História A vida de uma sobrenatural. - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Armin, Castiel, Charlotte, Dimitry, Kentin, Li, Lysandre, Nathaniel, Rosalya
Exibições 11
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Fantasia, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OII finalmente as provas acabaram, então vamos continuar

Capítulo 31 - Piscina


P. O. V. Naomi

Admito, estou adorando ficar nesse hotel, aqui tudo é maravilhoso. Agora eu estou aqui assistindo um filme juntos com o Lysandre fazendo cafuné em mim. (n/a: queria que isso acontecesse comigo, mas como a vida é injusta eu não posso) Bem, eu não queria estar aqui no quarto, queria é mesmo fazer outra coisa mais legal..... É mesmo tem a piscina que agente ainda não foi.

- Lys, que tal agente ir pra piscina hoje já que não temos nada pra fazer -digo então ele pega o controle e desliga a TV.

Lysandre: sim, então vamos falar com os outros no celular -diz pegando o seu celular do bolso.

*você está online*

eu: gente q tal agente ir pra piscina hoje já q n temos bosta nenhuma para fazer

vampirinha (essa é a Katrina, é porque eu tô sem criatividade ;-;): eu já ia perguntar pra vcs a mesma coisa.

BFF: agente ainda nem estreou a piscina mesmo e já tava na hora

Sherlock Holmes feminina: aleluia! já estava na hora

capetinha: vamos logo antes q eu mude de ideia

eu: então no encontramos da quia 10 minutos

*você está offline*

então quando eu tiro a cara da tela vejo que o Lysandre não estava mais aqui no quarto, ele foi direto pro banheiro se trocar e nem me avisou. Filho da mãe.

[....]

Bem, todos estão aqui no corredor prontos para irem para a diva, linda, marabrilinda (n/a: que merda eu to fazendo da minha vida com isso) piscina. Então fomos pro local sem perder tempo, quando chegamos lá eu e as meninas recebemos alguns olhares desde quando chagamos e os meninos, ficaram morrendo de ciúmes, dava pra ver de longe.

- Lysandre, não precisa ficar com ciúmes, pois só você tem a chave para abrir o meu coração -então eu o beijei.

e com isso as meninas também estão tentando parar deles ficarem com ciúmes. Como hoje estava muito quente, eu e o Lys decidimos tomar um soverte antes de entrarmos na aguá, mas tem aquele ditado: tudo o que é bom dura pouco (n/a: eu n sei se isso é um ditado, mas tudo bem. não me chamem de burra, é que as vezes eu tenho amnésia e esqueço de algumas coisa), quando chegamos lá eu pedi um de chocolate e ele de flocos. Quando a garçonete chegou, ela começou a ficar comendo o lysandre pelos olhos e isso me deixou puta da vida com ela.

moça (n/a: vou chamar ela assim pois eu estou com preguiça): Oi gatinho, qual é o seu nome -diz ela chegando um pouco perto dele. A minha paciência já chegou no fim com isso.

- olha aqui querida, eu não sou açougueira pra ficar amassando carne de vaca, e outra, eu sei que eu não sou um gênio da matemática, mas eu sei que a vida dele não é da sua conta -digo lançando eu olhar mortal pra ela - e eu acho melhor você voltar a trabalhar do que ficar se entrometendo na vida dos outros -então ela sai com raiva e calada. Tenho que admitir, aqueles videos que a Hirai me passou ajudou muito (n/a: pra quem não está entendendo porra nenhuma, é que isso não aconteceu nos capítulos eu só quis inventar mesmo, é que a Hirai passou uns videos de como se defender ou sei lá as melhores patadas, por aí)

- agora eu sei como que é sentir ciúmes -digo tomando o meu soverte.

Lys: então estamos quites -diz ele sorrindo.

P. O. V. Hirai (finalmente ela aparece)

Bem, a Naomi e o Lysandre foram tomar um soverte e o resto está aqui na piscina. Eu, estou aqui na borda da piscina batendo os meus pés onde a água bate até a minha perna. Enquanto eu estava me divertindo com isso o Castiel vem até em mim e fala

Castiel: por que você não vem junto com agente? Está sendo divertido -diz chegando mais perto de mim. 

- Não obrigado, eu quero ficar aqui, pode ir lá se divertir com os outros -eu não podia falar que eu não sabia nadar, eu tinha um trauma de infância, eu fico envergonhada quando falam sobre esse assunto, isso me lembra de quando eu quase me afoguei. Então eu sou interrompida dos meus pensamentos pelo Castiel me pegando no colo e me levando para aguá.

- CASTIEL POR FAVOR, VOLTA PARA A BORDA DA PISCINA POR FAVOR -digo me abraçando mais a ele. Se acham isso bobo, problema é de você! Você já sentiram a sensação de serem quase afogados?! já sentiu a sensação de ser quase morta?! De não poder sentir mais ar entrar em seus pulmões?! Se sim obrigada.

Castiel: calma eu estou aqui, olha você sabe nada? Eu não vou rir de sua cara eu prometo -diz tentando me acalmar.

- eu acho que tá muito na cara -digo olhando nos olhos dele.

Castiel: Ok, ok, olha, deixa eu te ajudar, pelo menos com o básico.

- okay, mas, se eu quase morrer por sua causa eu te levo junto -digo rindo.

Castiel: primeiro você vai tem que se soltar de mim, você vai tem que é confiar em mim -e nisso me seguro mais nele.

-se tá loco!!! assim eu não vou nunca te soltar.

Casteil: olha, você precisa confiar em mim, se não você nunca vai aprender a nada, e você quer aprender, né -então eu assenti- então você precisa se soltar aos poucos -então devagar eu me solto dele até eu ficar de barriga pra baixo e ele segurando nas minhas mão e me ensinando.

Então resumindo, ficamos o dia todo na piscina me ensinando a nadar. Até eu aprender só o básico como ele disse, só aprendi é nadar cachorrinho fora isso não foi nada. Admito que ele é um ótimo professor, espero que essas férias sejam muito legais. Então como ficou tarde nós voltamos pro nossos devidos quartos, tomamos banho, fomos pro local onde ocorria o café da manhã, o almoço e janta. Após, fomos pro nossos quartos trocamos de roupas, e fomos dormir de conchinha.

Continua...


Notas Finais


Ficou simples, mas eu adorei. Espero que tenham gostado.

Um beijo meus fofuchos <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...