História A Última Esperança (Interativa) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Apocalipse, Casamento, Drogas, Monstros, Morte, Namoro, Pós-apocalíptico, Romance, Sangue, Sexo, Terror, Tragedia, Traição
Exibições 22
Palavras 2.870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Romance e Novela, Sci-Fi, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


GEENTEEE ESSEEEE CAPÍTULO TA QUENTEEE!
Teve altas investidas e Morrigan matadora .
Teve gente nova (o qual eu não gostei)
Gentee Wendell ta sofrendo com os hormônios(coitadinho)
Esse capítulo tem coisas bem picantes.
Então chega de enrolar! Boa leitura a todos.
bjjs

Capítulo 4 - Investidas.


(...)

- Então e por isso que você não subia com o garoto manteiga lá para cima? – Morrigan perguntava depois de um enorme tempo de explicações.

- Sim. – Nirvanny respondia tímida, aquela garota não sabia o porque, más sentia-se incomodada desde sua chegada.

Intimidada seria a palavra certa.

A ruiva não sabia o porque, más sempre que Morrigan olhava Wendell com um olhar de segundas intenções, era claro que o garoto não percebia, era inocente e talvez nem soube-se diferenciar um olhar pra o outro.

- Eu vou subindo você vem Shelter? – Morrigan perguntava, em quanto limpava a roupa.

Nirvanny não estava gostando nada daquele olhar dela, más preferia não comentar.

- Eu acho que sim, esta tarde... tudo bem para você Ny? – Awn, que fofo, ela amava quando ele a chamava assim.

- Tudo, estou cansada.

- Bom então... – Wendell espreguiçou-se, enquanto soltava um longo bocejo – Eu vou indo boa noite.

O Menino deu um terno beijo na testa da ruiva enquanto ia em direção a saída do local tranquilamente.

Pelo menos era o que ele queria.

Morrigan ‘’acidentalmente’’ enquanto saia, tropeçou com os seus pés, e acabou caindo, em quanto puxava o corpo do garoto junto.

Um som alto era ouvido.

Os dois caíram, mas Wendell foi o que sentiu toda a dor do choque dos corpos ao chão, afinal, Morrigan caiu por cima e ele infelizmente por baixo.

Nirvanny que não gostava e não avia se simpatizado nada com a morena, com essa ‘’queda’’ dela e ainda mais como ficou os dois.

Wendell estava no chão sentido toda a dor da queda, enquanto Morrigan estava por cima, mas onde mais a irritou, mesmo não sabendo o porque era a onde as mãos da morena estavam.

Uma mão estava no peitoral e a outra... estava naquele ‘’local proibido’’ masculino, quase foi separar os 2 quando ela ouviu um pequeno gemido vindo do pobre garoto, que mal sabia o que estava sentindo.

Ela apertou ‘’aquilo’’, e pelo que parecia apertou de novo e com mais força pois um longo e alto gemido sai da boca do garoto.

E Wendell, não sabia o porque, mas um calor subiu ao corpo, e a vergonha apareceu, enquanto sua parte intima latejava de dor.

O que estava acontecendo com seu corpo?

Definitivamente, o corpo humano era algo que para o menino, não tinha explicação.

(...)

Meses se passaram depois do incidente, e depois dali somente tragédias aconteceram, o chip que era responsável pela purificação da água daquele Vault de uma forma totalmente misteriosa estragou.

E claro quando a noticia se espalhou foi espanto geral, o medo da pouca água guardada que tinha acaba-se e dai sobraria somente á água com radiação seria a única opção

E ela não poderia ser a opção!

O chefe daquele Vault precisava de alguém para conseguir um novo chip, mas não tinha mais homens experientes para mandar a missão que provavelmente não voltaria com vida, tinha que pensar, tinha muitos velhotes, más poucos adultos, só tinha uma única opção.

Os adolescentes.

Mas... chamar os adolescentes e dizer para eles a missão, não seria nada fácil, grande parte eram menininhas fracas e garotos medrosos, más tinha 3 que se destacavam entre todos.

Morrigan Frort’s, Wendell Shelter e Adam Demiam.

