História A vida da garota sem vida - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Bullying, Escola
Exibições 2
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Bishoujo, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Mistério, Misticismo, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Demorei, mas voltei, agora eu tô aqui, sorry

Capítulo 4 - Tirando dúvidas com uma confissão inédita: parte 2


Fanfic / Fanfiction A vida da garota sem vida - Capítulo 4 - Tirando dúvidas com uma confissão inédita: parte 2

Chegando em casa, minha mãe convidou todos para jantar, claro, bem óbvio que esse bando de esfomeados aceitaram e foram antes do banho, eu não, como sou linda, perfeita e higiênica, fui tomar banho antes. Entrei no banheiro e depois sai ( isso foi uma quebra de tempo), quando saí, eu vi John na cama, eu fiz um gesto de grito e ele também para não chamar a atenção de ninguém:

- O que você tá fazendo aqui? - Parecia que eu gritava sussurrando

-Desculpas, a sua mãe falou que você demora no banho! - ele riu, também não pude deixar de rir

-Mas tu não veio para ver meus peitos não, né? - tentei brincar com ele um pouco

-Vai se ferrar! - ele falou rindo

-Sai daqui, antes que eu te expulse daqui, pera... buguei - como assim??? 

-Calma, só vim pegar toalha e escova de dentes e roupa - falou ele corando 

Primeira vez que eu o vejo corando, meu Deus, ele é muito fofo! Meu Deus... Porque eu tô achando isso? Nunca me senti assim... Gente, eu tô passando mal! 

Depois de minutos de lamentação e tentando me arrumar, desci para jantar, jantei, conversei, ninguém tocou no assunto da mudança, ainda bem, após a janta, todos subiram para jogar no xbox, não era just dance, era Tomb Raider. Jogamos até chegar numa parte em que tudo pega fogo, aparece um monte de caras, tava difícil pra caramba, eu falei para todos que ia na sacada (meu quarto tinha uma sacada), para meditar e achar uma forma de passar daquilo, todos riram de mim, eu só disse:

-Não me julguem! - falei rindo também 

Na verdade, eu só ia pesquisar alguma gameplay com essa parte, tava eu assistindo, quando a porta de vidro de abre, era John, ele se sentou ao meu lado e falou: 

-Posso "meditar" com você? - ele pergunta corando

-Pode sim moço - falei corando também 

-Você fica muito linda quando está corada - corei ainda mais

-V...Você t...também - merda, gaguejei

-Mel, posso te pedir uma coisa...?

-F...fale - merda, ainda gaguejando 

-Posso... te... beijar? - COMO ASSIM??? ELE ME PEDIU ISSO MESMO??? ISSO É SÓ UM SONHO??? - Tipo, quando descobri que você ia se mudar, eu fiquei um pouco chocado, porque eu já gostava de você faz um tempo, e antes de você ir, eu quero sentir seu calor - MEU DEUS, ELE TÁ SE APROXIMANDO DE MIM!!!!!! 

-P... po... pode... - falei tremendo e suando muito

Quando menos espero, estava lá, meu primeiro beijo, senti uma completa paz dentro de mim, eu estava colocando meus baços em volta dele, como um abraço, quando ficamos sem ar, ele parou e eu disse:

-Idiota! - falei rindo - Agora como vou te esquecer?

-Quem disse que precisa? - ele puxou seu celular mostrando a opção de vídeo chamada no MeetNew

Pulei em cima dele e dei outro beijo! Quando entramos, Cassie e Julie perguntaram:

-Eai? 

-Eu me declarei! - falou John - e agora estamos namorando - Ué??? Como assim??? 

-Bem que eu disse!!!! Trouxa!!!! - Cassie começou a rebolar enquanto Julie olhava com cara de nojo e entregava uma nota de 10 dólares:

-Duas Vagabundas!!! - falei rindo

Jogamos até umas 3:17 da manhã, quando fomos dormir, Julie e Cassie em um colchão de casal, enquanto John num colchão de solteiro. Quando fui adormecendo, conseguindo pegar no sono, John me acorda dizendo:

-Posso me deitar com você moça??? - isso era próprio para nossa idade??? 

-Pode sim moço - ele deitou me envolvendo em um abraço, adoro 

Dormimos de conchinha (adoro!!!!), foi muito bom, nada de mão boba nem nada, somos ainda menores de idade. 

Todos nós acordamos com os gritos de meu pai:

-PUTA QUE PARIU!!!! SE EU MANDEI CHEGAR NESSE DIA, É PORQUE ERA NESSE DIA!!!! 

Continua...


Notas Finais


Caralho mano, eu amo muito a Mel, quando ela cora, melhor ainda!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...