História A vida de Katniss Everdeen - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jogos Vorazes (The Hunger Games), Os 13 Porquês (13 Reasons Why)
Personagens Annie Cresta, Effie Trinket, Finnick Odair, Gale Hawthorne, Hannah Baker, Katniss Everdeen, Peeta Mellark, Primrose Everdeen
Tags Jogos Vorazes
Visualizações 28
Palavras 1.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - A primeira aula


Fanfic / Fanfiction A vida de Katniss Everdeen - Capítulo 2 - A primeira aula

Acordei com batidas na porta. Me sentei um pouco atordoada e falei um pode entrar que duvidei se a pessoa tinha entendido. Mas logo Prim abriu a porta e adentrou meu quarto. Ela ainda estava de pijama. Eu estava sem entender. Estava escuro ainda.

- Kat, posso dormir com você? -ela disse chegando perto da minha cama.

- Que horas são?? -foi o que eu consegui perguntar

- São 4:50.

- Certo. Venha, deita aqui. -disse me deitando novamente. Como a cama é de casal, dava para dormirmos numa boa. - O que aconteceu? -perguntei assim que ela se deitou ao meu lado.

- Tive um pesadelo.

- Humm... durma patinha. Vai precisar acordar daqui a algumas horas.

- Tudo bem.

Eu nem precisei esperar muito e logo caí no sono. Acordei novamente com o despertador. Olha... isso não é coisa de Deus não. Eu acordei assustada e quase joguei aquela porcaria pela varanda. Prim também se assustou. Mas assim que nos olhamos começamos a rir. O motivo? Não faço a mínima ideia.

- Bom dia. -disse prendendo o cabelo em um coque frouxo.

- Bom dia. -ela disse se levantando. - Vou para meu quarto, me arrumar. Te vejo no café.

- Tudo bem. Não demore.

- Eu é quem deveria ter falado isso.

- Kkkk não começa.

Eu tomei um banho rápido. Depois fui para o closet e vesti uma calça, uma camisa com mangas 3/4 e calcei um tênis da Adidas. Escovei meus dentes e dei uma arrumada no cabelo. Peguei minha mochila, documentos e as chaves do carro. Minha mãe não gosta que eu ande de moto com Prim. Sim. Eu dirijo moto e carro. Papai tem uma moto, ele quase não usa, então eu que uso. E minha mãe não gosta muito, ela diz que é perigoso. Mas enfim.

Quando desço, tomo meu café com Prim, me despeço dos meus pais e saio. Fazemos o percurso cantando algumas músicas que tocavam no carro. Assim ela foi distraída e calma. Chegando na porta da escola, eu estacionei e desliguei o carro.

- Está pronta? - perguntei ansiosa por ela

- Estou. -ela disse sorrindo

- Isso maninha. - disse a puxando para um abraço. - Se der eu venho te buscar, mas se não, o papai ou a mamãe vão vir. Qualquer coisa pode me ligar, ok?

- Ok. Tchau.

- Tchau. Tenha um bom dia.

- Você também.

Ela saiu do carro e eu fiquei observando. Ela foi andando pela crianças e se sentou em um banco. E então duas meninas, uma morena e uma ruiva foram e se sentaram ao lado dela. Pouco depois a morena falou com ela e então as três ficaram conversando. Foi bem mais rápido do que eu imaginava. Eu dei partida no carro e segui para o colégio. Chegando lá, estacionei o carro e fui procurar o povo. Eles tinham marcado de esperar perto da fonte. Eu andei um pouco e vi a tal fonte e um grupo lá. A medida que eu ia me aproximando eu reconhecia o pessoal. E lá estavam Annie, Finn, Gale, Hannah, Johanna, e Justin.

- Falaa galeraaa -cheguei já chamando atenção. Eles me olharam assustados e então sorriram e vieram me abraçar.