Esses eram os nomes mais indicas pelos seus auxiliares, e realmente Morrigan usava incrivelmente bem armas brancas, Adam tinha ótimos olhos e conseguia enxergar bem a uma longa distancia e Wendell era o mais ágil e melhor atirador pertencente naquele Vault.

Melhor que muitos adultos e idosos.

- Chame Adam Demiam, Morrigan Frort’s e Wendell Shelter, agora! – Ordenou a um dos homens a seu lado.

- Sim senhor!

Vamos ver como esses pirralhos agiram.

(...)

E La estava os 3 com os olhos apontados para o horizonte, aquela claramente não era a visão dos sonhos.

Na verdade era do pesadelo.

Era um cenário de um apocalipse.

Não é como se eles não vivessem um.

Mas... era estranho olhar os rios e ver a enorme vontade de pular naquela água e não poder por causa da radiação.

Ver o sol pela primeira vez.

Aquilo era o único de belo no meio de tanto caos e destruição.

- Vamos. – Adam chamou atenção para si. – Vejo alguns animais estranhos por ali, e não parecem nada amigáveis e também...

- Espere... – Wendell interrompeu o loiro. – Estou esperando alguém.

- Quem? – Adam perguntou surpreso. – Está ficando maluco por acaso? Somente foi chamado nos 3 para essa missão.

Wendell preferiu não responder, ela já deveria estar vindo.

- Ela esta vindo.

- Ela quem?

- Não me diga que chamou aquela ruivinha sem graça junto? – Morrigan interrogou.

- E claro, ela era minha amiga e também eu prometi que quando eu estivesse a chance chamaria ela para ir embora.

- Será que vocês poderiam me informar que de pessoa vocês dois estão faland...

Adam não pode terminar sua frase, ao ver uma garota ruiva vir correndo em direção a eles, seu queixo caiu e a baba formava-se na sua boca.

Ela era linda!

Olhava a ruiva com os olhos arregalados enquanto prestava atenção em cada detalhe do corpo e rosto da ruiva, seus olhos lindos, sua boca que sentiu uma vontade de avançar neles e beijar, os seios na medida certa é o traseiro fazia sua ‘’areia proibida’’ doer com o tamanho da ereção que estava.

Era um anjo caído da terra.

E como safado e tarado como ele era queria saber tudo sobre a moça.

Que Mané sol o que, o que tinha de lindo aqui era ela.

- Uau, olá moça linda qual o seu nome?

Nirvanny que ainda não tinha percebido o mesmo ali, sentiu sua bochechas tomarem um tom avermelhado com o elogio, a única pessoa que dava alguns elogio para ela era Wendell.

E o resto era só, xingamentos a sua aparência.

- Vamos anjo, diga seu nome. – Adam tentava ser sensual com ela.

Agora o que ela estava vermelha, ela estava um tremendo tomate, abaixou a cabeça a vergonha era nítida e o loiro ao seu lado dirigia elogios a mesma de forma intensa e instantânea.

- Ta chega. – Wendell falou do nada irritado, seu tom era ameaçador, nem ele mesmo sabia o porque sua voz saiu assim. – O nome dela e Nirvanny, agora esta bom?

- Eu quero ouvir a voz desse anjo, deve ser tão incrível com sua aparência. – Adam tentava ser sedutor enquanto tentava mostrar os músculos que não tinha.

- Ciúmes Shelter? – Morrigan perguntou provocativa, agora ela tinha percebido onde irritar o mesmo.

Não que precisasse muito para ele se irritar com ela.

- A vamos logo, afinal eu sou o líder dessa equipe. – Wendell tentava usar a sua autoridade lhe dada para acabar com o assunto. – Vamos.

Adam não ligou muito, nunca foi com a cara de Wendell e odiava a fama que o mesmo tinha entre as garotas e meninas que ele queria ‘’ficar’’ o ignoravam e iam atrás do mesmo, que também as ignorava.

Bom... essa ruivinha linda aqui ele não iria deixar escapar.

- Então anjo, diz ai de onde vem tanta beleza?

Nirvanny que antes estava envergonhada e sem graça, agora já estava irritada com elogios a todo o momento.

- Por favor... – Ele estava se segurando para não voar no pescoço do loiro e enforcar ele ate a morte. – Fiquei quieto.

