História A vampira demônio de Bobby Singer - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Bobby Singer, Castiel, Dean Winchester, Jo Harvelle, John Winchester, Lilith, Lúcifer, Meg Masters, Personagens Originais, Sam Winchester
Visualizações 11
Palavras 400
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Sobrenatural, Suspense
Avisos: Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - Reencontro dos caçadores


Fanfic / Fanfiction A vampira demônio de Bobby Singer - Capítulo 2 - Reencontro dos caçadores

- Bobby -

6 anos depois

Estava em outra caçada quando encontro John em uma casa abandonada:

- Bobby e aí cara?

- Muito bem, tirando o fato que você me fez deixar uma criança órfã. 

- Ainda com isso? Isso é passado, não importa mais.

- Eu adotei aquela menina, ela ainda sofre muito John.

- Cuida da pirralha? Você não tem nada melhor pra fazer do que cuidar de uma criança insignificante?

- Não fale assim de Sally! 

- Tá bom, ela te considera um pai pelo menos? Ou te odeia por ter matado a família dela? E você fica bastante com ela? Caçadores são muito ocupados.

- Não ouse falar assim de Sally! E eu me importo com ela sim! Diferente de você que só se importa com seus filhos! 

- Não coloque Sam e Dean nisso!

- A respeite que eu respeito seus filhos.

- Está bem, posso ir vê-la com meus filhos?

- Sim John, pode. 

Mais tarde depois da caçada

Ainda - Bobby -

Assim que Sally viu John ficou séria, ela dava um olhar mortal para ele:

- Parece que sua filha lembra de mim - John

- Cale a boca seu monstro assassino - Sally

- É isso que ensinou pra ela? Que pai você em - John

- Para de provocar John, ela é só uma criança. Sally pequena por que não com Sam e Dean um pouco?

Ela foi até lá com os meninos e eu e John começamos a discutir novamente: 

- Ela é só uma criança, nem lembra daquele dia direito.

- Não foi o que pareceu, ela também te chama de monstro assassino? 

- Só quando está irritada.

- Ela te chama de pai? 

- Raramente, quando está triste e pede atenção, só que na maioria das vezes estou caçando. 

- Pelo visto você é um pai perfeito - John falou irônico

- Eu dou meu melhor John.

- Você não devia ter ficado com ela, sei no que isso vai dar, ela vai se vingar, mas eu não vou estar aqui para ver.

- Ela é só uma menina John, que mau faria?

- Os mais inocentes podem mudar drasticamente. Vamos meninos!

John e os filhos foram embora e eu fiquei pensando, ela vai mesmo se vingar?, teria coragem ou capacidade para isso?, ela é só uma criança, que mau faria a um caçador como eu?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...