- Olha só que chegouu, a nova gostosura do pedaço. - Johanna disse. Ela é meio louca. Meio não. Ela é muito louca.

- Nova gostosura? Por que? Kkkk -perguntei abraçando ela

- Minha querida já vi uns 10 ai te olhando. Vai entrar para as líderes de torcida? - ela perguntou

- Acho que sim. Depois vejo isso.

- Ei moça, não vai falar comigo não? -ouvi Gale falar atrás de mim. Me virei sorridente e me joguei em seus braços. Ele me deu um abraço apertado e depois um beijo. - Animada?

- Nem tanto, mas estou. -disse me afastando um pouco

- E a Prim?

- Já está na escola. Ela estava animada. Eu fui levar hoje.

- Legal. Vamos, já está na hora. - Finn disse chamando nossa atenção.

Fomos andando em meio ao pessoal. Minha primeira aula era de matemática. Junto com Johanna, então eu fui seguindo ela até a sala. Ao entrarmos, vi quase todos os lugares ocupados. Tinham apenas dois no fundo. Um do lado de um garoto, e outro do lado de uma garota. Johanna que estava na minha frente, foi e se sentou do lado da garoto e então eu fui e sentei ao lado do garoto. Ele estava conversando com um dois caras que estavam sentados na frente. Eles riam e faziam piada de alguém. Eu fiquei quieta o tempo todo, olhando em volta. Pouco depois o professor entrou na sala. Ele tinha uma cara de bêbado. Seus passos eram arrastados. Parece que alguém veio dar aula de ressaca. Ele se sentou na cadeira atrás de sua mesa e olhou para turma. Ele olhou um por um, e o que eu menos esperava aconteceu. 


- Ora ora ora, temos carne nova no pedaço! Como se chama docinho? -ele enfim falou e o silêncio reinou na sala. Todos se viraram e começaram a me encarar. Eu senti minhas bochechas ficarem vermelhas. Ele fez um sinal com a a mão para que eu levantasse. Minhas pernas estavam travadas na cadeira. Me apoiei na mesa e me levantei.

- Me chamo Katniss. -disse dando uma olhada rápida no pessoal.

- Eu não ouvi. -o professor disse. Eu travei meu maxilar. Qual o problema desse cara.

- Me chamo Katniss Everdeen. -disse mais alto.

- Ok, senhorita Everdeen, é uma honra tê-la aqui em nossa classe. Pode se sentar.

Eu me sentei e então percebi que o garoto que estava ao meu lado me encarava.

- Nos conhecemos de algum lugar? - ele perguntou estreitando os olhos. Eu tentei me lembrar dele de algum lugar, mas não conseguia.

- Não, acho que não. - disse e me virei para o professor.

- Ei eu me lembrei. Você é a namorada de Gale. Sabia que te conhecia de algum lugar.

- Ah sim. Você é o cara que derramou refrigerante em mim naquela festa. Babaca. -murmurei o último nome, mas ele ouviu.

- Foi sem querer. Eu estava meio chapado, e não tenho culpa se você se bateu em mim. - ele disse tentando se defender

- Ah eu percebi que estava chapado, até porque quase caiu encima de mim também. - disse me lembrando da festa e dele

- Ok, não vamos entrar em mais detalhes, Katniss. Me chamo Peeta. -ele disse estendendo a mão para que eu apertasse. Eu hesitei um pouco, mas suspende minha mão e apertei a dele. Seu aperto foi leve, sem sacanagem nem nada. Apenas um leve aperto. Ele abriu um sorriso assim que soltamos nossas mãos. Eu retribui o sorriso meio sem graça. Nossa isso é errado. Muito errado. Mas eu senti algo. Não sei explicar. Sabe quando você vê alguém e parece começar a sentir algo por ela mesmo sem conhecê-la nem nada. É uma sensação legal... não sinto a tanto tempo. Só espero que ela não me leve a fazer coisas que me deixem na pior...

Continua...






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...