História A vida de dois gamers - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Jade, Kentin, Leigh, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Personagens Originais, Priya, Rosalya, Violette
Tags Amor Doce, Armin, Colegial, Gamer, Romance, Shoujo
Exibições 32
Palavras 1.682
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Yoo minna-san! Como vão?
Com vocês, mais um capítulo de A Vida de Dois Gamers!
E antes que vocês me matem, por favor saibam que nesse capítulo tudo será resolvido, ok?
Espero que gostem!!

Capítulo 11 - LITTLE?!


Fanfic / Fanfiction A vida de dois gamers - Capítulo 11 - LITTLE?!

-FLOPPY!!!! - diz Alexy pulando no pescoço de Kentin e beijando-o.

QUÊ?!

Por um momento ficamos apenas observando os dois  naquele beijo, e então quando eles se separam o Hades veio a tona (para o fãs de Percy Jackson ^^):

-AI MEU DEUS, AI MEU DEUS, AI MEU DEUS, AI MEUS!!!! - Rosa gritou - o quê...

-A-a-a-Alexy?! - eu gaguejei - o-o que... Porque...

E enquanto todos ficávamos sem saber o que fazer como um bando de discos travados, o Armin desmaiou.

 

WEVELLIN OFF.

ARMIN ON.

 

Algo aconteceu. Algo realmente grande aconteceu. Peraí. O que aconteceu? Ah, é... Meu irmão beijou aquele cara... Aquele cara... Beijou... Meu irmão...

Peraí.

QUÊ?!

Quando eu finalmente recuperei a consciência. estava em um lugar completamente branco e claro, com luzes muito fortes na minha cara. Tem alguém segurando a minha mão... Wen? Ah, entendi... 

-Eu tô no céu? - perguntei, olhando ainda meio tonto para o rosto dela. Tão linda... - você é um anjo?

-Hahaha, eu sei que sou linda mas não chego a parecer um anjo - ela disse quando percebeu que eu havia acordado - mas sério, só você mesmo pra fazer todo mundo se preocupar assim! A gente tava em um momento profundo, sabia? Quer dizer, pelo menos aqueles dois estavam. Você desmaiou do nada, e bateu sua cabeça na quina da mesa... Você se lembra de mim, né? Quantos dedos tem aqui? Quem ficou nas finais do The Game Winner esse mês? - ela falou depressa, enquanto me olhava com um olhar preocupado.

-Hum... Sim, Wen, eu sei quem você é. Acho que é impossível apagar você do meu banco de memórias mesmo com a poção suprema... - falei, olhando para ela - e é claro que foi o Suprem Max!! Como você pode não se lembrar?!

-Ah... Vai sobreviver - falou ela.

-MIM MIN!!! - gritou Alexy, entrando na sala (que eu até agora não sabia onde era) seguido da Rosa e do aluno novo - não morre, Min Min!

-Uh, sai pra lá Alexy - falei me soltando de seu abraço.

E então, olhando para o rosto do aluno novo, eu lembrei.

Ah, merda...

-ALEXY, SUA BICHA, PORQUE VOCÊ ATACOU AQUELE GAROTO?! - eu gritei para ele assim que me lembrei de tudo.

-Me desculpe pelo meu irmão, esse glitter de potinho não conhece seus limites... - falei para o aluno novo (Kentin, eu sei, mas eu não quero falar o nome dele. Ele abraçou a Wen).

-Ah, tudo bem. Na verdade, eu meio que até gostei... - disse ele corando e desviando o olhar.

OI?!

-Alexy... Você poderia, por favor, me contar O QUE É QUE TÁ ACONTECENDO AQUI? Em que tipo de dimensão paralela meu irmão tem um garoto que gosta dele, e... E... Porque é sempre você o primeiro?!

-OI?! - agora foi a vez de todos perguntarem.

