História A vampira - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Ayato Sakamaki, Azusa Mukami, Kanato Sakamaki, Kou Mukami, Laito Sakamaki, Reiji Sakamaki, Ruki Mukami, Seiji Komori, Shu Sakamaki, Subaru Sakamaki, Yui Komori, Yuma Mukami
Tags Diabolik Lovers, Vampiros
Exibições 32
Palavras 1.025
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Ecchi, Escolar, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Um casal nada normal.


Fanfic / Fanfiction A vampira - Capítulo 7 - Um casal nada normal.

- Yui -
Estamos esperando os irmãos Mukami na sala, os únicos que não estam presentes são: Marri e o Reiji, eu sei que eles preferiram ficar na praia, mas está chovem muito, e eu estou ficando preocupada. Após um tempo, ouvimos alguém batendo na porta, e o Subaru foi atender, ele voltou acompanhado com quatro garotos. Um deles tinha cabelos azuis da mesma cor que seus olhos, o outro tinha cabelos castanhos seus olhos também eram da mesma cor que seus cabelos, o que estava do lado esquerdo do Subaru tinha cabelos loiros e olhos azuis e o que estava do lado direito tinha cabelos verdes e olhos roxos.
- Muito prazer meu nome é Ruki- disse o garoto de cabelos azuis.
- O meu nome é Azusa- disse o de cabelo verde.
- Meu nome é Yuma- disse o de cabelos castanhos.
- Meu nome é Kou- disse os de cabelos loiros.
Depois das apresentações fomos jantar logo depois dormir, como os Mukami chegaram nos dividimos em duplas, eu fui com o Ayato, a Laura já estava com o Shu então não muda nada, a Marri como não estava nem o Reiji eles ficaram no mesmo quarto, a Isabella foi com o Subaru e o Yuma quis ir com a Júlia, após isso fomos todos para os quartos.
-Ana-
- Vamos, tenho que pegar minhas coisas.
- Ok.
Fomos ao meu quarto pegar as minhas coisas, depois as levamos pra o quarto dele. Quando entramos no quarto dele ele colocou minhas coisas no chão, e ficou parado me olhando com um sorriso malicioso nos lábios, decidi ignorar. Caminhei até minhas coisas que estavam ao seu lado, e peguei minhas roupas.
- Onde posso guarda-lás?
- Coloque as no closet.
- Ok.
Fui até o closet e guardei meus pertences. Quando voltei ao quarto não havia ninguém ali. Fui ao meu antigo quarto para pegar alguns mangas que ficaram para trás, depois voltei para o quarto do Laito, abri a porta e entrei, coloquei os mangas na estante, peguei uma toalha e fui tomar banho, entrei no banheiro e tranquei a porta, me virei e lá estava Laito tomando banho, eu não conseguia para de olhar para ele. A água escorria por todo o seu corpo, seus cabelos castanhos estavam molhados (obviamente), eu comecei a tirar minha roupa, então ele percebeu que eu estava lá, e fez um gesto me chamando, e eu fui até ele.
- Bitch-Chan o que faz aqui?
- Eu vim tomar banho. Mas agora eu quero brincar. - falei passando a mão em seu abdômen
- Que bom, porque eu também quero. - ele falou olhando para os meus seios.
- Pode pegar se quiser. –falei com um sorriso malicioso.
Ele pegou meus seios sem hesitar, ele lambia,chupava, mordiscava, enfim ele estava me deixando louca, eu o puxei, e comecei a beijá-lo, o conduzindo até a cama.
-Laito-
Bitch-Chan me beijou, me guiando até a cama, ela me empurrou ficando sobre mim. Ela foi em direção ao meu pescoço e me deu um chupão, logo em seguida deixo uma trilha de beijos pelo meu corpo INTEIRO, ela passou a mão no meu membro e eu fiquei meu exitado, eu a empurrei ficando sobre ela. A mordi sem avisar, o sangue dela é tão bom, até parece que ela foi feita pra mim, eu quero sugar até sua ultima gota de sangue, mas eu não posso, eu aprendi a amá-la.
- O desgraça, porque você não me avisou seu filho da puta?!- ela gritou.
- O vadia, cala a boquinha que eu sei que você gosta! Ah, e eu também te amo.
- Vai se fude.
- Eu prefiro fude você.
- Então anda logo com isso desgraça!
- Calma porra.
- Calma é o caralho, anda logo com isso não tenho a minha vida inteira! Demônio!
- Cala essa boca inferno!
-Ana-
Então ele me penetrou, eu dei um grito, ele dava estocadas fortes e profundas, eu sentia uma dor terrível, ao passar do tempo eu não sentia mais dor e sim um imenso prazer.
- La...Laito...ah...mais rápido- pedi entre gemidos.
- Com todo prazer.
Então ele foi mais rápido o possível, como ele é um vampiro as estocadas eram bem rápido e fortes, a cada estocada a cama balançava mais. Até que eu gozei, permaneci ali até ele gozar também, mais parecia que ele não ficava satisfeito. Ele me colocou de quatro, e voltou com as estocadas profundas, mas agora calmas, ele me deu um beijo calmo e carinhoso. Ele parou de me penetrar e se deitou, eu me deitei sobre seu peito, e coloquei minha perna sobre seu corpo, as deixando na altura de sua cintura, ele pegou em minhas coxas com força. Eu senti um volume sob mim, parece que o “amiguinho” dele quer brincar denovo. Me levante, e fui em direção do membro dele, peguei ele com força, com um rápido movimento o abocanhei, comecei a chupa-lo, Laito começou a gemer meu nome, a cada gemido que ele dava mais rápido eu ia, até que senti um sabor em minha boca...ele havia gozado. O sabor era muito bom. Eu subi em cima de Laito e sentei em seu membro, comecei a fazer movimentos de vai e vem bem rápidos, parei quando senti um jato quente dentro de mim e sai de cima dele. - Vem vamos tomar banho. -falei o puxando.
- Só mais 5 minutinhos, por favor.-ele pediu.
- Ok. -me deitei sobre seu peito e esperei dar os cinco minutos. Quando havia passado os cinco minutos nos levantamos e fomos ao banheiro. Chegando lá Laito me pega no colo e me leva para o quarto denovo, me deita na cama e abre minhas pernas, ele começa a lamber e sugar minha intimidade, quando eu gozei ele engoliu e me levou pro banheiro, me colocou na banheira e entrou, depois me colocou em seu colo e me abraçou, depois dei banho nele e ele em mim, nos vestimos e fomos dormir.
- Eu te amo Bitch-Chan!-ele falou me abraçando por trás.
- Também te amo Laito, quer dizer desgraça!-rimos e depois dormimos abraçados.
Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...