História A Viagem de Flowey - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Plants vs. Zombies, Undertale
Tags Crossover, Dimensões, Flowey, Plants Vs Zombies, Undertale, Viagem
Exibições 29
Palavras 1.277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Violência
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OMG OMG OMG FIQUEI SABENDO DA EXISTÊNCIA DE TORCHWOOD E HOVER GOAT-3000 (ainda n tenho, mas já sei q existem), PRECISO INSERIR ESSES SERUMANINHOS NA FIC FUTURAMENTE

Eu avisei q ia entrar em semana de prova, mas msm assim o cap demorou mais do q era pra demorar. Ainda bem q eu deixei todos cientes q, embora eu esteja me esforçando para postar semanalmente, minha natureza é lenta 'u' Assim ngn ficou bravo comigo!... Certo?

Boa leitura 'u'

Capítulo 6 - Gnomos Explosivos - Parte 1


POV Pea

Eu jurei que Flowey escolheria Derrubadas em Equipe, combina com ela, mas se ela quer Gnomba… Não vejo problema algum!

Ativei minha escuta.

- Time, eu e Flowey vamos explodir alguns cemitérios com Gnombas. Alguém quer vir junto?

Quase todos aceitaram. Por incrível que pareça, a exceção não foi Sunset, e sim Kacto:

- Eu adoraria, mas alguém precisa tomar conta da base.

Depois de um tempo nos reunimos na frente do Portal Multiplayer.

- Hey, Flowey! - Começou nossa amiga girassol. - A Chomper me contou que você vira um demônio na hora de matar pra valer! Quero ver isso!

- Pode deixar que eu te mostro.

- Yay!

- Kacto, tem certeza que vai aguentar sozinho? - Citron não parecia muito confiante e ficava olhando para Sunset. Acho que entendi o que se passava pela cabeça dele: quem sabia trabalhar sem ajuda era Sunset, e não Kacto. Muito pelo contrário, o espinhento está acostumado em sempre ter uma equipe atômica facilitando seu trabalho.

- Não vai ser difícil. Afinal, o que de tão ruim pode acontecer?

Já ouvi dizer que nunca se deve perguntar isso, mas concordo com ele.

A conversa até começou a fluir, mas Flowey se mostrou impaciente e resolvemos entrar logo no portal.

POV ???

- Você viu aquilo?

- Eles vão catar umas Gnombas.

- A base vai ficar sozinha!

- Não vai não, olha lá. O cacto ficou.

- Ai, socorro, um cacto. - Respondi ironicamente.

- Não o subestime! Já lutei contra ele uma vez!

- A gente junta a galera e faz uma investida que ele certamente não vai segurar!

- E deixar os cemitérios serem destruídos por aquela flor do mal?

- Larga de ser defensivo! Os cemitérios iriam se dar mal, mas as plantas perderiam uma base. Quem sai ganhando?

- Nós!

- E então?

- Vamos logo apresentar esse plano para os outros!

POV Flowey

Finalmente vou encontrar um gnomo!

Não demorou muito para chegarmos em um lugar com muita neve, muita planta e muito zumbi, mas não mais do que os que estavam na Galeria Aquática.

- Bem-vinda ao Riacho Gelado, novata promissora! Vamos atrás daquela Gnomba! - Kernel me introduziu ao novo ambiente e logo saiu correndo.

- Quem são esses? - Perguntei olhando para várias plantas que estavam por aí. Jurava que eu e meus novos amigos eram os únicos, mas pelo visto nosso time herbáceo é bem maior.

- Flowey, tanto a equipe das plantas quanto a equipe dos zumbis são ENORMES. Não cabe todo mundo em uma base só. Você encontrou a nossa turma quando chegou aqui, mas não somos os únicos. Existem muitos outros, que moram em outras bases. Foi o que eu te falei: essas batalhas são de grandes proporções; nelas, grande parte da equipe se junta. - Pea apenas confirmou o que eu já havia entendido acrescentando informações.

- Gente, localizei a Gnomba! - Ouvi Dave pela escuta. - Ela tá… Ela tava perto das cabanas, um zumbi acabou de pegar.

NÃO! NINGUÉM VAI VER ESSE GNOMO ANTES DE MIM! Olhei ao redor para encontrar essas cabanas enquanto ouvia Rose comentar:

- Eles já explodiram um jardim e nenhuma cova cedeu. Chegamos tarde e estamos perdendo.

Hum... Acho que consigo virar esse placar.

Mas, antes, tenho que ter um bom diálogo com um certo alguém.

Vi algumas cabanas ao longe e teleportei para lá. Consegui ver o zumbi carregando a Gnomba, recebendo cobertura de outros. Os matei e me aproximei do gnomo que segurava uma bomba como se fosse sua vida.

- Gnomba?

- Sou euzinho!