Pois é... A verdade é que, por mais estranha seja a situação de ter o meu irmão beijando um cara do nada na cara dura, eu estava mais bravo ainda por ele ter sido o primeiro a conseguir alguém, e não eu!! Porque, sério, esse cara não considera meus sentimentos não?! Eu já gosto dela, e quero me declarar pra ela, mas assim fica ainda mais difícil... Olha a minha situação!

-Armin... Você queria beijar o Kentin? - perguntou a Rosa, não entendendo nada.

-Ah meu Deus... Eu não sabia que era assim que você se sentia, Armin! Eu, eu... Eu vou apoiar vocês, não se preocupe! - falou Wen, com o rosto vermelho.

-Eu não... VOCÊS NÃO ENTENDERAM NADA!! Além do mais, isso não seria errado? Vocês já param pra pensar que eu não quero formar um triângulo amoroso com um cara que eu conheci a menos de 3 minutos?! E ele é um cara!! Eu não sou o Alexy!

-Min Min... Desculpa, mas o Floppy é algo que eu não posso te dar... Você vai ter que me enfrentar primeiro! - disse Armin se colocando a frente do "Kentin" e abrindo os braços.

-Você ainda não entendeu!! - eu gritei.

-Ei, ei... Calma aí gente, eu não to entendendo nada aqui... - disse Kentin, tentando nos acalmar.

-Acredite, eu estou entendendo menos ainda - disse Wen com um olhar sarcástico.

-Aii que emocionante! - Rosa deu um gritinho (pra você é né, você é uma alien que caiu do espaço).

-Bem... Mas, vamos nos acalmar e explicar a situação, ok? - disse Alexy pela primeira vez parecendo responsável e maduro - como o fato de que eu  não vou dar o Floppy pro Min Min - e quebrando minhas esperanças.

-Alexy... Coloca uma coisa nessa sua cabeça... EU NÃO SOU GAY!! Eu só estou tentando entender a situação, ok? E pra começo de conversa, onde é que eu tô? - eu pergunto, tentando acalmar aquela bagunça.

-Ah, quando o seu irmão atacou o Ken você caiu de cara no chão e bateu a cabeça na quina da mesa, então nós tivemos que te trazer para a enfermaria já que, segundo a garota do fundão, você podia ter uma "contusão cerebral" - disse Wen, fazendo aspas com os dedos - mas ia até ser legal... Tipo aquela garota de Amnesia!

-Não ia não! - eu disse - mas... Um... Você e esse Kentin se conhecem?

-Ah, sim. Nós somos amigos de infância. Eu só não esperava que ele conhecesse o Alexy também, muito menos que... - disse ela, começando a corar.

-Sim... - eu disse, também corando.

-Do que vocês estão falando? - perguntou Kentin - vocês também eram meus amigos.

-Sim, eu sim mas o Armin não te conhecia. Como você ficou conhecendo o Alexy? - perguntou Wen.

-Do que você está falando, Wen... É claro que o Armin também era nosso amigo! Não me diga que você não se lembra?

-Hã?! - eu Wen perguntamos ao mesmo tempo.

-Ah céus, já vi que todo mundo aqui está com amnésia. Ok, deixem-me refrescar u pouco a memória de vocês... - Kentin começou a falar, nos fazendo ficar em círculo a sua volta. Como eu ainda estava deitado naquela maca, eles se juntaram ao redor de mim (o que foi meio sinistro).

