História A última carta... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Alícia Gusman, Paulo Guerra
Tags Paulicia
Exibições 100
Palavras 1.026
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


É um capítulo único gente, essa história veio na minha mente então, espero que gostem...
E lets go com isso!!!!

Capítulo 1 - Capítulo único


" Querido Paulo Guerra,

Faz anos que a gente não se vê...mas sabe, seu sorriso continua em minha mente, eu não consegui esquecê-lo um minuto se quer, você sempre me disse que eu tinha uma ótima memória, e esse é o problema, eu não lembro apenas do seu sorriso, também lembro das lágrimas que vi cair naquele dia...

Aquele dia... aquele triste dia... eu me lembro perfeitamente e esse, é um dos meus maiores castigos...  lembro de quando você saiu por aquela porta fazendo meu mundo desmoronar... tudo por causa de uma foto... uma foto que nem se quer era verdadeira, sim Paulo, eu disse a verdade quando falei que era uma montagem... pena que você foi muito orgulhoso para acreditar ... 

E minha ótima memória também me faz lembrar de como eu te achava um idiota quando a gente era pequeno e você, me achava uma menina chata... Mas o que os hormônios a flor da pele não são capazes de mudar não é mesmo??

Não tenho mais contato com sua irmã, você deve saber né? Ela também não acreditou em mim quando eu disse que era montagem, falou que nunca ia me perdoar por magoar o irmão dela... sinto saudades dela, eu costumava chamar ela de gnomo, você lembra né ? Tirávamos tanta onda da cara dela juntos... 

Espero que você continue mantendo contato com os nossos amigos... de todos só tenho contato com a Carmen, e é muito pouco, ela é a única que não me bloqueou, mas, pelo que eu vi ela não é mais tão amiga de vocês assim, e eu fico imaginando... Vocês brigaram por minha causa?? Foi por isso? Vocês brigaram por ela acreditar em mim ou ela brigou por vocês não terem acreditado no que eu disse??

Ai... Paulo... sinto tanto sua falta... as coisas aqui são tão sem graça... tão sem cor... talvez o problema seja eu sabe?  Bem que você disse que eu ia ficar para titia... sim, eu me lembro, sei que só tínhamos 8 anos mas minha memória não me permite esquecer....

Talvez seja ela que me faça lembrar de quando você me pediu em namoro... muitas pessoas diriam "Ah... parece que foi ontem...", mas, eu digo o contrário, parece que faz tanto tempo...Eu estava em casa a campainha tocou e quando eu abri a porta me deparei com um skate, mas ele era diferente dos outros, nele tinha esculpido o seguinte: "Ally quer namorar comigo??"  E de repente, você surgiu ali, com aquele sorriso que eu não aguentava ficar sem e me abraçou, e como resposta eu sussurrei um sim no seu ouvido... ah... esse foi o pedido perfeito, mesmo sem rosas, mesmo sem terno, mesmo sem  gravata... tudo ali foi perfeito, tudo que eu precisava estava ali, e tudo que eu precisava era você...

Acho que eu tô falando muito sobre as lembranças né?? Vou te falar de como anda minha vida, bom quando você saiu por aquela porta, nada parecia mais a mesma coisa... passei dias chorando, a Carmen ia lá todos esses dias, mas era em vão, eu não queria consolo, o que eu queria tinha saído por aquela porta, o que eu queria era você Paulo... Mas assim como toda garota magoada, eu tinha que me recuperar, então, resolvi aceitar uma proposta que tinha recebido para cursar faculdade de publicidade  em Orlando com bolsa de estudos... ah, sobre isso.... eu não tinha te contado dessa proposta, sabia que se eu contasse, você mandaria eu ir, e eu não aguentaria ficar longe de você... mas agora que você tinha ido, o que eu perderia?? Então eu fui, conheci uma garota chamada Lucy, ela virou minha confidente, eu continuava conversando com a Carmen, mas o contato foi ficando cada vez menor... Bom, hoje eu já terminei a faculdade, e atualmente, trabalho fazendo publicidade para uma marca de skates e também divido o apartamento com a Lucy, ela é uma grande amiga,  sempre tenta me arrumar uns garotos, mas, como eu posso me encantar a um se eu já tenho meu príncipe encantado??

Naquele dia triste eu lembro...você jurou que ia me esquecer.... e, pelo visto vem cumprindo sua promessa... aquela foto de eu beijando aquele menino... é mentira... deve ser a milésima vez que eu repito isso né?? 

Ei, você lembra daquele casamento de mentira que as meninas preparam para gente?? Você com aquela blusa com um desenho de gravata, uma calça jeans e um vans vermelho, e eu com aquele vestido preto e meu all star... aí, eu até me lembro como as garotas me convenceram a usar vestido... quer dizer,  convenceram não, elas me obrigaram!! Ou melhor, ela me obrigou... foi a Val... sabemos que com Val de TPM, ninguém desafia... kkkkkkkkk... sinto falta dela... Quando você me disse sim naquele dia meu coração disparou, parecia até que eu tava me casando de verdade... e ai o Jaime, que era padre disse: " Eu os declaro marido e mulher, pode beijar a noiva..."  e você me beijou, foi meu primeiro beijo... Todos comemoravam... e o jaime comia um sanduíche, que por sinal, até hoje não sei com ele convenceu a Val a dar para ele no meio da cerimônia... kkkkkkkkk... e você me encarava com aquele olhar que parece mais imãs....

Nosso amor foi tão lindo né?? Parecíamos até realmente casados, você até me chamava de Alicia Guerra...

Eu vejo alguns vídeos que você posta no YouTube com o Koki... São divertidos... mas não consigo te observar por muito tempo... pois, quando te vejo, só me lembro das suas lágrimas que desciam pelo seu rosto naquele dia... Eu vi um de seus vídeos recentes... ah... e parabéns pelo noivado... algumas lágrimas cairam quando eu vi você a beijando e todos naquela sala comemorando, o koki, a marce  e aqueles  seus amigos que eu não conheço parecem gostar muito dela, ela deve ser uma boa pessoa, felicidades para vocês...

Bom, tenho que ir... essa vai para a pilha de cartas que nunca vão ser enviadas... mas essa é especial, sabe por que?? Porque essa é a última, a Lucy tem razão, preciso seguir em frente...

Felicides Paulo!!

De: Alicia Gusman , sim, Gusman, porque o Guerra já não pertence mais a mim...


Notas Finais


Meio bad e pequeno, mas, espero que tenham gostado...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...