- Meu deus anjo, sua voz e tão linda como sua beleza.

Pedir para ele calar a boca não iria adiantar nada.

(...)

Morrigan andava distanciada da equipe, disse que iria procurar alguma casa ou local para passar a noite, mas na verdade, ela queria ficar um tempo sozinha, afinal a partir de agora não teria essas oportunidades jamais.

Andando pelo o local que teoricamente estaria abandonado, a respiração estava começando a ficar pesada, a radiação dali era forte, más ela não tinha medo, não era radiação que iria a impedir.

- Por favor... – Uma voz falava como se estivesse morrendo, Morrigan olhou e era só um velhote. – Água... por favor...água....moça.... água...

- Eae velhote, eu tenho água aqui, quer? – A morena mostrou a garrafa com água pura, balançando na frente do velho.

- Sim... por favor... – O idoso implorava pela a bebida. – Eu bebi muita água radioativa.

- Toma ai. – A morena jogou a garrafa com força no rosto do idoso.

Quando o idoso tomou a água da garrafa, Morrigan ainda estava lá olhando a cara do velho.

- O que... o que.... o que foi moça? – O idoso perguntou curioso, ao ver a morena mostrar a mão para ele.

- Como assim o que foi? Eu quero algo em troca. – Ela respondeu furiosa.

O idoso estava nervoso, a moça a sua frente parecia bem nervosa, e parecia que não estava com muita paciência, vasculhou os bolsos em busca de algum objeto ou ate um pouco de dinheiro para dar a mulher, vasculhou nos bolsos da calça rasgada, no casaco destruído ate que achou ago que fosse deixar ela satisfeita.

Mostrou a moça algumas tampinhas de garrafa, achando que tivesse feito ela se satisfazer, Morrigan deu uma gargalhada alto, deixando o velho confuso, só podia ser palhaçada.

- Isso e brincadeira não? – A morena falava entre as risadas. – VOCÊ TA BRINCANDO COM A MINHA CARA! – Gritou, tirando uma das armas da mochila e apontando no rosto do velho, deixando o assustado. – E PALHAÇADA NÉ? EU TE DOU UMA ÁGUA PURA! E VOCÊ ME DA CARALHO DE TAMPINHAS, VELHO IDIOTA!

Um estouro.

Um estouro ecoava no ar, Morrigan puxou a arma e deu um tiro no peito do idoso, e ainda por cima cuspiu em seu rosto.

- Não vou te dar o direito de morrer logo de cara. – Aproximou-se do coitado e deu um aperto com o dedão aonde a bala tinha passado deixando o velho gritar mais alto. – Agonize ate a morte velho idiota.

(...)

Depois de seu ‘’problema’’ com o velho, Morrigan voltava ao grupo com passos pesados, estava irritada, muito irritada, o velho bebe a sua água e não da nada em troca.

‘’Pelo menos morrerá lentamente’’, Ela o que ela achava.

Andando ate ser abortada por um homem.

Era um homem bonitinho ate, era alto, parecia ter um corpo sarado, e os olhos azuis eram bem bonitos.

- Ei gatinha. – O mesmo apertou o braço dela com força. – Uma linda garota como você, não deve ficar andando sozinha, ainda mais com esses monstros radioativos por ai, que tal irmos ate ali na minha cabana, eu te protejo. – O homem direcionou a ela um olhar malicioso.

- E claro... – A mesma devolveu com um olhar ainda mais malicioso que o dele. – Más acho que você não esta com cabeça para isso.

O homem somente olhou para ela confuso.

- Como assim gata? – O homem perguntou confuso.

- Assim ó...

Novamente um estouro.

Morrigan atirou.

Mas não atirou no corpo, e sim na cabeça.

E como pegou a arma mais pesada que tinha na mochila, simplesmente explodiu a cabeça do ser.

- Eh... realmente eu acho que você esta sem cabeça mesmo. – Disse olhando os restos da cabeça explodida.

(...)

- A você está ai Morrigan, por que demorou? – Adam perguntou ao ver a parceira se aproximar.

- Não interessa.

- Respeite-o Morrigan. – Wendell tentava mandar na garota.

