História A vida depois que você me deixou - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Castiel, Lysandre, Rosalya
Visualizações 14
Palavras 1.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Gente eu sei que demorei, terminei de escrever agora,eu havia meio que esquecido que estava fazendo uma fanfic e tambem estava sem ideias. Desculpa mesmo ;-;

Capítulo 3 - Ele realmente merecia


Acordei cansada porém animada, meu primeiro dia de aula em um colégio novo. Eu iria conhecer pessoas novas, coisas novas, etc. Me levantei e fui até o banheiro onde fiz minha higiene e me arrumei, depois fui até aquela mini-cozinha e peguei uma maçã e comecei a comê-la. Já que eu não podia ir a cozinha da casa de meus tios,afinal a essa hora eles deveriam estar tomando café e sinceramente eu não estou nem um pouco afim de ser humilhada igual ontem, ele deixou claro que me odeia, mas porque? Isso era o que eu não entendia, eu não me lembro de ter feito nada para eles. Meus pensamentos foram interrompidos assim que ouvi alguém bater na porta. Fui até lá e encontrei a garota de cabelos brancos sorridente.


Rosa: bom diaaaaa! Pronta para seu primeiro dia na Sweet Amoris?


Anna: b-bem {cocei a bochecha} acho que sim


Rosa: então vamos, o pessoal deve estar esperando a gente {ela pegou meu braço e foi me puxando para fora}


Anna: Rosa minha mochila {eu ria com a animação da garota. Ela me soltou e eu fui rápido pegar minha mochila e logo em seguida fui encontrar a garota que me esperava lá embaixo} agora podemos ir {ri e ela já foi pegando no meu braço e me arrastando com ela, não de um jeito que machuque, mas aquele jeito que normalmente você anda com seus amigos}


Depois de passar pelo jardim fomos em direção a cozinha,pois tínhamos que passar por dentro da casa de meus tios para poder sair e ir em direção ao colégio. Assim que passamos pela porta da cozinha demos de cara com meus tios para a minha infelicidade.


Carlos: o que eu disse ontem sobre aparecer aqui enquanto tomávamos café? {Ele dizia com irritação na voz e sem tirar os olhos do jornal que lia}


Anna: desculpe, não queria atrapalhar {apenas falei com a cabeça baixa,pode não parecer, mas tudo o que ele havia me dito ontem havia me machucado, eu sei que ele me odeia por razões que eu desconheço,mas ele havia pegado pesado ontem}


Maria: Carlos tenha mais respeito com nossa sobrinha! {Ela o repreendeu parecendo irritada}


Carlos: o que foi? Não sou obrigado a ver um pedaço de lixo igual ela logo de manhã {ele revirou os olhos e logo após voltou a ler seu jornal}


Maria: não é porque você não gosta de uma pessoa que tem que falar tudo isso,ainda mais para uma criança {dava para ver a expressão de irritação em seu rosto} desculpe querida, ele exagera mas tenho certeza de que ele não queria dizer isso, não é mesmo Carlos? {Ela o olhou e ele nem ao menos respondeu, apenas revirou os olhos novamente e continuou a ler,o mais estranho foi ela me “defender” sinceramente nunca pensei que ela faria algo assim}


Anna: t-t-tudo bem {apenas continuei com a cabeça baixa,eu queria sair dali antes que ele me xingasse ainda mais}


Rosa: vamos Anna, isso já foi o suficiente {ela falou baixo e puxou para fora} você está bem? {Ela parou assim que saimos de casa e já estávamos no meio do caminho}


Anna: s-sim, ainda falta muito? {Ela apenas negou com a cabeça e percebeu que eu não estava realmente bem, minha vontade se resumia em querer chorar, mas eu não podia fazer isso, só iria demonstrar o quanto eu era frágil e isso era algo que eu não queria que ninguém percebesse nunca}