- Ótimo. Temos muito o que conversar.

O segurei com uma raiz e entrei no chão, aparecendo dentro de uma confortável cabana. Trouxe o gnomo junto.

- Acho que comi terra. Sério que você me enfiou no chão?! Para onde está me levando?!

- Você é um gnomo, certo?

- Sou. Por quê?

- Quero que me ajude a entender os portais!

- Hein?

- OS PORTAIS!! COMO VOCÊS FAZEM?!!

- Acho que isso não é muito importante...

Esse gnomo está me zoando? ELE TÁ ME ZOANDO?!

Não me segurei: o cerquei com meus ataques e mudei meu rosto para tentar intimidar. Tinha gente falando na escuta, mas nem prestei atenção.

- TANTO FAZ!! EU QUERO SABER!!

Ele parecia assustado. Acho que consegui.

- Eles apenas falam para eu segurar esta bomba e me teleportam para cá! Ninguém me preparou para uma situação assim!

- Nem tudo o que acontece é planejado. Ou você acha que aparecer num lugar com plantas e zumbis fazia parte dos meus planos?! Apenas me diga como vocês conseguem fazer portais!

- Então eu vou falar a verdade: eu não sei.

- O QUÊ?!

- Eu sou só uma Gnomba! Não mexo com portais!

- ENTÃO QUEM MEXE?!

- A elite!

- Quem?

- A elite gnômica, como o rei e o Ministério do Mistério.

- Eles podem me ajudar?

- Eu acho que sim, mas eles não vão querer.

- Eu obrigo.

- Não vai dar certo.

- Uhum, sei. E como eu encontro esses caras?

- Aí você já está exigindo demais!

Fechei o círculo de “pétalas da amizade” um pouco.

- Portais! Eles estão espalhados por aí… E escondidos.

- Mas você vai me falar onde eles estão escondidos!

- Tem um no esgoto.

- Esgoto? Eca.

- Mas, para você entrar nele, precisa abrir o portão. A chave está na prefeitura.

Muita coisa para raciocinar. Até parece que é um jogo.

- Muito obrigada pela ajuda! - Respondi como se nem o tivesse ameaçado.

- Por nada! E, olha, deu o tempo certinho!

Embora minha mente tenha entrado em desespero, consegui, por impulso, tacar a Gnomba na parede da cabana antes que ela explodisse do meu lado. Logicamente, ficou um buraco na parede.

Tinha muita gente querendo entrar, mas Pea deu um jeito de entrar primeiro, falar para eu teleportar para fora, atirar na janela e fugir, deixando uma grande briga entre plantas e zumbis lá dentro. Isso até me lembrou daquele Z7…

Fiz exatamente o que ela pediu e a encontrei do lado de fora.

- Flowey, Gnombas são para explodir cemitérios, não paredes.

- Eu tinha que resolver uns assuntos pessoais. Agora vai ser pra valer!

- OK.

Fomos surpreendidas. A cabana explodiu!

Algumas plantas foram arremessadas para longe, assim como alguns zumbis. Um pedaço de parede ou de telhado veio na nossa direção. Entrei no chão na mesma hora, aparecendo poucos metros mais longe. Felizmente, Citron surgiu de não sei onde e protegeu a disparervilha e a si mesmo com um escudo.

- Você está bem?

- Sim. Eu teria conseguido me salvar, mas obrigada de qualquer jeito.

Ele deu uma breve risada antes de me lembrar que eu devo explodir os cemitérios e não as cabanas. OK, já entendi!

- A Gnomba reapareceu! Ela está debaixo da ponte! - Dave Doidão nos informou. Deu para perceber, por todo o lugar, plantas e zumbis se levantando e, embora não estivessem muito bem, continuaram a lutar como se nenhuma explosão tivesse acontecido.

Esses caras já estão acostumados com a guerra.

Estava prestes a teleportar para debaixo de uma ponte que avistei quando ouvi uma conversa entre Chomper e Rose.

- Alguém da turma estava na cabana? - A rosa perguntou.

- Eu… - A carnívora respondeu.

- Vi a explosão. O que aconteceu?

- Foi um Robô-Z que se autodestruiu lá dentro.

- Esses zumbinhos estão sempre aprontando. - Citron entrou na conversa.

- Uma notícia para você, laranjão: era o robô do seu grande amigo, o Z7. - Chomper falou com ironia.

...

Ela disse…

… Z7?


Notas Finais


Gente, me ajudem.
Estou querendo pedir ajuda para os capistas do Spirit, para deixar essa fic com uma capa bem daora, mas... Eu não sei como eu quero a capa!
Alguém aí tem uma ideia de como seria uma capa legal para essa fic?

Espero q tenham gostado do cap! Nos vemos nos comentários q, embora eu demore um pouco para responder, estou sempre checando 'u'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...