História A vida de Adele - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aluna, Amizade, Arctic Monkeys, Bebidas, Brigas, Carro, Lana Del Rey, Pais, Professora, Skins, The Neighbourhood
Exibições 57
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Voltei migos, aproveitem

Capítulo 19 - De volta a escola


Fanfic / Fanfiction A vida de Adele - Capítulo 19 - De volta a escola

Adele's P.O.V

  26 de Junho // 11:45 AM
  
   Bom, aqui estou esperando o Harry sair da aula. Mas todo mundo já saiu e nada desse garoto, e nem de Lenna. Eu iria dar um tempo pra ela mas eu não consigo, minha mãe diz que eu sofro de ansiedade e acho que sofro mesmo.

   Estou estacionada estrategicamente perto do carro de Lenna, só pra caso ela vier até o carro dela [n/a: ( ͡° ͜ʖ ͡°)]. Porém já saiu a caralha da escola toda e nada dos dois. Minha mente já ta maquinando tudo. Vou mandar outra mensagem para aquele viado.

   Chat On

Me: Cadê tu Antônio Harry?? E cadê a Lenna?? (11:55)

Me: Harryyyyyy (11:56)

Me: Harry eu vou te matar (11:59)

Frutito: Calma aí vadia (12:00)

Frutito: Eu estou no clube de debate, lembra? (12:01)

Frutito: Agora ver se entra logo, sua mulher tá aqui. (12:01)

   Chat off

   Nem respondi ele, já desci do carro e fui em direção ao auditório, o mesmo da última vez. Para entrar na escola não tive muita dificuldade, o porteiro acreditou que eu estava indo falar com o coordenador. Enfim, chegando na porta do audit, ajustei minha roupa, checando se estava tudo certo, e sim está. Hoje eu vesti uma regata florida, uma calça jeans com os joelhos rasgados, e um tênis branco.

toc toc toc

   — Licença, desculpem o atraso.

   — Pode entrar. — alguém disse quando eu pus cabeça dentro do auditório.

    Olhei ao redor e primeiro meus olhos focaram nela, Lenna. Que ser mais lindo. Minha mente ficou tão paralisada que esqueceu de procurar Harry que vendo meu block de ações praticamente gritou:

   — ADELE, aqui — ele gesticulou — Senta aqui do meu lado.

   — Ui, to indo, não grita.

   Se eu pudesse me ver no espelho eu com certeza estaria parecendo um pimentão de vergonha. Ele gritou e todos da rodinha olharam pra mim, mas no meio disso vi Lenna da um sorrisinho divertido. Caminhei até ele é sentei ao lado dele.

   O assunto debatido essa semana é... eu realmente não prestei atenção no assunto debatido, meus olhinhos estavam focados nela, toda linda, falando com aqueles nerds, com o venho franzido pela seriedade do assunto.

   Parece bobagem mas hoje ela tá mais bonita do que o comum, ela está vestindo uma calça vermelha bem apertada e uma blusa preta. Me perdi de novo olhando a beleza dela quando senti um pequeno beslicão no meu braço. Harry me beliscou.

   — Garota para de encarar a profê e finge que tá prestando atenção — ele susurrou.

   Fiz joinha para ele e assenti, e pau, o tempo foi passando e as pessoas falando e eu perdida na professora. Passou tão rápido que eu só sai do transe quando novamente Harry me cutucou falando que ja tinha acabado, e de fato tinha, a maioria já tinha saído e alguns mais chatos que os outros permaneceram no encalço da Lenna, ainda falando sobre algo que realmente parecia importante.

   O garoto ao meu lado por sua vez me puxou pelo braço para  sair, prorestei mas ele me ignorou totalmente. Quando chegamos lá fora ele me soltou e eu tornei a falar.

   — Mas que porra Harry! Eu já falar com ela. — Quase gritei. Ele quase machuca meu braço, uma puta mesmo.

   — Você vai falar com ela, só se acalma. — ele segurou meus ombros — Eu sei a mente doentia que você tem, e sei também que você não vai desistir dela fácil assim. — suspirou — Então, juntando sua mente, com a minha mente, vamos executar um plano.

   — Ta, agora eu to com medo, só avisando que não vou sequestrar ela. — falei já com medo do plano que viria.

   — Não atrapalha minha linha de raciocínio vadia! Nos só vamos almoçar, eu, você, e sua amada. Ela jaja vai sair e chamamos ela pra almoçar.

   — Sem querer ofender, mas acho que ela não ficaria a vontade com um viado entre nós.

   — Aí está o X, eu como boa pessoa, terei um imprevisto e não vou poder ir. Você me deixa em casa e vai almoçar. — ele deu pulinhos pelo plano super bem elaborado — Agora haja naturalmente, lá vem ela.

   Não tive tempo para pensar em mais nada, ela já estava no encalço e eu tensa pelo plano é por ela.

   — Olá pessoas.

   Ela nos comprimentou e já estava abrindo a porta do carro dela quando meu viado, digo, meu amigo falou

   — Oi Lenna, cê tá livre agora? Adele e eu estamos indo almoçar no Smith & Wollensky, lá é ótimo.

   — Eu gostaria muito mas não posso, provas para corrigir — ela falou erguendo as folhas na mão.

   — Qual é Lenna, você pode fazer isso mais tarde, vamos só almoçar. — me meti na conversa.

   — Isso mesmo, vamos lá profê, vou aproveitar e tirar umas dúvidas com o português. — Harry sempre faz cena. Céus.

   — Eu não devia, mas tudo bem, afinal é só um almoço.

   Sim Lenna, apenas um almoço. Falei comigo mesma de novo, isso tá ficando estranho.

   — Certo, vamos no meu carro. — falei — tudo bem para você Lenna?.

   — Tudo, só preciso ligar para um amigo vir buscar meu carro. Um minuto.

   Ela tirou o celular do bolso e saiu para ter um pouco de privacidade na ligação, Harry não perdeu tempo e já falou.

   — Ta dando certo vadia, é hoje que você come ela.

   — Harryyy!! ela pode ouvir — repreendi — e outra, onde fica a porra desse restaurante?

   — Me dá o teu celular imprestável.

   Ele revirou os olhos e puxou o celular da minha mão e pôs no GPS e apareceu o lugar, não era tão longe, uns 20 minutos talvez. Porém o que me imprecionou mais foi o lugar, fodengo.

    — Harry meu cartão de crédito tem limite — falei por ser um restaurante altamente rico.

    — Miga, relaxa, eu tenho um primo que trabalha lá, cozinhando, então ele reservou uma mesa pra vocês e quanto a conta, não se preocupe.

   — Harry você é louco.

   — Eu sei — ele riu e eu o abracei por ser tão fofo.

   — Pronto, podemos ir? — Lenna perguntou.

   — Claro, vamos.


Notas Finais


Por hoje é só. Na capa é o restaurante que vão no próximo cap e a roupa da Adele.
Qualquer dúvida ou sugestão me digam
Comentem
Favoritem
E é isso
Bjonegotchautchau 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...