História A Última Palavra... - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Agatha, Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Iris, Kim, Lysandre, Melody, Nathaniel, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Violette
Tags Drama, Paixão, Revelaçoes
Exibições 55
Palavras 1.084
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorou, mas finalmente está ai!
Eu só queria agradecer a TODOS os meus leitores, mesmo os fantasmas, obrigado. MUITO OBRIGADO.
Foram vocês que me deram forças para continuar, essa história me marcou de uma forma que não tenho sequer como descrever, e isso graças a vocês.
Quero agradecer por cada favorito, cada exibição, cada comentário, e mesmo àqueles que só olharam e ignoraram.
Eu realmente espero que tenham gostado, e que acompanhem as muitas histórias que estão por vir!
Minha nova história: Butterfly Efect
Acompanhem e deixem um favortinho, não mata né?
Boa leitura!

Capítulo 45 - Até o fim.




       Eu tentei. Eu juro que tentei a todo custo esquecer por completo que aqueles olhos cinzas e profundos haviam passado em minha vida. Foi impossível. Nesses 15 anos que se passaram eu tentei. Eu tentei me distrair, eu transava com outros homens tentando fingir que era ele quem estava ali. Eu tentava construir relações e fingir que eram as primeiras. 

Eu não consegui. 

Eu falhei. Sempre acabava sentada em meio aquela grama alta olhando para o porta-retrato que retratava minha a vida. E eu sempre me lembrava. De todos os momentos bons. 

Flashback on 

"Ou, não chora, eu estou aqui para o que você precisar, me perdoa por tudo o que eu te fiz... Eu fui um idiota por tantos anos..." 

E ele esteve. Sempre. Em todos os momentos. Mesmo que não fosse receber nada em troca... Ele esteve, e deu seu coração pra mim... 

[...] 

Por mais que eu tivesse lido e relido aquela carta, eu não conseguia acreditar. Não conseguia derrubar uma lágrima. Não aparentava ter nenhuma reação. Eu morri naquela noite. Quis me matar. Eu quis me deitar naquela cama e nunca mais sair dali. 

Mas eu não podia. Tinha responsabilidades. Eu tinha uma vida, mesmo que ela tivesse sido arrancada de mim a força. 

Com o tempo eu só ficava mais inconformada. Por ter tido que passar por tudo aquilo sozinha. Mas tudo bem, até porque, eu não estava realmente sozinha. Ele estava comigo. Naquele último pedaço que havia restado puro de meu coração... 

Eu sorri. Claro que eu sorri nesses quinze anos. Mas eu não estava feliz. Eu sorria para parecer simplesmente natural, parecer viva. Mas eu estava completamente destruída por dentro. Eu não sentia dor, eu não sentia nada. Mas tive que me acostumar com aquela vida. Com aquele sofrimento. Nem mesmo quando fui completamente abusada naquele estupro há 6 anos. Eu não sentia aquele homem perfurando os dedos com força e ódio em minha intimidade. Eu nem mesmo senti quando ele me deu um soco na cara. Eu não derrubei uma lágrima. 

Eu o prometi que não iria chorar. E eu cumpri. 

E hoje eu estou aqui. Prestando o luto. Eu sou uma mulher feita. Sou milionária e pessoas dão a vida para ter uma única cirurgia feita por mim. Quando eu o perdi, eu via o quanto era abalador. Não queria que outras pessoas sofressem o que eu sofri. Alguns entravam com os dias contados e saíam fazendo planos para o futuro... 

- Bem, sou Katharine Collins e completei meus dezessete anos há algum tempo. Desde que eu... Desde que me entendo por gente, eu sou completamente apaixonada pelo meu pai. Por tudo o que ele fez e deixou de fazer por mim e por nós. Por ele ter salvo milhares de vidas. Vários anos de minha vida a única coisa que eu sentia era ódio, rancor, raiva. Mas com o tempo eu via quanto as pessoas agradeciam aos céus por Castiel ter nascido. Ele morreu por milhares de pessoas. Morreu naquela guerra e mesmo que ele não esteja hoje aqui para contar o que aconteceu, mas eu estou. "Adeus" pode ter sido sua última palavra. Mas não foi o último sentimento, não foi o último pensamento. Ele com certeza está lá em cima vendo o quanto foi amado pela sociedade, por mim, pelos meus irmãos. Pela minha mãe acima de tudo. Por ela ter dado sua vida para cuidar de seus filhos. Para amar ao próximo e honrar ao seu marido. Obrigado papai, eu sempre vou te amar, até que nós estejamos juntos. 

