História A vida de um adolescente - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama
Exibições 7
Palavras 765
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Depois de ter mudado de escola Gabriel começou a ter vários problemas, por conta de não ter amigos nessa nova escola.

Capítulo 3 - Os problemas da adolescência


Fanfic / Fanfiction A vida de um adolescente - Capítulo 3 - Os problemas da adolescência

Se bem que era legal lá porque eu tinha amigos, e já está fazendo um mês que entrei nessa escola e continuo só, sem amigos. Fico aqui com o meu caderno de desenho olhando os meus desenhos que fiz com os meus antigos colegas de classe sinto saudades mas tenho que me conformar, eu mereci isso agora vivo desanimado pra fazer as coisas não importa o que seja e aonde seja, na escola, em casa, na casa dos meus parentes, eu odeio tudo e todos, depois de um certo tempo comecei a escutar rock, ver animes, ler mangás e etc.

Essas são as únicas coisas que me deixa relaxado e alegre, até que um dia dentro do ônibus voltando pra casa eu estava ouvindo música bem alta então não percebi logo três pessoas começaram a mexer comigo me empurrando e eu nem dava bola fingia que nada estava acontecendo até que tiro fone e olho pra trás... um sorriso se abre de uma orelha a outra que a tanto tempo eu não tinha mais dado, uma lágrima de alegria escorre em meu rosto, meu coração batia a mil no momento fiquei e reação alguma... eram eles Gabrielle, Davi e Jiulia ao ver eles fiquei admirado a Gabrielle nossa como estava linda, Jiulia também estava linda e o Davi nossa ele estava com mais corpo a estrutura muscular e etc.

A Gabrielle veio e me deu um abraço bem forte, -como eu estava com saudades- disse ela, e retribuir, -também tava com saudades- então veio a Jiulia e eu deu um tapa no rosto e em seguida um abraço dizendo, -como eu tava com saudades de fazer isso- e soltou uma gargalhada eu de fato estava tão surpreso que mal conseguia falar e então o Davi e apertou a minha mas eu vi que não o suficiente quando menos esperei ele me um abraço e falou,-Abraço em grupo!!- e fomos até terceira parada de ônibus conversando e uma coisa que eu não conseguia era parar de admirar a Gabrielle foi quando chegou na minha parada levantei e quando fui me despedir eles disseram, -nós também vamos descer aqui fico mas alegre ainda no caminho o Davi fala, -tchau galera- e pergunto -já?- e a Jiulia reponde -sim essa aí eh a nova casa dele e a minha é daqui a uns dois quarteirões- continuamos a andar eu estava meio pensativo e elas me perguntam o que tinha acontecido e respondo -que tal um dia... A gente se encontra nós quatro lá na minha casa?- e elas olham uma pra outra e a Gabrielle diz- pode ser mas a gente nem sabe onde tu mora!- de repente a Jiulia se despede -tchau, tchau- e me despeço, já estava perto da minha casa virei pra ela e perguntei -Você mora mais ou menos aonde?- e ela respondeu -logo depois daquela quarta casa a minha é aquela verde ali, e você?- eu nem respondo digo a ela -a minha é a quarta depois da sua desde quando vocês estão morando aqui perto?- e ela respondeu -eu me mudei ontem não sei os outros- o que eu achava mais estranho era que todos se mudaram pra perto de casa se fosse só um até que entenderia, mas os três? Por que aquilo estava acontecendo? Ficava me perguntando.

Mais tarde de madrugada acordo com frio e acabo perdendo o sono então pego o meu celular e vejo as horas eram duas horas e quarenta e cinco minutos essa era primeira vez que isso acontecia então boto uma música e de repente adormeço o alarme toca e eu levanto com sono pois passei a noite toda tendo pesadelos, e não era só isso eu fiquei me perguntando por que? Por que? Eu não perguntei da Gabrielle se ela estava namorando e também o que pude perceber era que o Davi e a Jiulia estavam só amigos isso significa que eles terminaram. Tu isso começou a me perturbar os meus pais me perguntavam o por que eu vivia empurrado eu apenas dizia eu estava normal que era nada de mais como todo adolescente faz, fui para o meu quarto deitei por um instante eu queria estar morto depois eu queria sair por aí sem rumo pra tirar o tédio mas eu tinha muita preguiça então ficava deitado, até da o horário de ir para a escola mas nesse momento me veio na lembrança a Gabrielle e meu coração começou a bater forte. Será? Será que eu estou apaixonado estou tendo um ataque cardíaco? Não sei apenas mais um pensamento que iria me atormentar.


Notas Finais


Continua no próximo capítulo...
Quer da sua opinião sobre a história add lá no Instagram: gabrielsantos_leite
Ou no Facebook: Gabriel Pbbr (I'm crazy for Gabi) ou no WhatsApp: +5592992106908. Valeu 👍☺👊☺


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...