Somente ele esqueceu que ela era Morrigan Frort’s, e ninguém dava ordens para ela.

- Estranho você deveria estar me agradecendo, afinal ele esta dando em cima da sua namoradinha. – Morrigan adorava dar uma provocada, e iria aproveitar isso de todas as formas.

- Nirvanny não e minha namorada! – Gritou irritado, odiava as provocações da morena. – Agora me de 4 balas.

- Porque caralhos você quer 4 balas?

- Olhe os palavrões e também eu tive que usar numa barata gigante agora pouco.

- Não posso lhe dar, afinal eu também tive que usar com alguns caras, pouco tempo atrás.

- O QUE? VOCÊ MATOU INOCENTES? VOCÊ FICOU DOIDA MORRIGAN. – O garoto gritava enfurecido, estava viajando com uma assassina?

- Calma Shelter, eu usei com uns carinhas, eles me chamaram para dar uma voltinha na sua cabana, é era obvio que eles queriam me estuprar, então...

- Bom... nesse sentido tudo bem, desculpe se te ofendi, agora vamos!

(...)

Os 4 andavam em direção a uma pequena civilização que Adam havia conseguido encontrar.

- Ei anjo. – Adam chamava Nirvanny. – Eu acho você tão linda, me da um beijinho – O mesmo dizia fazendo biquinho.

- NÃO! – A ruiva gritou assustada, que história e essa de beijo tão de repente.

- E... Shelter e melhor você agir, se não você perde ela. – Morrigan falava no ouvido do garoto.

- Eu não gosto dela, ela e somente minha melhor amiga. – Ele devolveu sussurrando.

- Não se preocupe, eu te ajudo a fazer ciúmes também.

Morrigan entrelaçou seu braço com o de Wendell e deu um beijo em sua seu rosto, olhou para trás e viu a vermelhidão nos olhos da ruiva e do loiro e não pode deixar de rir.

Ela nem parecia morena assassina de poucas horas atrás.

(...)

Ao chegarem na pequena vila, o que para os 4 deveria estar abandonado e deserto, mas na verdade a vila estava lotada de mulheres e nenhum homem era visto, aquilo era estranho.

Bem estranho.

Olhavam a placa que tinha ali perto e entenderam ‘’ Village women’’.

Ao entrarem todas as mulheres presentes direcionaram o olhar para os 4, ate que 2 moças correram em direção aos 4 carregando algo.

- Meu Deus! – As 2 gritavam. – Foi você que matou Martin Scor?

- Somos suas fãs! – Elas continuavam a gritar.

- O que? – Adam perguntou para as 2 confusos.

- Você! – Elas olharam Morrigan. – Você matou Martin, o maior estuprador da vila!

- Espera... – Morrigan interrompeu. – Aquele cara que eu explodi a cabeça era um estuprador?

- Era o mais temido, tínhamos medo de andar na rua sem ser violentada por ele! – Eles continuavam berrando, chamando mais atenção. – Você e nossa heroína! Por favor aceite! – Elas falavam entregando varia garrafas de água pura para a morena.

Morrigan estava amando ser a heroína, em quanto davam coisas importantes para ela, estava amando.

‘’Acho que vou explodir mais cabeças por ai’’. Ela o que ela pensava.

(...)

Wendell estava deitado numa cama pensando na vida, a cama era da casa de uma mulher que ofereceu a eles para ficarem o quanto tempo quiserem por terem sido salvadas do estuprador.

Não deixou de sorrir ao pensar.

‘’Morrigan ajudando alguém, isso nunca vai sair da minha cabeça’’. Isso martelava em sua mente.

Estava viajando nos pensamentos ate ouvir o som da porta abrindo e novamente mesmo não sabendo o porque, sentiu sua parte intima doer novamente e um grande calor subir ao corpo e uma água na boca surgir.

Ali estava Morrigan somente de roupas intimas na sua frente, ela fechava a porta lentamente, ao fechar fez uma pose sensual enquanto vinha caminhando em direção a cama, subiu na mesma e vinha engatinhando em sua direção.

O moreno estava com uma vontade enorme de tirar a camisa e ficar somente de cueca por causa do calor, ou ate mesmo nu afinal, a ereção em sua cueca parecia que ia explodir, Wendell estava apavorado, nunca havia se sentido assim, isso era normal?

