História A Thousand years - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Lágrimas, Nalu, Sorrisos, Verdade
Visualizações 112
Palavras 1.293
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


oi amores

Capítulo 18 - Voltando a escola e adeus?


Fanfic / Fanfiction A Thousand years - Capítulo 18 - Voltando a escola e adeus?

          Você me ama mas não sabe  quem eu sou , estou indessiso entre essa vida que levo onde é onde eestou. você me ama mas não sabe quem eu sou  então deixe-me ir , apenas deixe-me ir 

                        3doors down                        

Autora 

Bom todos tinham chegado do passeio, então amanhã teriam aula novamente e Lucy estava cada vez mais nervosa ela tinham prometido que ia contar seu passado para o Natsu então ela estáva tentando tomara coragem, mas uma ideia lhe surgiu ela depois da aula ia embora sem deixar pistas, não queria que Natsu a deixasse pelo seu passado então ela passou a noite fazendo cartas de despedida para cada um de seus amigos e para seu namorado. 

Na manhã seguinte tudo já estava pronto, ele como sempre usava roupas de mangas, estava a espera de Natsu na porta de casa quando uma moto parou na sua frete e ela foi na direção dele , sorriu se beijaram seu último beijo e foram para a escola , e sem que cada um não percebesse ela colou uma carta, então estava no meio da aula ela fingiu passar mal e  foi para casa entrou pegou suas malas um táxi e foi na direção do aeroporto e foi para seu novo destino aos pratos ela não queria mais foi embora. 

Na hora que as aulas acabaram todos foram para casa de lucy , mas ninguém atendeu e a casa estáva aberta ao entrarem estava tudo vazio , e quando chegaram ao seu quarto uma mensagem 

" sentirem saudades com amor lucy" 

Aquilo foi o fim para todos em meio a lágrimas, e desespero eles encontram suas cartas então erza foi a primeira  a ler 

carta erza on 

oi , com Erza se  você leu está carta ficarei muito feliz , sabe você se tornou alguém especial para min como uma irmã mais velha que eu nunca tive , sempre  cuidando de min , e sendo legal mesmo sem me conhecer direito, sei que não deveria sumir mais meu passado não e bom então se do para te perde prefiro que seja  agora 

para minha ruiva / com amor Lucy 

carta off 

erza começou a chorar então jellal , meu a dele para todos ouvirem como a Erza fez 

carta jellal on

jelly se leu significa que se importa, não quero que chora se  sentir minha falta quero que sorria e abrace a Erza pois acho queria vai chorar, você foi como um irmão muito inteligente vou sentir saudades mesmo sendo o calado de não eu gosto do seu jeiti pensativo e engraçado 

para jellal / com carinho Lucy

jellal segurou as lágrimas e fez o que Lucy pediu em sua carta abraçou Erza 

Levy pegou sua carta e se preparou para ler 

Levy- chan sei que vai ficar brava , por isso nesse meio tempo você foi minha melhor amiga tidas foram mais eu sempre ficava mais com você então entendeu me desculpe por me despedir assim mais foi o único jeito de não deixar pistas me perdoe 

para Levy / com kawaii lucy 

Levy levou a carta ao peito em prantos como erza estava. 

Gajell então o mais doido e você, que tem uma cara assustadora mais e bonzinho me chamava até de bunnygirl então eu sei que não vai chorar mais decepcionado vai ficar mais eu , não quero que me procure mais seja feliz com a levy-chan

para Gajell/ da bunnygirl 

Tinha sido um tapa para gajell que abraçou lecy Natsu, não falava nada só pensava segurando suas lágrimas 

oi juvia então eu sei que não estou fazendo nada do jeito certo e que talvez você me odeie mais e que não posso mais se forte sozinha  então atrás desse papel tem um desemho de uma sereia já que você reclama que eu não te mostrava esse é seu 

para juvia/ com águas lucy 

Gray já  se prepara para a sua carta mesmo triste ele queria ler e saber o que ela achou de sua amizade mesmo.

