História A vida (a)normal de quatro ômegas - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Deidara, Hidan, Itachi Uchiha, Izuna Uchiha, Obito Uchiha (Tobi)
Tags Jashida, Kakaobi, Kakuhida, Kisaita, Naruto, Sasodei, Shiita, Tobiizu
Visualizações 176
Palavras 1.271
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


LEIA AS NOTAS FINAIS POR FAVOR
boa leitura.

Capítulo 7 - Altas revelações


Fanfic / Fanfiction A vida (a)normal de quatro ômegas - Capítulo 7 - Altas revelações

TOBIRAMA ON


Okay, algo com toda certeza está errado! Izuna nunca me deixaria traze-lo para meu quarto sem ao menos fazer um escândalo,  eu sei que ele tentou se soltar de mim mas ele desistiu fácil, E PO TER NAMORADO UM ANO DE NAMORO COM ELE EU SEI QUE ELE NÃO É ASSIM, desculpa me estressei. 

Mesmo com muitas perguntas em minha cabeça eu não o acordei, queria que ele me explicasse com calma tudo o que aconteceu, fora que ele parecia cansado como se não dormisse a dias, então dei algumas horinhas para ele, mas o que eu não sabia é que ele iria dormir até a noite (autora: quando eles se encontraram eram umas 13 da tarde) e meus colegas de quarto logo chegariam da aula e fariam um monte de perguntas então eu teria que arrumar algum jeito de esconder o corpo do Izuna. 

Olhei ao redor até que a maçaneta se meche. Rapidamente eu coloco Izuna no chão debaixo da cama antes que quem quer que estivesse do outro lado abrisse a porta.

Quando a porta se abriu eu vi um de meus colegas entrando.


- Ei Tobi, por que faltou? Não vai me dizer que estava com algum ômega? - disse ele com um sorriso malicioso.


Eu não queria mentir para ele, então falei a verdade, mas a meia verdade.


- Sim eu estava com um ômega - respondi simples como se aquilo não fosse nada.

- E quem é que foi dessa vez? Não vai me dizer que você pegou o bunda grande lá do bairro - disse ele animado se sentado do meu lado na cama.

- Não foi ninguém do bairro e sim daqui da escola - merda, acho que falei de mais.

- Como assim Tobi? Só há 4 ômegas aqui e... um deles é o Izuna - disse ele parecendo pensar sobre o fato de eu ter matado aula para ficar com meu ex - HÁ IMPOSSÍVEL, você nunca deixaria o seu orgulho para ficar com ele, a não ser que vocês estivessem brigando durante todo esse tempo. Então me fala com quem você estava todo esse tempo? - Eu não posso falar do Izuna, ele sabe que eu não iria ficar com ele novamente, não que eu não goste dele, mas quando terminamos eu espalhei para a escola inteira que eu não gostava dele e meio que eu tenho uma honra a zelar.

- Ok, ok, você me pegou - disse erguendo as mãos no ar, como se estivesse em um assalto - eu estava com o Deidara - falei o primeiro nome que veio em minha mente.

- NOSSA, PEGANDO O NOVATO JÁ? Hahaha queria ter essa "manha" igual você tem para conquistar novos ômegas - ele começou a rir, se levantou de minha cama e andando até até porta - Bom eu tenho que ir, irei dormir fora se é que me entendi - disse ele com seu famoso sorriso de canto, e antes que ele fechasse a porta ele disse - só para avisar, os outros não irão dormir aqui hoje por que foram a uma festinha fora do colégio, então caso queira trazer o deidarinha fique à vontade.


Assim que ele saiu eu soltei todo o ar de meus pulmões que eu nem havia percebido segurar, quando eu ouso uma nova voz.


- COM QUE CARALHOS VOCÊ TÁ PEGANDO O MEU AMIGO - gritou Izuna saindo de baixo da cama e se sentando no chão.

- Foi apenas uma desculpa que veio na hora - disse já me afastando dele, certeza que ia me bater, mas ele apenas continuou lá sentado com aparência de cansaço - que foi? Não vai me bater?

- Não tô afim - certamente à alho errado.


Respirei fundo e perguntei o que me encomodar a tarde inteira.


- Izuna, o que houve? Por que vice está assim? Não quer me bater, está calmo e ainda está cheio de manchas pretas espalhadas pelo corpo. - digo sentando ao seu lado no chão o olhando fixamente - pode confiar em mim, eu não farei nada para o seu mau.