‘’Meu deus, o que esta acontecendo comigo?’’. Ele se perguntava.

Ao ver os seios da garota tão próximos ao seu rosto sentiu uma enorme vontade de tocar eles e avançar neles com força.

Morrigan tirou a camisa do garoto enquanto passava a mão pelo seu peitoral, soltou uma pequena gargalhada, ao ver o moreno arrepiar-se ao sentir as suas unhas afiadas o arranhando com força, e deixando claro a marca das unhas no peitoral dele.

Levou a mão direita livre na ‘’área proibida’’ do jovem e o apertando com força, riu mais ainda ao ouvir o gemido alto que o garoto soltou pela boca.

Para fazer ele gritar mais alto, levou a mão por dentro da cueca do mesmo e sentiu a enorme ereção que o moreno estava.

‘’E bem grande’’. Ela pensou

Apertou com mais força ainda e deliciou-se com o alto gemido que ele soltou.

Não pense que ela esta apaixonada.

Não de forma alguma.

Ele ainda era o seu rival.

Ele ainda era a menininha.

Ele ainda era o coração de manteiga.

Ele se tornou gostoso, isso ela não negava.

Ela sentia atração física.

Nada Mais.

E também gostaria que certas pessoas ouvissem os gemidos vindos dos lábios dele.

E também queria provocar alguém, então nada melhor que usar Wendell para isso, e ainda tirar umas ‘’casquinhas’’ dele.

Wendell tentava se soltar, más ao tentar tal ato, sentiu-se impedido olhou para as mãos e entendeu.

Ele estava algemado.

- Morrigan... – Era difícil falar, estava todo arranhado e seu corpo em chamas.

Morrigan deu 2 tapas fortes no rosto do moreno, fazendo o mesmo saltar alguns gemidos.

Parecia que iria morrer incendiado por dentro.

A dor do tapa parecia que não era sentida.

Na verdade ele estava gostando.

A marca dos dedos era evidente em suas 2 bochechas.

Ele estava apavorado.

Mas não sabia o porque.

Mas estava gostando.

- E não e que o tempo fez bem a você não eh?

Morrigan Avançou no garoto e Beijou-o com o maior desejo possível.


Notas Finais


BEIJOOO, TEVEEE BEIJOO!, Não de uma forma muito boa, mas ja e um começo, não eh?
Pessoal, ainda tem fichas, tem poucas mas tem.
Nome :
Idade (Entre 16 a 19 Anos) :
Aparência (Descrição e Foto) :
Personalidade :
História ( Da infância dentro do Vault ) :
Como agia na infância :
Como age atualmente :
Como se comporta com a perda de alguém?
Algum vicio ( Drogas, bebidas ect..) :
Forma de Agir com Pessoas que pedem ajuda :
Algum Trauma?
Objetivo de vida fora da vault?
Como trata os animais :
Forma de Agir com os companheiros de viagem :
Forma de Agir com os Pais :
Forma de Agir com os monstros e inimigos :
Pais ( Nome de cada um, e forma como eles lhe tratam) :
Paixão? :
Alguma preferencia de arma?
Habilidade Que a Destaque?
Tem Algum animal ( Se sim como o trata ) :
Nome do Animal ( Se tiver ) :
Como trata pessoas que pedem ajuda para fazer o mal?
Como trata pessoas quem pedem ajuda para fazer o bem?
Se tiver a chance que roubar algo, sem ninguém olhando, pega: Sim ou Não
Sexo:
Como trata o lider da equipe :
Se um parceiro se ferir, você deixa a missão de lado e o ajuda ou continua sem ele? :
O que mais odeia numa pessoas :
O que mais ama :
Tem frescura com algo :
Se um companheiro tiver muita sede e você tiver água pura, você entrega ou guarda somente para você :
Futuramente se envolvera com alguém ( dentro ou fora da vaults ) :
Caráter :
Distribua Esses Pontos Numa Escala de 0 a 10 :
Força ( )
Percepção ( )
Resistência ( )
Carisma ( )
Inteligencia ( )
Agilidade ( )
Sorte ( )
Bjjs e ate o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...