História A Trigêmea Weasley - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Tags Fred Weasley, Irmãos, Jorge Weasley, Trigêmeos, Weasley
Exibições 70
Palavras 1.408
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OOOOOOI! Ai! Ai! Para! Parem de jogar coisas em mim!
Eu sei, eu sei que o capítulo demorou, mas eu não posso fazer nada! Amanhã é o meu último dia de aula! UHU! O que significa que eu vou ter mais tempo para a fanfic....até o dia trinta e um de Dezembro.
Eu vou viajar na véspera de ano novo, é só volto pra casa faltando cinco dias pro meu niver (dia trinta) então eu não vou ter muito tempo para escrever, por isso (ó a enrolação da pessoa) eu vou ver se escrevo caps o suficiente para vinte e cinco dias agora em dezembro, e (agora é a única parte que vocês entram na história....) eu estou precisando de um co-autor para posta-los, eu mando e esse co-autor(a) posta.
É realmente uma necessidade, porque na casa da minha avó não tem uma internet muito boa, só na dos meus tios, mas é um pouco longe...enfim...
QUEM estiver disposto, por favor me mande um MP, eu só preciso que seja alguém que realmente se comprometa e realmente cuide, ok?
Enfim, espero que gostem do capítulo, eu sou exagerada por natureza, há que estamos no início de Dezembro, mas...
BJS!

Capítulo 4 - Encontrando um Traidor


Fanfic / Fanfiction A Trigêmea Weasley - Capítulo 4 - Encontrando um Traidor

LEIA AS NOTAS INICIAIS!

Verão de 1994
A Toca

Liana acordou com uma leve dor de cabeça, dada de cortesia por sua mãe no dia anterior, mas percebeu que tinha acordado muito mais cedo do que deveria (iriam para a Copa Mundial de Quadribol) pois uma bonita coruja negra piava na janela do quarto mais barulhento da Toca.
Reconheceu a coruja de Angelina Johnson, sua única colega de quarto que, como a ruiva, tinha sido criada completamente na civilização bruxa, por tanto conhecia melhor o mundo mágico, e também a única que iria no último jogo da Copa Mundial.
Ela era puro-sangue, mas assim como os Weasley, os Johnson eram traidores de sangue.
Alicia Spinnet era a melhor amiga de Angie, uma mestiça de origem oriental, muito bonita e com um rosto que parecia ser esculpido.
Patricia Stimpsom, uma loira aguada que fazia parte do grupo nojento de Cho Chang, era filha de um mestiço com uma nascida trouxa, mas nunca teve interesse na cultura bruxa. Era loura, tinha uma franja ridícula e olhos castanhos, seus lábios eram apertados e pareciam ter sido empurrados para frente, e tinha um nariz pequeno e nojentamente empinado, que refletia a personalidade irritante de Trix, como suas amigas a chamavam.
Teresa Madion era uma nascida trouxa muito bela, de cabelos médios tom castanho mel, bonitos olhos azuis e rosto branco com bochechas avermelhadas naturalmente, como se sempre estivesse corada, e fazia todo sentido com Teresa. Era tímida e tinha poucos amigos, apenas Liana, Alicia e Angelina nunca a excluíam, mas a Weasley realmente gostava muito de Madion, e a considerava uma garota muito corajosa, apesar de fechada.
Pegou silenciosamente a carta para não acordar os irmãos, e foi até a sala para lê-la, sem o perigo de ser vigiada por Fred ou Jorge.

“Cara Liana, 
Oi amiga! Bom, eu sei que já faz um tempinho que não escrevo, mas meu irmão Andrew (se lembra dele?) vai chegar a escola nesse ano letivo, então minha mãe anda um pouco neurótica, e só me deixou usar Wec para mandar cartas quando o resultado dos meus N.O.M’s saíram, consegui nove Ótimos (DCAT, Feitiços, Transfiguração, Estudo dos Trouxas, Herbologia, Astronomia, História da Magia e Aritmancia) e um Excede Expectativas (Poções). Estou realmente feliz com as minhas notas, e fiquei sabendo que a nojenta da “Trix” passou com Passável em quase tudo, recebeu um ‘T’ em Feitiços...tomara que tenha sido expulsa!
Enfim...tenho um babado fortíssimo para te contar! Mas te conto na Copa Mundial de Quadribol, minha mãe voltou ao normal depois de receber minhas notas e voltou a ser a sorridente e gentil dona Carmona Johnson, então Teresa e Alicia vão comigo para o jogo, UHU!
Beijos no seu rosto de boneca, Angelina Mirella Johnson.”

 

 

