História A vida de Marinette (Miraculous- Universidade) - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Personagens Originais, Plagg, Sabine Cheng, Tikki, Tom Dupain
Tags Adrien, Adrinette, Alyno, Marinette, Plakki
Visualizações 29
Palavras 192
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hello people, Volteiiiiiii e agora pra ficar, pq aqui, aqui é meu lugar.
Ehhhhh, Volteiii.
Criatividade: 40%
Força de vontade: 50%
Tempo: 10%
É isso que me transforma nesse exato momento, comecei a fazer esse capítulo as 10:40, e estou terminando às 15:32, então sorry por deixar vocês esperando tanto tempo e..... Fuiii

Capítulo 13 - TIKKI UNICORNIA ENDIABRADA III


POV MARINETTE

Encaro Alya correndo atrás de Tikki com uma espada na mão? Sério, de onde elas foram tantas coisas? Me lembre de nunca brigar com a Alya

Alya: TIKKI SUA UNICÓRNIA ENDIABRADA, VOLTA AQUI, RU JURO QUE SE EU TE PEGAR VOU TE CORTAR EM PEDACINHOS!

Tikki: AHHH, SOCORRO, ESSA ANTI-UNICORNIOS QUER ME MATAR, EU SOU A ÚLTIMA DA ESPÉCIE SUA DESUMANA

Por quê senhor? Por quê eu não posso ter amigas normais que não me façam passar vergonha? Eu não sou digna de tal merecimento? 

Do nada a Alya para de correr e a Tikki também, e olham para mim, aí meu santo Berg, me ajude. Elas vêm em minha direção e eu vou recuando para trás, até que encosto na porta, abro ela e saiu correndo em direção ao apartamento dos meninos, por sorte estava aberta, entro é tranco a porta, quando olho para dentro vejo o Agreste só de cueca, até que percebo que estou só de pijama CURTO! cubro meu corpo com as mãos, não tentativa falha de esconder o resto do meu corpo que não estava coberto pelo pijama, Adrien vem em minha direção e diz no meu ouvido: 

Adrien:........


Notas Finais


O que será que ele falou?
Continuo?
Gostaram?
Me desculparam pela demora?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...