História A vida de uma adolescente - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Resident Evil
Personagens Barry Burton, Chris Redfield, Claire Redfield, Finn McCauley, Jessica Sherawat, Jill Valentine, Leon Scott Kennedy, Piers Nivans, Rebecca Chambers, Sherry Birkin, Steve Burnside
Visualizações 22
Palavras 809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Escolar, Fantasia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Voltei!
Fiz essa fic com muito carinho
Espero que gostem^-*

Capítulo 4 - Desentendimento


Fanfic / Fanfiction A vida de uma adolescente - Capítulo 4 - Desentendimento

Quando acordei a Jill não estava mais aqui , deve ter ido trabalhar com o Chris.  Levantei da cama e fui até a cozinha , tinha um bilhete em cima da bancada

"Claire!"

É a letra do meu irmão 

"Fui trabalhar com a Jill , sai cedo por que foi preciso, não te devo explicações  , enfim deixei o dinheiro atrás do quadro , qualquer coisa me liga"

Legal

Mais um dia maramaravilhoso 

Em uma escola maravilhosa

Com alunos incríveis 

Que sabem perfeitamente com tratar alunos novos

INFERNO!

Vou até o banheiro , tomo meu banho e me arrumo o mais rápido possível,  acho melhor tomar café no caminho da escola

Saio de casa e vou caminhando, a escola fica perto então não faz mal ir caminhando, é como se fosse uma caminhada matinal , só que em vez de ir para o paraíso estou indo para o inferno chamado ensino médio 

Não demorou muito para chegar na escola , só parei para comprar um dunet e um café, mas fora isso foi super rápido.  Entro na escola e já vejo olhares estranhos para mim,  mas nada da Rebecca 

Onde ela se meteu?

Procuro ela em todos os lugares mas não a encontro

- Espera! Já sei!

Saio correndo e vou até o banheiro, mas nenhum sinal dela . Vou até o espelho

Espera , que barulho é esse?

Parece que tem alguém chorando

São soluços 

- Quem está aí? 

Ninguém responde, claro sua idiota a pessoa vai deixar de chorar pra te responder 

- C-Claire s-sou e-eu - a voz estava trêmula, provavelmente por causa do choro

- Becca?

- S-Sim

- O que aconteceu? Por que está chorando no banheiro? 

- Problemas - ela sai com o rosto vermelho em minha direção, o céus! o que será que aconteceu? 

- Você pode me contar? - ela me olha por um tempo e limpa as lágrimas - Tudo bem se não quiser eu...

- Não se preocupe eu vou contar, bem comigo - ela me puxa pelo braço e me leva até uma salinha com produtos de limpeza e baldes

- Me conta

- É meu pai 

- Seu pai?

- Sim, ele bebe, bebe muito e chega em casa bêbado 

- O que ele faz?

- Ele... Ele... 

- Ele o que ?

Ela coloca a mão no rosto e chora alto, eu não devia ter perguntado

- Desculpa Becca , eu não devia ter te perguntado! - abraço ela bem forte e nós duas levantamos , saímos rápido da sala e fomos até a sala de aula , para nossa infelicidade a aula já tinha começado e como é típico dos professores, a professora chamou nossa atenção 

- Srt Chambers e qual seu nome minha linda?

- É Claire, Claire Redfield 

- Nunca tinha visto você antes 

- É que eu sou nova aqui , cheguei ontem. 

- Seja bem vinda, mas não se atrasem novamente ou terão consequências 

- Tudo bem - eu e Becca fomos sentar lá atrás, que vergonha ein, segundo dia de aula e já levo sermão da professora 

Becca passou a aula toda calada, pensando em algo, não vou perguntar de novo mas de uma coisa eu sei , é muito grave . A aula acabou e minha próxima aula é de química, então não quero ganhar outro sermão . Mais 4 aulas para o intervalo 

O sinal toca , todos estão indo para o refeitório,  mas nenhum sinal da Rebecca . Esse negócio com o pai dela deve ser bem sério mesmo, saio da sala e vou até a cantina pegar meu almoço, mas no meio do caminho esbarro em alguém, alguém bem famíliar 

- Matt?!

- Claire?

-Olha, desculpa por ontem - ele fala coçando a cabeça, provavelmente deve estar envergonhado 

- Tudo bem, você viu a Rebecca, não á acho em lugar algum

- A baixinha? Essa garota tem problemas

- E você sabe me dizer que problemas são esses?

- Deve ser famíliar, até mais ruivinha - ele sai é mais uma vez fiquei plantada sem explicações , continuei meu caminho e encontrei a Rebecca arrumando o armário 

- Rebecca! 

- Oi - esse foi o "oi" mais seco que já ouvi , me aproximo dela e começo a ajudá-la 

- Olha se não quiser me contar...

- É O MEU PAI, TÁ LEGAL? - ela fala tão alto que todos começam a olhar

- Fala baixo!

- VOCÊ ACHA QUE SÓ PORQUE TE CONHECI ONTEM , QUE VOU VIRAR SUA AMIGA? 

- O que deu em você? - falo batendo forte a porta do armário - Por que está fazendo isso comigo?

Ela não responde, fica em silêncio 

- Olha eu sei o que você está sentindo...

- SABE? VOCÊ NÃO SABE NADA QUE EU ESTOU SENTINDO! 

- Dá pra parar de gritar feito uma louca e me escutar droga?

- Por favor eu quero ficar só! - ela vai embora e todos me olham curiosos , saio dali constrangida 

Por que ela fez isso?

Não é minha culpa

Mas eu vou descobrir 

....


Notas Finais


Eai essa treta '-'
O que será que o pai da Becca fez ;-;
Logo logo postarei o próximo capítulo *-*
Espero que tenham gostado ^-^
Até mais♡
Bjoo no queixo ^-*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...