História A Tímida Garota Solitária - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Sobrenatural
Exibições 9
Palavras 1.039
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Minha primeira história aqui no Spirit, espero que gostem.

Capítulo 1 - A Tímida Garota Solitária (Parte 1 - A História)


Fanfic / Fanfiction A Tímida Garota Solitária - Capítulo 1 - A Tímida Garota Solitária (Parte 1 - A História)

Forte menina...

Vivendo sem ninguém, sem ninguém para amar, sem ninguém para lhe amar...

Um drama, que somente ela vê de perto se tornar algo normal.

Sem alguém que a ajude, com o tempo ela se acostuma a ser uma garota solitária...

Ela tenta fazer de tudo para poder viver nesse mundo, mas encontra muitas dificuldades que a fazem querer desistir de tudo aos poucos...

Problemas não resolvidos em sua vida, pequenos detalhes deixados pra trás, a fazem essa menina de hoje, calada, tímida, e solitária.

Linna tinha 17 anos era magra, tinha cabelos longos e preto, usava piercing no nariz, sombrancelhas, e língua, sempre usava roupa preta.

Na escola era horrível, algumas pessoas zombavam de Linna, principalmente Tracy.

-Olhe só pra ela !!! Dizia Tracy para suas amigas.

-Garota feia, você é do demônio, vá para o inferno lá é o seu lugar !!!

Linna tentava não dar atenção, mas era impossível com todos ao seu redor olhando e rindo dela.

Ela se levantava chorando e saia correndo pra se esconder atrás do depósito da escola.

Ficava horas escondida chorando esperando o tempo passar...

As férias de inverno já estavam chegando e tudo que Linna queria era ficar sozinha em seu quarto.

Ela se levantou, e com suas mãos foi limpando as lágrimas de seu rosto, foi andando quando de repente veio um garoto em sua direção.

Ele vestia uma roupa toda preta, com um jaleco todo preto.

-Olá, posso te ajudar ? Disse o garoto.

Linna o observou de cima a baixo e balançou a cabeça negativamente.

-Por favor, deixe-me te ajudar !!! Eu posso acabar com seu sofrimento. Disse o garoto.

Linna olhou novamente para o garoto que disse.

-Venha comigo, me de a sua mão, venha.

Linna abaixou a cabeça estendeu a mão e foi com o garoto.

Algumas horas depois Linna estava indo pra casa.

Ela chegou em casa e ficou pensando.

"-Por que aquele garoto queria me ajudar ?

-Uma garota assim como eu sou não desperta interesse de ninguém, por qual motivo ele queria me ajudar, e por que eu não lembro o que ele me disse, mas eu só lembro de que tenho que fazer uma coisa... Droga, tenho que fazer isso logo."

Linna estava decidida a fazer uma coisa que ninguém imaginaria que ela poderia fazer.

Ela estava criando coragem para fazer aquilo, mas não sabia como executar o serviço corretamente.

Estava decidida que depois de mais um dia como aquele, o próximo dia seria a última vez que ela iria ver aquelas pessoas na sua vida...

Passando o dia, aquele seria o último dia de aula antes das férias de inverno, Linna não apareceu na escola, ninguém tinha à visto naquele dia, ela não era de faltar e aquele dia teria entrega de notas, mas Linna não apareceu na escola.

-Onde aquela maluca se meteu ? Disse Tracy para sua amiga.

-Não sei, não há vi hoje. Respondeu Tiffany.

No final da aula todos estavam indo embora, Tracy foi andando para sua casa como de costume sozinha, e no caminho ouviu um barulho na mata a sua direita, parou e ficou a observar ao seu redor.

-Tem alguém aí ? Perguntou Tracy.

Que não teve resposta alguma.

Ela continuou andando e foi quando viu uma pessoa parada no meio da mata, ela resolveu sair correndo pra sua casa...

A noite já estava chegando e Tracy estava sozinha em casa, ligou a TV, e de repente um quadro do corredor de sua casa caiu.

Tracy gritou.

-Quem está aí ?!

Ela ouviu uma risada no corredor, e resolveu ir ver o que era, quando chegou ao corredor tinha uma pessoa parada em pé, uma garota de costas, com um vestido preto.

-Quem é você ? Perguntou Tracy.

A garota que estava de costas foi virando de frente para Tracy.

Naquele momento Tracy riu e disse.

-Há, olha só quem é, só podia ser você Feiosa.

-Por que você continua a zombar de mim ? Perguntou Linna.

-Por que eu quero !!! Respondeu Tracy.

-Se eu fosse você não faria mais isso. Disse Linna.

-Quem é você pra me dizer o que fazer ?! Disse Tracy.

Linna até aquele momento estava de cabeça baixa, daí ela levantou a cabeça lentamente e abriu os olhos seu rosto estava todo desfigurado e seu pescoço estava torto.

-Meu Deus ! Li, Linna, o que houve com você, não usou maquiagem hoje não é. Disse Tracy dando risada.

Linna como numa fração de segundo apareceu a um palmo de distância de Tracy que deu um pulo pra trás e disse.

-Me, me desculpe por tudo que eu te fiz passar Linna. Disse Tracy assustada.

-Agora você me pede desculpas, depois de fazer minha vida pior do que já era, de me fazer passar vergonha na frente de pessoas que eu se quer conhecia, agora é tarde Tracy, só te digo uma coisa, você irá sentir as consequências de uma vida ruim como você fez a minha ser lembre-se deu uma coisa, eu serei o seu maior pesadelo...

Linna desapareceu, naquele momento todas as coisas que estavam na sala voaram em cima de Tracy que gritou e se abaixou tentando se esquivar.

Os pais de Tracy chegaram, e ela saiu correndo para abraça-los.

-Mãe, pai, me ajudem por favor disse Tracy nervosa chorando.

-O que foi que houve aqui filha ? Perguntou a mãe de Tracy.

-Mãe é a Linna, ela fez isso. Disse Tracy.

-Filha nós acabamos de ficar sabendo que ela está morta. Disse a mãe de Tracy.

Tracy naquele momento arregalou os olhos e gritou.

-Nãooooooooo !!!

Algumas horas depois Tracy estava preparada para dormir em seu quarto.

Quando viu uma sombra atrás da porta do seu quarto.

A porta do quarto de Tracy fechou, e as coisas do quarto de Tracy voaram novamente em cima dela que gritou no escuro.

-Mãeee, paai, me a...

Já era tarde demais, quando Tracy estava à gritar "me ajudem" o seu armário veio em sua direção e acertou o seu rosto com tudo que quebrou seu pescoço com o impacto da batida.

Os pais de Tracy correram e entraram no quarto quando viram o armário em cima de Tracy, só que não tinha mais o que fazer.

Mas a história não acaba por aí, não foi só Tracy que zombava de Linna, o tal trabalho de Linna era fazer com que todos os que à fizeram sofrer, terem um fim horrível, todos do mesmo jeito que Tracy foi morta.

Dizem que a policia até hoje não conseguiu desvendar o mistério por trás das mortes de Tracy, e das pessoas que zombavam de Linna.


Notas Finais


Moral da história: Nunca zombe de alguém, por mais que aquela pessoa seja alguém que você conheça, uma simples brincadeira pode virar o seu maior pesadelo, e isso deixará marcas para sempre...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...