Liana não pode deixar de estranhar pensar em Carmona Johnson, a mãe de Angelina, sempre tão gentil e amorosa, estando brava, não era nada comum ela ficar desse jeito.
Resolveu ir até a cozinha e tomar um café forte, embora ainda fossem três e cinquenta da madrugada, sua mãe os acordaria umas quatro, provavelmente, então, que já estivesse bem energética para o dia.
Coou o café em silêncio e ficou pensando, pensando em Cedrico, em Chang, em seus irmãos, em tudo.
Seu pensamento levou poucos segundos para se redirecionar a uma pegadinha que estava pensando em fazer com Kelsey Ladott, uma monitora morena da Corvinal que vivia pegando no pé dos trigêmeos.
Tomou rapidamente o café sem sentir seu gosto e subiu as escadas fazendo barulho propositalmente para acordar todos os ruivos da casa.
Chegou ao quarto sorrateira, um leve sorriso brotando em seu rosto ao perceber que Fred e Jorge ainda se encontravam adormecidos. Pegou uma pequena porção de estrume de dragão que conseguira surrupiar do estoque de Snape ainda no ano anterior, e pôs em uma colher que tinha no quarto, colocou um pouco na mão de seus irmãos gêmeos e fez leves cosquinhas em seus narizes.
A cena foi cómica, ambos os ruivos em questão de segundos estavam muito sujos de bosta de dragão no nariz.
Jorge desatou a correr atrás da irmã no momento em que a viu rindo como uma louca, apoiando-se na parede vermelha do quarto. Quando os irmãos conseguiram a alcançar, jogaram-na no chão e fizeram cosquinhas na ruiva, que relutava instantaneamente.
Os gêmeos ficaram deitados em suas camas, limpando seus narizes com lenços umedecidos enquanto observavam Liana se trocar.
Mais uma vez, a ruiva despiu sua camisola vermelha curta, tirou sua calcinha e desabotoou o sutiã.
Seus irmãos estavam praticamente hipnotizados pelo corpo da irmã gêmea, tinha uma circunferência pequena, seios médios, sardentos e empinados, seu traseiro também era pequeno e empinado, sua barriga seca e lisa, suas duas pernas eram brancas e arredondadas, Liana se incomodou com pelos pubianos desde sempre, então, usava um feitiço simples de depilação de três em três dias, por tanto seu ventre era completamente liso.
A garota vestiu uma roupa baseada em preto e desceu a escada de madeira a passos apressados (N/A: link nas notas finais), seus pais, Harry, Ron, Hermione e Gina já se encontravam na cozinha bebericando café, embora não desse para ver muito bem, já que ainda estava escuro. Fred e Jorge apareceram minutos depois, ainda sonolentos, até porque, Liana era a única que realmente já estava acordada.
-Porra, que desânimo! Meu Merlin! Nem você, Harry?- A menina olhou para o moreno, que se encontrava tão sonolento quanto um chapado, e Rony parecia um bêbado.
-Morgan Liana Weasley! O que eu já te disse sobre palavrões nessa casa?-Sua mãe a repreendeu, não que fizesse alguma diferença, a Weasley sempre falou palavrão, e isso não mudaria agora, nem nunca.
-Deixe, Molly. Enfim, vamos? Temos muito chão pela frente!-Seu pai chamou, e lentamente, todos se levantaram de suas cadeiras e saíram para o quintal.
A mãe, que havia encontrado mais resquícios das “Gemialidades Weasley” queimara tudo e todos os seis meses de trabalho que tinham tido com aquelas pegadinhas ainda na noite anterior, por isso, os trigêmeos estavam completamente putos com a mãe.
-Não vamos nos despedir....-Fred falou, irritado para Hermione, que os olhava de forma desgostosa, por que não iriam dar um beijo na mãe.
-Ela estraga nosso trabalho de seis meses....-Jorge se encontrava completamente irado, só por ter visto a Srª Weasley naquela madrugada.
-E depois quer que nós voltemos lá e a perdoamos? Não mesmo!- E foi para perto de Rony, Harry e Gina junto a seus gêmeos.
Hermione bufou e soltou um murmúrio rouco, algo como “Parece que a teimosia é de família.” E era mesmo.
Algumas horas se passaram, e Liana já estava indo no cangote de Harry, o único que ainda estava disposto a andar e segurá-la. A ruiva estava com as pernas caídas do pescoço para o peitoral do rapaz, e a cabeça e as mãos se encontrava, larvadas pelo cabelo de Potter.
Suas pernas doíam, sua respiração estava acelerada, estava com frio e seu cabelo batia contra o rosto, e, como estava simplesmente gelado, fazia doer cada vez mais.
Quando percebeu que estavam chegando a um lugar plano, antes de todos, pois Harry não era baixinho (nem ela), gritou:
-TERRA A VISTA!-A plenos pulmões.
Andaram pelo menos mais dez minutos (agora Harry cansara e Liana se mudou para o cangote de Rony) até chegarem na clareira, aonde o sol ainda ameaçava nascer.
-Ótimo! Agora só precisamos encontrar a...-Seu  pai começou, mas foi interrompido por uma voz levemente conhecida, ao menos para a menina mais velha dos Weasley.
-Aqui! Já encontramos, Arthur!-Reconheceu a voz aconchegante de Amos Diggory, e se Amos estava ali, Cedrico....AH! FUDEU!- Ora! Mas se não é Liana Weasley! A..
-....Ex do seu filho? Essa mesma!-Jorge falou, puxando a gêmea pelos ombros para perto de si. Jorge e Fred sempre tinham essa mesma reação quando a ruiva ficava perto do ex-namorado, eram muito super protetores e ciumentos.
-Vamos?-Hermione (N/A: Acabei de perceber...eu não escrevi sobre a chegada da Hermione....AH! Quem realmente é fã de HP, já leu o livro ou assistiu o filme de Cálice, não preciso ficar descrevendo, né?) perguntou, corada- ela e Harry-, provavelmente por presenciar uma cena que imaginava ser familiar.
Foi quando o viu, aquele garoto idiota pelo qual chorara e se arrependia eternamente de tê-lo feito, aquele rapaz que sempre a seguiu de forma a tentar recuperá-la, aquele que a traiu com uma pata e mesmo se agarrando com Chorona Chang, ainda tentava ter Liana Weasley de volta: Cedrico Diggory.

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...