- Que frase... estranha - disse ele com um pequeno sorriso. Eu entendi o que ele quis dizer, eu machuquei ele e perdi sua confiança o traindo, seria realmente difícil de confiar em mm novamente, mas do jeito que ele está diferente não duvido de mais nada.


OROCHIMARU ON


Droga, fui chamado para a sala da direção, pelo jeito um daqueles muleques abriu a boca para alguém.

Andei a passos calmos até a sala, eu não queria ver a cara daquela desgraçada novamente, eu não sei se é iria conseguir não mata-la quando ouvisse aquela sua voz enjoada.

Eu sei que não se mistura vida profissional com pessoal, mas é impossível fingir que nada daquilo aconteceu, foi algo forte demais para mim, que mesmo tendo sangue frio (meus pais não são lobos como os dos outros alunos) eu ainda tenho sentimentos...


FLASHBACK ON 


Eu havia conhecido jiraya a pouco tempo e já estava perdidamente apaixonado por ele, e todas as vezes que ele dava em cima de mim me enchia cada vez mais de esperanças de que ele me amava igual ele amava ele, mas assim que ele viu Tsunade naquela sala, bêbada se jogando em seus braços, ele de uma hora para outra me deixou e começou a ficar sempre e com ela ao invés de mim, como era antes. 

Já estava óbvio que isso iria acontecer algum dia, afinal nem lobo eu sou, não iria conseguir satisfazer meu alfa, mas por que justo com Tsunade, minha Ex amiga que nem esperou um segundo e já estava se pegando com meu alfa, e desde então eu tenho sentido raiva de todos os lobos e busquei vingança.

Eu fiz 4 experimentos para lobos que mudariam seu jeito, um fazia com que um ômega só se satisfaria no cio com dois alfas (Jiraya nunca permitiria isso, ele é muito ciumento e possessivo), outro deixava o sangue das vítimas preto com o pior gosto do mundo para alfas ( assim não seria possível morder seu pescoço), outro faria com que ao sentir o cheiro de outro ômega em seu alfa ficasse literalmente, começando a jogar tudo pro ar, quebrando a casa e indo atrás desse outro ômega, e o alfa nem precisa ter dormido com outro, apenas por ter encostado em algum outro ômega já ficaria com cheiro (Jiraya é mulherengo e detesta ciumes para cima de si) outro mudaria seu "sexo", por exemplo se ele for ômega se transformará em alfa ou beta ( caso os primeiros experimentos não funcionassem eu mudaria isso nela, assim para se satisfazer ele procuraria outra ômega, obviente em um lugar longe de Tsunade já que por aqui na se tem muitos ômegas).

Como aqui não se tem muitos ômegas e pelo meu trabalho de inspetor eu não poderia sair para outro país, eu usei os primeiros ômegas que eu vi em minha frente, infelizmente quando eu fui aplicar um dos experimentos em um ômega loiro, um alfa se entrometeu e eu acabei colocando nele algum desses experimentos, eu não lembro qual mas eu acho que foi o segundo, não sei se esta fazendo efeito nele mas eu acho que não, e por esse motivo esse terei que começar meua estudo novamente para fazer novos experimentos e ferir Tsunade.


FLASHBACK OFF 


Eu já estava na porta da direção mas me faltava coragem para abrir pois eu sabia que veria meu amado se pegando com aquela vaca, e me olhando com o se isso não fosse nada.

Fiquei uns 5 minutos só olhando para a porta até que criei coragem e à abri, e adivinha, eu acertei, lá estavam os dois quase transando em cima da mesa...


Notas Finais


Gente desculpa, eu sei que eu disse que ia recomeçar a fic e talz só que eu já demoro pra postar e ter que fazer tudo de.novo... eu me conheço e sei que eu não ia fazer e por esse motivo eu peço desculpas, eu deixarei para reescrever (se eu achar que está muito ruim, pq como eu disse, é provável que eu vá deixando de lado e acabe não fazendo) quanda fic acabar.
Eu gostaria muito que vcs me perdoasse é sério, eu não devia ter dito aquilo para vcs sem ter certeza, eu infelizmente fiz vcs de idiotas, e eu realmente tô arrependida, JURO QUE NÃO FAREI MAIS, e por esse motivo eu irei postar um Cap hoje, sábado e domingo para recompensar a demora e a "mentira".
DESCULPA SERIO


PS: tenham um ótimo dia e espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...