Depois de alguns minutos chegamos ao colégio e eu disse a Rosa que iria direto para a sala,eu não estava no clima para conhecer pessoas, não agora. Fui para a sala que Rosa disse que era a minha e sentei no fundão, deitei minha cabeça sobre a mesa e fechei meus olhos. Eu estava quase dormindo quando ouvi o sinal tocar e alguns alunos começarem a entrar na sala mas continuei com a cabeça baixa. Depois de alguns minutos o professor entrou e eu ergui minha cabeça, ele me apresentou a turma e depois começou a dar aula. Eu mal prestei atenção, tudo o que meu tio havia dito desde ontem estava rodando minha cabeça. Só me dei conta de quanto tempo já havia se passado quando ouvi Rosa me chamar para sair da sala pois já era intervalo. Ela me levou até o pátio pois queria me apresentar algumas pessoas. Fomos em direção a um grupinho e lá fui apresentada a Alexy, Armin, Iris, Kim e Nathaniel. Estava conversando com o pessoal até que vi ao longe um garoto de cabelos vermelhos cabisbaixo, ele parecia triste. Dei um leve cutucão em Rosa e assim que ela me olhou eu apontei discretamente para aquele garoto e ela entendeu que eu queria saber quem era. Ela disse ao grupinho que queria me mostrar um pouco do colégio antes de voltar para a sala e saimos de lá indo em direção a um jardim.


Anna: porque me trouxe até aqui? {A olhei meio confusa enquanto sentava embaixo se uma árvore, logo depois Rosa fez o mesmo}


Rosa: bem… Não é algo que se pode falar no meio de um grupo de pessoas… {ela encarou o chão}


Anna: como assim? {A olhei mais confusa}


Rosa: aquele é o Castiel, o garoto de cabelos vermelhos… {ela ergueu a cabeça e encostou se no tronco da árvore} ele era o cara mais popular entre as garotas e os garotos pelo fato de que ele era o capitão do time de basquete do colégio… mas ele se afastou de tudo… E agora é um cara triste e irritante as vezes, nem a namorada dele ficou perto dele… Ela simplesmente o abandonou depois que ele se afastou se tudo o que ele gostava…


Anna: mas porque ele se afastou?


Rosa: se prometer não contar a ninguém eu te falo…


Anna: prometo


Rosa: a dois anos atrás... os pais dele foram dados como mortos... depois que o avião em que eles estavam caiu no mar… aquilo foi tão doloroso para ele que ele se afastou de tudo o que gostava e os únicos que continuaram junto com ele foram eu e o Lys… porém o Lys e ele são mais unidos… Sabe? {Assenti com a cabeça, agora entendo toda aquela tristeza} eu ainda sonho no dia que ele volte a ser a pessoa que ele era antes {ela deu um pequeno sorriso sem mostrar os dentes} e desde que isso aconteceu ele mora com a avó e sempre tenta achar algum emprego para ajudar com as dívidas e com os remédios da avó dele… era isso… por isso eu disse que não dava para falar no meio de um grupo… todos iriam ficar com pena dele e isso é uma coisa que ele não quer… E os únicos que sabem dessa história somos eu e o Lys… e agora você.


Anna: mas porque a namorada dele abandonou ele?


Rosa: ela só queria a grana dele e quando ela soube que ele só iria poder tocar na herança depois de fazer 18 ela simplesmente sumiu…


Anna: nossa {olhei para o garoto e em seguida me levantei e fui andando na direção dele}


Rosa: onde você vai? {Ela segurou meu braço}


Anna: dar a ele o que ele merece {apontei para o garoto e continuei a andar até lá}


Quando cheguei mais perto pude perceber o quão triste ele estava e sem dizer nada me aproximei mais e fiquei na sua frente. Ele me olhou confuso e eu simplesmente o abracei o mais forte possível. Sei que não o conhecia,mas ele merecia um abraço, passou por tanto sofrimento e se afastou de tudo o que mais gostava. Ele realmente merecia.


Notas Finais


Qual o motivo pra ele receber um abraço do nada? Não sei, acho que talvez seja porque ninguem faz isso comigo :-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...