Gray com sua mania de tirar a roupa , ou de  competir com o Natsu sempre era muito bom era o mais palhaço não tão louco quanto o Gajell mais único e isso era muito bom em uma pessoa mesmo sendo o nudista era um amigo fiel e destemido então fará falta 

para Gray/ com roupas Lucy 

Tidos estavam tristes pois Lucy era uma amiga incrível, que conquistou eles com seu jeito infatil, que unil eles que fez o Natsu se torna alguém incrível que fez o Gajell aprender matemática, que fez a Levy amiga deles, o jellal falar mais a Erza ser menos ciumenta, a juvia falar com o Gray, o Gray se vestir mais ela deu um pouco de si a todos e agora estava partindo, os deixando porque ? medo? raiva? magoa ? falsidade? triste? eles? ela ? eram muitos perguntas mais sem resposta até o Natsu resolver ler a carta dele nessa hora começou a chover 

Natsu eu sei que disse que você é meu porto seguro que eu, dormia com você te Cassia carinho de noite te fiz pular em uma  cama elástica no porque te disse que amava e  prometi te contar meu passado mais eu tenho medo de você fugir me deixar e tudo ficar escuro de novo tenho medo do escuro você me deu cor de novo me fez rir confia me beijou me abraçou me fez feliz de verdade como não me sentia a nos mas eu estou partindo talvez quando ele essa carta eu nem esteja mais em Los Angeles, mas te deixei todos meua desenhos os novos eos antigos e obrigado por me mar me fazer rir gastar seu tempo comigo mais perdão mesmo te amando eu estou indo então se me ama deixe-me ir , seja feliz também que eu seria sua felicidade e  a minha 

para meu primeiro, único e grande amor Natsu/ da sua pequena Lucy 

ADEUS 

Natsu  saiu correndo e caiu na chuva de joelhos na rua e gritou bem alto , para todos ouvirem , já chorando em desespero 

Natsu - LUUUUCYYYYY

Todos olharam aquilo triste nem quando seus pai foram embora ele ficou assim derrotado sem vida frágil ele perdeu ela sua pequena, sua princessa, seu amor se foi escoregou pelos seua dedos como água e ele não a impediu então se sentiu frustrado  derrotado destruído 

Ele lavantou na chuva , entrou na casa  e começou a quebra os móveis enquanto seua amigos saim ele precisava ficar sozinho para pensar assim como todos ele queria Lucy, enquanto ele jogava cadeiras para todos os lados ele gritava seu nome em meio aos soluços das sua lágrimas 

Natsu - CADÊ  VOCÊ?

Natsu - APARECE PEQUENA 

Natsu - EU TE AMO NÃO FOGE LUCY NÃO NÃO NÃO _ ele escorregava pela parede pensando cadê ela cadê sua garota. 

MÚSICA DO CAPÍTULO 

se um dia você me deixa, amor

deixe um pouco de morfina na

minha porta porque eu precisaria 

se muitos remédios 

para perceber que não temos mais o que

tínhamos

Nenhum religião poderia me salvar

não importaria  quanto tempo eu passo 

ajoelhado 

Então lembro - se dos sacrifícios que 

Eu estou fazendo 

para te manter do meu lado 

e evitar que você  saia pela porta 

Natsu - CADÊ VOCÊ PRINCESA 

porquê não haverá luz do sol 

se eu te perde, amor

não haverá céu claro 

se eu te perde amor

assim como as nuvens, meus olhos 

farão o mesmo 

se você for embora 

Tudo dia vai chover, chover, chover 

Em outro país uma loira, entrava em seu novo apartamento  , e ao fechar  aporta pois seu filhote de cachorro no chão escorru da porta ao chão e em meio as lágrimas e soluços abafados pelas mãos 

Lucy - te amo Natsu 

 


Notas Finais


então o que acharam triste ne , chorei quem quiser o resto da música e in will rain - Bruno Mars


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...