História A última carta. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags 1939, 1940, 1941, 1942, 1943, Amor, Carta, Desculpa, Drama, Morte, Segunda Guerra Mundial, Sorry
Exibições 14
Palavras 360
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Lírica, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A resposta que nunca será enviada.


Estados Unidos

04/08/1943

Querido Ethan,

Pelo modo que me enviastes a carta anterior, não lerás essa. Há dois dias, recebi um telegrama que me informava sua morte, como dissestes que iria ser.

Quando li aquela carta, desmoronei. Eu realmente não cogitei em nenhum momento que tu vieste á morrer. Todas as palavras que escreveste atingiram-me como facadas, tiros ou qualquer coisa que pudesse trazer dor. Por que naquele momento, eu realmente senti.

Escrevo esta que não será enviada, como resposta. Hei de aqui depositar o que eu senti, ou gostaria de falar. Queria que tudo que aconteceu não passasse apenas de uma brincadeira de mau gosto sua. Confesso que lhe bateria, porém, após a raiva dar-lhe-ia abraços e beijos.

Uma das coisas que gostaria de falar, é que terás um primogênito. Sim, o fruto de nosso amor! Se for menina, receberá o nome da sua mãe, se for menino, o seu. Um pedaço de ti ficou comigo e cuidarei dele ou dela com todo meu amor.

 Estou sentada de frente para a cômoda que está aquela foto de nosso casamento. Escrevo com as mãos trêmulas, antes de ir para seu enterro. Pela janela, vejo o jardim de frente para nossa casa e aquela árvore, aquela que tem nossos nomes dentro de um coração, escritos por você com uma pedra do lago.

Ah, todo nosso amor cresceu nessa casa, nesse jardim, naquele lago. Foi aqui que nos conhecemos, e aqui que te vi pela última vez.

Escrevo para que eu não guarde tudo para mim, nunca consegui transparecer muito bem meus sentimentos como você. Como sempre dizias: “Não precisa declarar-se com palavras, seus olhos já dizem tudo de seus sentimentos”.

É claro que lhe perdoo, meu amor, tu não tens culpa. No dia em que recebi a carta, tu já estavas morto, e foi avassaladora a perda do homem mais importante da minha vida. Contestei a vontade de Deus diversas vezes, porém depois cheguei à conclusão que de nada adiantaria. Perdoo-lhe com todo meu amor, para que tu fiques em paz ao lado do Pai. Eu sempre te amarei, e sei que olharás por mim daí do céu.

De sua Josie. 


Notas Finais


Acho que alguém aqui (eu) estava sem fazer nada e quis escrever, por que não resiste.
Está aí a resposta da Josie, espero que tenha ficado bom. Eu tava lendo a carta do Ethan e resolvi fazer a resposta que ele não vai receber.
Gostaram?

Obrigada por ler <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...