Katherine era o fruto daquela última noite de amor. Ela sem dúvida foi amada pelos pais, e mesmo que não correspondesse, ela estava lá. 

- Bem, sou Chloe e... Bom, alguma das minhas primeiras memórias é... Eu e o Ben estarmos fazendo 6, 5 anos, e... Bem, o papai não estava lá... Eu me lembro dos 15 aniversários que passava sorrindo, para horas depois estar deitada e chorando, eu só queria ter ido no lugar dele. Não me acostumava com o fato de não ter tido um pai para me defender dos maus da vida, não bater no primeiro garotinho que...Tentou se "aproveitar" de mim... Mas o tempo passou, e eu percebi o quanto meu pai foi importante para o mundo. Quando ele se sacrificou naquela guerra, ele foi meu herói. 

Sem que percebesse, a garota de cabelos azuis e olhos esverdeados cercados por delineador e lábios escuros, derramava lágrimas. Não foi fácil, ela chorou, e sofreu assim como todos de sua família, mas hoje é uma estudante de Música com 21 anos, e está seguindo a carreira que o pai não pode finalizar. 

- Bem... Eu sou Benjamin, e... Por mais que as pessoas me dissessem que... Agora eu teria de ser o homem da casa e... Coisas assim, eu sabia que não precisava pois, o meu pai estava ali, ele esteve todos esses 15 anos que passaram, e bem... Posso dizer que sou um homem feito e isso graças ao meu pai, a minha mãe... E a todos que estiveram presentes na minha vida... Obrigado. 

[...] 

(N/A: Agora vou contar um pouco do que aconteceu com os outros personagens) 

Rosalya e Leigh se casaram, e Rosa engravidou de novo. Advinha? Trigêmeos! Hahaha, dois meninos e uma menina, Annie, Lucas, e Matheus. Todos umas gracinhas, mas são agitados feito a mãe! O destino juntou Lysandre e Priya, eles adotaram uma garota pois Priya não podia ter filhos. Lysandre estava dentre as pessoas que mais sofreu com a morte do melhor amigo. 

Eles não formavam mais uma dupla, apenas em seu coração, e mesmo que não quisesse aceitar, ele estava lá para o amigo até o fim. 

Alexy se casou com um homem, parece que ele se chama Logan, eles adotaram um casal, Mari e Leo, são duas crianças adoráveis. 

Pov. Sam 

Estava novamente andando em Passos calmos por aquele campo, era ali que Castiel havia sido enterrado. Usava um longo vestido branco e meus cabelos ruivos voavam sobre meu rosto, cheguei perto de seu túmulo e me abaixei. 

- Ei... Eu cheguei... Só queria dizer que... Nossos filhos cresceram Castiel... E isso é tão legal... Queria que você estivesse aqui... Pra nós... Sentarmos sobre a grama e relembrarmos todos os momentos maravilhosos que você me proporcionou... Obrigada... E... Até a próxima, ruivo, me espere lá. - Estaremos juntos até o fim... Sussurei perto de seu túmulo deixando cair sobre o mesmo uma lágrima comprimida de sentimento. Isso é apenas o começo.


Notas Finais


Então... Quero que continuem essa história. Na cabeça de vocês, pensem em finais e cuidem bem dos meus filhos...
Eu estava pensando em fazer um final alternativo, mas gostei desse, de verdade, quem sabe uma one-shot de outra realidade onde eles são totalmente "felizes"?
Acompanhem minha nova história, vocês que são meus leitores de verdade ❤
(Um favorito ou comentário não custa né?)
Bem, até as próximas fanfics! Beijão e comentem ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...