História A única exceção - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Tags Conflitos, Drama, Festas, Namjoon, Originais, Park Jimin, Romance, Seokjin, Taehyung, Tragedia, Yoongi
Visualizações 23
Palavras 891
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


fiquei mtttt com os comentarios e nao consegui me segurar ate quarta feira kkkkkkjjkk acho q ficou meio ruim mas estou tentando melhorar, desculpem qualquer erro :))

Capítulo 12 - De volta.


Já havia chegado faziam dois dias, ajudei em toda mudança e já tinha visitado o colégio novo e graças aos céus, minha mãe havia me colocado no mesmo colégio E SALA de Min e Jeni. Era um lugar enorme, me encantei pelo terraço. Meu primeiro dia de aula seria amanhã e eu estava destinada a fazer a famosa surpresa pra elas e pra eles, estava realmente animada. Não consegui nem dormir de tão ansiosa que estava, era tanta felicidade que nem cabia dentro de mim! Assim que o alarme tocou, pulei da cama direto ao banheiro, um banho rápido e quente. Desci com pressa, não queria me atrasar.

- Bom dia, mãe! – sorri me sentando a mesa.
            - Que bom que está feliz, Miane. – mamãe sorriu de leve, encarando o jornal.
            - Onde Lena está? – perguntei, mordendo uma pêra.
            - Seu pai a levou pra escola. Quer uma carona?
            - Não, quero ir sozinha. Até mais tarde!

       Beijei sua bochecha de leve e ajeitei a mochila nas costas, disparando porta a fora. Cada minutinho que passava, eu ficava mais ansiosa pra encontrar todos, e abraçar cada um deles. Assim que entrei no colégio, entreguei um papel para uma senhora atras do balcão, que me encaminhou pra diretoria.

 -  Então, você é a estrangeira? - um homem alto, cabelos quase grisalhos veio em minha direção. - Eu sou o diretor, Sr.Kato.
              - Meu nome é Miane, obrigada Sr.Kato. - sorri gentilmente e ele me levou até a sala, abrindo a porta.
            - Desculpe interromper professora, temos uma aluna nova. - entrei na sala, Jeni e SoMin não olharam uma vez sequer, não encontrei nenhum dos meninos. - Essa é Miane, ela veio de muito longe e espero que a tratem com respeito.

  - Bem-vinda, Miane, espero que se adapte! - uma moça, cabelos longos e pretos com um giz de quadro na mão, sorriu e me apontou um lugar pra sentar, em tua frente.

 

   SoMin e Jeni olharam, incrédulas, Jeni tapando a boca e Min, com os olhos marejados. Infelizmente não podíamos conversar na aula nem nada do tipo, então só esperamos ansiosamente o fim da aula. Assim que tocou o bendito sinal, me levantei sendo surpreendida por um abraço das duas.

 Min: Por favor não seja uma Mia holográfica! - pediu
            Jeni: Por que não avisou que viria, sua louca? - acariciou meus cabelos.
             - Eu queria fazer uma "surpresa". - eu não conseguia parar de sorrir.
             Min: E conseguiu garota! Nem acredito que você está aqui. Quando chegou? –  perguntou sem tirar o sorriso do rosto.
             - Ah, faz alguns dias. Depois eu conto o motivo de ter voltado.
 

 Outro professor entrou, logo nos sentamos e voltamos a atenção pra aula, de vez em quando conversamos e ajudávamos umas as outras nas tarefas. Logo o sinal do intervalo tocou, eu estava morrendo de fome. O refeitório era imenso e estava lotado. Coloquei na bandeja tudo de interessante que vi.

             - Jeni, onde vamos sentar? – perguntei, não sei se teria lugar pra nós.
          - Eu e Min sentamos sempre com os garotos, todos os dias. – Namjoon estava de pé, acenando feliz fazendo os outros na mesa olharem.
              Seokjin: Não era pra você estar no Brasil? – Seokjin perguntou, surpreso.
             - Surpresa! – sorri, me sentando ao lado de Jimin, que passou o braço por meus ombros, beijando meu rosto. – Também estou feliz de ver você, Jin.
             Yoongi: Achei que só viesse passar férias aqui. – mordeu o sanduíche.
            Hoseok: Não que ninguém esteja triste por você estar aqui, mas como e por que veio pra cá? – apertou minhas bochechas.
           - Minha mãe conseguiu tocar a marca então, viemos pra cá! – respondi, antes de começar a comer.
            Jeongguk: Que ótimo, quando chegou? – sorriu de lado, me olhando.
           - Faz um tempinho, mas não contei a ninguém.
            Namjoon: Estou feliz que vá ficar, Mia. De verdade.
            Seokjin: Apesar da minha reação porcaria, também estou. – deu uma piscadela.
            Min: Acreditam que ela apareceu na sala? Só isso, apareceu e sentou com esse sorrisinho. – beliscou meu braço de leve.
            Hoseok: Bem sua cara mesmo né, Miane? Aparecer bem de fininho. – rimos.
           - E Taehyung? Não estuda aqui? – notei sua falta.
           Yoongi: Está no jardim, daqui um tempo ele volta.
          Jimin: E o baile de primavera, Namjoon? Você e Seokjin são do Grêmio Estudantil.
          - Baile de primavera? – nunca tinha ido em um, e até o momento só os vi em filmes.
           Seokjin: Aham, todo ano temos um baile, os alunos fazem uma votação pra escolher a estação que faremos o baile e o grêmio organiza.
          Jeni: Não tinha isso no nosso colégio, mas é bem legal Mia, e você precisa de um par.
         -  Não sei se preciso de um.
          - Bem vinda de volta, Miane. – Taehyung afastou Jimin, se sentando ao meu lado.
          - Obrigada, Kim. – sorri.
          Namjoon: Essa semana ainda iremos anunciar o baile e ajeitar tudo..
         Jeongguk: Estão animados?
         Jimin: Eu estou, adoro dançar.
          Jeni: E eu adoro as comidas..
 

                                                            ...
 

As duas últimas aulas foram complicadas, mas passaram rápido. Min me acompanhou até em casa e foi o caminho todo me falando sobre como funcionava o esquema de provas e trabalhos no colégio, tinha sido um dia ótimo. Eu estava feliz de estar com todos eles de novo e por não ter de ir embora dessa vez. Não tinha jeito melhor de terminar o colegial.
 


Notas Finais


agora sim, até quarta feira mores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...