-Quando nós eramos crianças, meus pais e os da Wen eram amigos, e nós também éramos. Um dia todos fomos passar um tempo nessa cidade, já que nossas famílias estavam no mesmo negócio. Nossos pais vieram para uma reunião importante aqui, e nós ficamos hospedados na casa da tia da Wen. Depois de um tempo, eu arrastei ela para fora de casa como sempre fazia, mas nós encontramos um garoto procurando alguém para brincar. Seu nome era Alexy - ele disse isso olhando para Alexy de forma carinhosa - e ele disse que se nós brincássemos com ele, o garoto seria nosso amigo daqui para a frente. Quando fomos para sua casa, ele tinha um irmão chamado Armin - ele disse olhando para mim - que era um gamer mirin igual a viciadona da Wen. Algum tempo depois de nos tornarmos amigos, nossos pais terminaram o que tinham para fazer aqui e nós tivemos que ir embora. Mas antes, todos fizemos uma promessa: nós definitivamente nos encontraríamos novamente. Eu dei uma fechadura para o Alexy, e fiquei com a chave que a abriria. Eu admito que... Bem... - ele começou a corar - o Alexy foi meu primeiro amor, e eu não podia aguentar a ideia de não vê-lo novamente... Assim, quase oito anos depois, aqui estou eu! - disse ele, finalizando o nosso choque coletivo.

Quando ele acabou de falar, a Rosa gritou:

-AI QUE FOFINHO!!!!!!! - quase estourando nossos ouvidos - mas porque eu sou a única que não estou na história? Magoei.

-Hã? Mas... Peraí... - disse Wen indo até sua bolsa e começando a mexer nela - tem que estar aqui, eu sei... Aqui!

Enquanto olhava para o anel na mão dela eu pensei: "eu conheço isso"... E então eu lembrei: nossa promessa. Assim que as minhas memórias voltaram, eu corri até a minha mochila e peguei anel que sempre guardava lá.

-Wen? - falei mostrando o anel para ela.

-Ai meus deus... - ela disse enquanto o juntava com o seu - eu me lembro... Nossa promessa, "para sempre".

-Sim, eu-

-Little, me desculpa!!! - ela disse enquanto me abraçava.  

 

ARMIN OFF

WEVELLIN ON:

 

Ai meu Deus, como eu sou idiota!! Como eu não percebi antes? Porque eu não o reconheci... Ah.

-Little, me desculpa - eu disse enquanto o abraçava- Eu... O acidente... 

-W-wen... - ele diz enquanto retribui o abraço - e-eu não conseguia me lembrar de você, eu apenas sabia que algo importante estava faltando... Como eu não te reconheci?

-Desculpe interromper, mas... Eu acho que tem uma explicação para isso - Kentin começou a dizer - no dia da promessa, em que dissemos que sempre estaríamos juntos, todos nós fomos ao aeroporto para a partida. Le e Min insistiram em nos acompanhar até o aeroporto para nos despedirmos, e no caminho sofremos um acidente. O médico disse que eu era o único que não havia sido afetado, todos os outros teriam uma amnésia recente. Depois de um tempo no hospital nossos pais decidiram que seria melhor partirmos assim mesmo, e não pudemos nos despedir. Assim, vocês se esqueceram de tudo o que passamos juntos. 

-E porque você não me falou?! - gritei - eu poderia ter tentado lembrar, ou não sei...

-Porque o doutor disse que seria ruim forças suas memórias. Ele disse que elas tinham que ir voltando aos pucos, ou você poderia ficar com sequelas... Desculpe, Wen. - disse Kentin, tentando se explicar.

-Eu ainda continuo me sentindo excluída... - disse Rosa.

-Awnnt Rosa, desculpa... Mas você é minha amiga agora, e não há nada que possa mudar isso! - eu disse, enquanto lhe dava um abraço.

-Aii, eu vou chorar miga... - ela respondeu.

-Hahaha, chora não... 

-Mas agora que está tudo explicado, que tal um sorvete? - disse Alexy.

-Siiim!!! - disse Kentin o abraçando enquanto eu e Armin nos olhávamos, cúmplices e corados.

Ai meu deus gamer... 

E agora?

 

CONTINUA...


Notas Finais


Bem, e é isso!
Caso vocês estejam se perguntando porque o Alexy chama o Ken de Floppy, é por causa do cereal em que eles eram viciados, Fruit Loops. Ele abreviou o nome e passou a chamar o Kentin "carinhosamente" assim.
Espero que tenham gostado, e deixem seus comentários please!
Bye bye ❦


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...