História A teenage disappointment (Uma decepção adolescente) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 6
Palavras 973
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desulpa a demora pra postar mais tá aí! Nos vemos nas notas finais. 😘

Capítulo 7 - My Good Ugo!


Fanfic / Fanfiction A teenage disappointment (Uma decepção adolescente) - Capítulo 7 - My Good Ugo!

Nada de sr. Joon na sorveteria a um bom tempo, ele nunca falta, nem com gripe ou com dengue, então suponho que seja grave. Eu já pensei em passar na casa dele, mas Ugo disse que era melhor não. Falando em Ugo ele está bem distante esses dias, tá meio triste, não quer ver ninguém, e me pediu até para não ir mais na sorveteria.  Seu eu achei estranho? Muito, mas ele é meu namorado, e preciso respeitá-lo, ele precisa pensar e eu vou esperar o tempo dele. 

Duas semanas depois... 

-Pai tô indo na casa da mamãe! Beijo! -Eu disse indo em direção a porta, e pegando minha bolsa no porta casacos ao seu lado. 

-Toma só um iogurte antes de ir! -Meu pai pediu

-Lá eu tomo pai obrigada! -Eu disse

Nessa hora a campainha tocou sem parar, quando abri a porta vi um Ugo chorando, desesperado, ele apenas me abraçou. 

-O que aconteceu amor? -Perguntei me sentando no sofá ainda o abraçando. 

Tentei levantar a cabeça dele a todo custo.

-Hey! Olha pra mim! Calma eu estou aqui! -Disse ainda tentando levantar sua cabeça

 -Só me abraça! -Ele disse como um sussurro. 

-Tudo bem! Tá tudo bem, eu estou com você agora! -Eu disse- Tá tudo bem! -Disse como um sussurro, o apertei com mais força e lhe dei um selinho. 

1 dia depois... 

Agora eu e minha família estamos no cemitério, no funeral do senhor Joon, ele faleceu ontem, uma hora antes do Ugo aparecer lá em casa. 

Chorei muito com Ugo, e ele não saia de perto do caixão hora alguma, e aí de quem tenta se o tirar dali. Não quis encomoda-ló, então eu e minha família chegamos e ficamos quietos. 

Minha mãe não foi, ela tinha o casamento de uma amiga, e ela era a madrinha não podia faltar. 

Meu pai e minha irmã foram pra perto do caixão e o viram daquele geito! Eu não tive coragem, não queria ver um homem tão agitado e alegre, sem feição nenhuma em seu rosto, não queria ver o homem que não conseguia ficar nem sentado, daquela forma, deitado. 

Apenas chorava, e olhava a cena de Ugo chorando sem parar, soluçando,gritando, batendo o punho na parede e dizendo que Deus é injusto por levar a pessoa que ele mais amava no mundo. 

Deus não é injusto, Deus é sábio, e eu o entendo, o sr. Joon cumprio sua tarefa na terra, criou um homem de 18 anos, responsável, carinhoso, amigo, verdadeiro. Deus precisava dele, sua hora chegou! A dor é eternizada, nunca abandonará seu peito, e a cada vez que você se lembrar, ela vai bater mais forte em seu coração, mas a dor será amenizada com o tempo, e as lembranças que você vai ter, seram as boas, e também se lembrará do sorriso que aquela pessoa carregava com sigo estampada no rosto todos os dias, sendo eles ruins ou bons. 

Na hora do enterro Ugo falou algumas coisas, assim como sua mãe que mostrava um semblante triste. 

-Meu pai, era um homem justo, que sempre sonhou, e lutou pelo que conseguiu na sua vida. Ele era um homem que amava viver tanto quanto qualquer outro ser humano no mundo! Ele lutou para viver até os últimos segundos para que saísse de sua boca as 7 letras que ele mais se esforçou para me dizer, ele disse EU TE AMO, e depois de dizer a última letra, seu coração parou, e sua pele gelou. Ele me disse, ele me disse, ele disse que me amava! -Ugo parou e respirou. -Ele planejou ser o homem mais feliz do mundo, planejou ter a família mais feliz do mundo! Se ele foi o mais feliz eu não sei, mas de uma coisa eu tenho certeza,sua família é muito feliz! A mais feliz, e ele pode ter certeza, que orgulhou seu filho, que honrou o papel mais importante da minha vida! O papelde de um pai!- Ugo disse

Depois das palavras de Ugo, o caixão foi sendo levado para baixo do buraco, e vi a mesma garota que estava ajudando Ugo a algumas semanas atrás abraçando seu braço, isso me deixou desconfiada, mas estava tão triste pelo falecimento do sr. Joon que nem liguei muito. 

Todos já tinham ido embora, inclusive a mãe de Ugo. Ele pediu que eu ficasse com ele no cemitério mais um pouco, e foi o que eu fiz. Ele pediu para o meu pai, para que eu passasse a noite com ele, meu pai deixou, talvez porque Ugo não iria fazer nada naquele estado. Ele me levaria de carro para sua casa. Sua mãe iria passar a noite com os avós dele, então ficaríamos só nos dois! 

Depois de algumas horas fomos embora, mas Ugo não nos levou para sua casa, mas sim para a praia. O enterro foi de manhã, bem cedo. E acabou atarde umas 15:26 da tarde. Eu e Ugo saímos do cemitério eram 18:32. Ficamos em silêncio um abraçando o outro até o por do sol. 

-Meus pêsames, minha mãe pediu para que eu te falasse isso. -Quebrei o silêncio 

-Agradece ela pra mim depois.-Ele disse olhando o por do sol. 

Nós levantamos e nos abraçamos (Mídia do capítulo) 

Fomos pra casa dele, tomei um banho, e vesti uma camisa zinza escuro dele, que em mim ficou como um vestido. Me deitei em sua cama e ele foi tomar banho. 

Ele saiu do banheiro com a toalha amarrada na cintura e com outra toalha ele secava seu cabelo. 

Ele se deitou ao meu lado me abraçou, e adormeceu logo depois com os olhos inchados e avermelhadas pelo choro. Ver ele daquela forma era horrível, cade aquele menino sorridente e alegre de todos os dias? Pois é, ele não abtava o corpo de Ugo naquele momento, ele tinha evaporado junto a felicidade da família do sr. Joon!




Notas Finais


Meu Deus! Vocês não sabem o que eu passei para conseguir terminar esse capítulo! Beijão no coração e até o próximo capítulo (OBS: Não sei quando vou conseguir postar de novo) 😍😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...