frente para Sam, eu o ameaço, apontando meu arco em sua direção.

''Afaste-se!'' Exclamo para ele.

''Acalme-se Ovelha, está tudo sobre controle.'' Diz Tahm Kench, ele então exibe a cabeça de um predador e rapidamente a devora.

Ele então vai em direção a saída, e eu abro caminho, reconhecendo que ele estava apenas protegendo a pequena.

Mas então percebo que algo estava errado.

A cabeça do predador, era na verdade de Kha'zix, e que a pele de Sam estava coberta de saliva....então ele..ele me traiu!
Mas me dou conta disso tarde demais, quando me viro para atirar nele, sua língua atinge meu pescoço, empurrando-me para dentro da casa, fazendo com que eu sofra um impacto ao tombar ao chão.

Após isso ele entra novamente na casa, e joga um lampião no chão, incendiando a casa.
''Foi bom enquanto durou Ovelha, mas nosso trato acabou, você como uma tola caiu em mais um de meus elaborados planos.''Diz o monstro revelando sua verdadeira face.

Ele então me segura pelo pescoço e me pressiona contra a parede.
''Escute, eu poderia acabar com você facilmente se quisesse, acha que só por que é a manifestação da morte é melhor do que alguém?!'' Diz Tahm Kench, grunhindo.

Ele então me solta, e eu caio sem forças no chão....com dificuldades em me levantar.
E então se dirige a Sam, ela grita em agonia enquanto ele a levanta e a coloca em sua boca.

Eu sabia que se quisesse preservar a vida dela, deveria ficar de pé...AGORA!
Eu tinha dificuldades em me levantar, estava fraca e sem fôlego... mas com muito esforço...me manti ereta.
Tahm Kench olha para mim com raiva e desprezo.

''Vá para o inferno!'' Grunhe a besta.

''É para lá que irei te mandar.''

Eu então começo a disparar uma sequência de flechas no demônio, ele tenta se aproxima, mas com meus saltos eu facilmente o deixo a distância, uso as prateleiras para mantê-lo longe, enquanto tenta se aproximar, até que disparo uma flecha certeira em seu pescoço que faz com que ele fique de joelhos.

Eu aponto meu arco na direção de Tahm Kench, para ele estar ciente da ameaça que estava diante dele.
Então ouço um barulho estranho fora da casa, eu me viro para a parede para ouvir melhor.
Aproveitando-se do momento em que eu estava distraída, Tahm Kench rapidamente preparou um ataque contra mim.

Mas algo estranho aconteceu.
A parede atrás de Tahm Kench foi arrancada e raízes o puxaram para fora, prendendo-o em uma árvore grossa do lado de fora.

Era Ivern, ele prendeu Tahm Kench para me ''salvar''.
''Estava na hora de fazermos as pazes'' Diz a árvore, acompanhada por estalos de seus galhos.

Eu então fico diante de Tahm Kench, aponto meu arco para ele novamente.

''Vamos logo, acabe comigo, tenha sua vingança.'' Provoca a besta.
Eu hesito por um momento...

E então abaixo o arco;
Me viro, e me afasto de Tahm Kench.

''O quê?! Você não vai me matar?'' Pergunta o monstro enfurecido.

''Você me fez enxergar, que....nem mesmo a morte pode decidir o destino de alguém, e que todo esse poder...não me pertence.'' Após proferir essas palavras eu....solto meu arco e o deixo cair no chão.
Em seguida continuo a me afastar..

Tahm Kench fica extremamente enfurecido.
Ele com todas as suas forças, consegue quebrar as raízes de Ivern e se liberta, porém antes que pudesse fazer qualquer coisa, uma outra entidade aparece.

Era o Lobo.

Ele se lança como uma flecha em direção ao monstro e com a boca aberta, ele crava seus dentes no coração de Tahm Kench e com um rápido puxão ele o arranca para fora, como resultado ele tomba morto logo em seguida.

Ivern faz uma careta, mas eu me dirijo ao Lobo, e fico diante dele.

''Eu lamento Lobo, mas não posso continuar desse jeito, eu agora sou mais sentimental do que fria....não posso continuar com isso.'' Desabafo ao Lobo.

O Lobo hesita por um momento.
''Eu entendo Ovelha, você pode ter....sucumbido ao lado sentimental humano e apesar de que agora eu tenho que trabalhar sozinho, saiba que eu sempre lhe amarei...como uma grande parceira.'' Diz o Lobo para meu alívio.

''Obrigado por entender, meu amigo.''Digo enquanto me afasto.

Meu destino seria incerto, iria viajar por toda Runeterra....para alcançar minha....paz.

''Ovelha...'' Diz o Lobo.

Eu paro de andar.

''Nunca um...''

Nesse momento, coloco as mãos em meu rosto e lentamente... retiro minha máscara.

''Sem o outro.'' 


Notas Finais


Esse foi o último capítulo! espero que tenham curtido, obrigado a todos os leitores que me acompanharam até aqui, um forte abraço a todos e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...