História A ultima carta (Imagine Taehyung) - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Drama, Imagine Bts, Imagine Kim Taehyung, Imagine Tae, Imagine Taehyung, Imagine Taetae
Visualizações 320
Palavras 688
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Droubble, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


lalalal e o preço que eu pago e nunca ser amada de verdade
NINGUEM ME RESPEITA NESSA CIDADE
Gente eu to ouvindo Marília Mendonça
Boa Leitura
Desculpe os erros
E Flangos

Capítulo 14 - Stigma


Fanfic / Fanfiction A ultima carta (Imagine Taehyung) - Capítulo 14 - Stigma

Taehyung on

Estava em minha casa de volta..minha antiga casa,arrumei as coisas e estava sentando no sofá pensando em So-Hyung e MinHyung....será que eles estão bem ? já faz dois anos...isso doi muito em meu peito 

Eu tenho escondido isso, vou te contar uma coisa
Apenas para deixar enterrado
Agora eu não posso mais suportar isso
Por que eu não podia dizer, então?
Tenho estado ferido, de qualquer maneira
Realmente, eu não posso suportar isso

Ouço a campainha tocar assim que abro me surpreendo 

Hyung: Taehyung ?

Tae: MinHyung e Hyung oque fazem aqui ? 

Hyung: Vamos conversar Taehyung 

Tae: Sim-eu dou espaço pras eles passarem- Nossa MinHyung cresceu em esta com quantos anos ?

Min: 10-ele diz sentando no sofá 

Hyung: Min...pode ir no parquinho aqui na esquina ? eu preciso falar a sós com Taehyung 

Ele afirma e sai 

Tae: Oque tem para me contar ? 

Hyung: Eu vou me casar...e estou gravida

Tae: como ?

Hyung: Eu-ela começa a chorar 

Agora chore, é só que eu realmente lamento muito por você
Mais uma vez, chore, porque eu não consegui protegê-la

Hyung: depois daquele dia eu...fui até a casa de um amigo meu e ele deixou a gente morar lá...mas ele abusava de mim,e me batia...mas eu não podia sair de lá, não tinha pra onde ir

Tae: E ? 

Hyung: Eu acabei engravidando...enquanto ele trasava comigo e...eu não quero me casar com ele, ele me pediu em casamento mas eu preciso dele pois acho que estou me apaixonando mas não quero sofrer 

Mais profunda, mais profunda, a ferida só fica mais profunda
Como pedaços de um vidro quebrado que eu não posso reverter
Mais profundo, é apenas o coração que se machuca todos os dias
Você, que foi punida em meu lugar
Você, que era delicada e frágil

Tae: Porque saiu de casa aquele dia ?....eu só estava tentando te proteger 

Hyung: Fiquei com medo-ela chorava 

Tae: ...

Pare de chorar, me diga uma coisa
Tente dizer a mim, a quem não tinha coragem
Por que você fez isso comigo, então?
Me desculpe

Tae: Volte pra cá...deixe ele 

Hyung: Eu não posso

Tae: Porque ? 

Hyung: Já te disse...acho que gosto dele e ele me mata,Tae não quero que mate mais alguém 

Esqueça
Que direito eu tenho
De te dizer para fazer isso ou aquilo?

Tae: Esta com quantos meses ?

Hyung: Seis...e uma menina-ela chorava mais 

Tae: Você está sendo punida em meu lugar 

Hyung: Mamãe sempre dizia que queria uma neta-ela passa a mão na barriga e chora mais 

Tae: Sim,já sabe o nome ? 

Hyung: Kim Somin-O nome de nossa mãe...comecei a chorar também e logo Minhyung abre a porta 

Min: Porque estão chorando ?-eu vou até ele e me fico da sua altura 

Tae: Me desculpe irmão...por você não ter crescido com uma figura Paterna ou Materna..por perto,Prometo que irie te ensinar tudo que aprendicom Mamãe 

Me desculpe, me desculpe
Me desculpe, meu irmão
Mesmo que eu tente esconder ou ocultar, isso não pode ser apagado
Você está me chamando de pecador?
O que mais eu tenho que dizer?

Olhei pra minha irmã e vou até ela 

Tae: Me desculpe por tudo que fiz,mas não pode ser apagado..por mais que eu tente esconder

Me desculpe, me desculpe
Me desculpe, minha irmã
Mesmo que eu tente esconder ou ocultar, isso não pode ser apagado
Então chore
Por favor, seque meus olhos

depois disso Hyung e MinHyung me abraçam e choramos juntos,eles tiveram que ir embora e logo me vem a cabeça tudo que fiz pela minha familia e eu sou um monstro,entro no banheiro abro minha antiga caixa de laminas e pego uma e passo em meu braço e fico vendo o sangue escorrer...pego meu celular e disco o numero de (S/n) 

(S/n): Oi Amor 

Tae: Me desculpa...-eu perco a meus sentidos e tudo fica preto 

Essa luz, essa luz, por favor ilumine meus pecados
Onde eu não posso voltar o sangue vermelho está fluindo
Mais profundo, sinto que estou morrendo todos os dias
Por favor, deixe-me ser punido
Por favor, me perdoe pelos meus pecados
Por favor

 

 

 

 

 

 

 

Será o Fim ?


Notas Finais


lalalalla finalmente em
Obrigado por ler
comenta aqui em baixo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...