História A vida é como um boomerangue (tudo que vai, volta) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Gaaino, Naruhina, Naruto, Nejiten, Painkonan, Sasodei, Sasusaku, Shikatema, Suikarin
Visualizações 398
Palavras 1.411
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Escolar, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu sei que é pra postar amanhã, mas resolvi postar hj por pedido das minhas Kuramas.
<3

Capítulo 4 - Estamos de volta - Reencontros Familiares.


Fanfic / Fanfiction A vida é como um boomerangue (tudo que vai, volta) - Capítulo 4 - Estamos de volta - Reencontros Familiares.

(Autora on)

Elas saem de casa com suas malas e vão em direção ao aeroporto. de lá se despedem de Anko, de Konan e dos Akatsukis e entram no avião.

(Autora off)

(Karin on)

Depois de nos despedirmos de todos, entramos no avião e escolhemos nossos lugares. A viagem está, como posso dizer ? Uma algazarra triste, o que acontece é que a Ino inventou de trazer bebida pra ca, mas especificamente Tequila sendo que só ela bebeu, bom, pra resumir nossa situação, a Tenten ta olhando pela janela ouvindo música com o volume lá em cima e num ta nem se ligando no que tá acontecendo, a Hina ta lendo um livro também de fone, a Ino ta quase se tacando pra fora do jatinho e eu a Saky e a Tema estamos segurando essa loira de Farmácia.

Karin: INO SUA BISCATE DOS INFERNO, SAI JÁ DESSA PORTA DE EMERGENCIA SUA MONGOLOIDE !!!

Depois de muito esforço ela desistiu e foi correndo pro banheiro vomitar, coitada gente, mas acho que só assim pra ela nunca mais trazer bebida pro avião. Algumas horas depois nosso jatinho pousa, pegamos nossas malas e encontramos o tio Hiashi (pai na Hina).

(karin off)

(Hinata on)

Assim que descemos do avião, nos encontramos com o meu pai que da um abraço de urso em nós, e eu agradeci mentalmente pelo Neji não estar aqui.

Hiashi: meninas que saudade de vocês, eu vim busca-las pois seus pais estão trabalhando e infelizmente não puderam vir, mas eu vou deixar cada uma em casa e...... meninas, isso são tatuagens ?

E, tinha esquecido desse detalhe, ele não sabia disso, alias acho que nenhum dos nosso pais sabe.

Ten: Bom.... é tio, são tatuagens, esse foi o primeiro passo da nossa "transformação".

Hina: o senhor está bravo ?

Hiashi, não, só estou supreso, mas deixando esse papo de lado, vamos pra casa, e a proposito, os carros e motos de vocês vão chegar amanhã e as suas matrículas em KHS já esta feita.

Entramos no carro e o papai deixou cada uma das meninas em casa, e assim que cheguei em casa, meu pai para o carro na frente da garagem e sai, olho pela janela e quem eu vejo? O babaca do Neji olhando pela janela do quarto dele com um ar curioso, antes de sair dou uma última conferida no espelho, levando um pouco o meu short deixando minha tatuagem bem a mostra, coloco meus óculos escuros e saio do carro, assim que fecho a porta olho em direção a janela e ele me olha assustado.

Entro em casa e sou recebida por um abraço de urso da minha irmânzin.... opa, irmãzinha é o escambau, a bixa ta enorme.

Hana: NEE-SAN!!!

Hina: oi Hanabi, que saudades.

devolvo o abraço com a mesma intensidade e ouço passos na escada, olho em direção a ela e quem eu encontro? Quem disse Neji vai ganhar um abraço meu, eu estava super feliz ao ver a minha irmã, mas quando olhei pra ele fechei a cara na hora, ele me olhou confuso mas acho que ele sabe muito bem o motivo.

Hana: Neji Nee-san, a Hinata Nee-san voltou!

Ela falou gritando pela casa.

Neji: estou vendo, bem vinda de volta Hinata.

Hina: obrigada - respondi friamente, o que o deixou assustado.

Hiashi: bom Hina, que tal você subir para o seu quarto, o jantar está quase pronto e eu tenho certeza que você está cansada da viajem.

Hina: Hai

Respondi e logo depois subi para o meu quarto, passando pelo Neji que me olhou pelo canto do olho e eu só respondi com um olhar frio, fui para o meu quarto, arrumei minhas coisas e logo depois ouvi uma batida na porta e fui atender, dei de cara com o Neji.

Neji: o jantar está pronto.

Hina: ok - respondi fria de novo.

Neji: Hinata, oqu....

Hina: depois conversamos Neji

Desviei o olhar, e passei por ele fechando a porta do quarto e desci, o jantar foi em silencio até o papai resolver quebrar ele.

Hiashi: então, como foi em Nova York ?

Hina: foi maravilhoso, a tia da Sakura é super legal e a Konan também.

Hiashi: foram elas que te convenceram a fazer a tatuagem ?

O Neji arregalou os olhos e começou a me examinar, provavelmente procurando pela tatuagem que ele não tinha percebido de primeira.

Hina: sim foi ela, ela falou que seria o primeiro passo da nossa "transformação", achamos que a tia Anko não ia deixar, mas foi totalmente ao contrário.

Hana: e doeu muito fazer?

Hina: no começo sim, mas aos poucos eu fui me acostumando.

Neji: e como é essa tatuagem?

Hana: ué, você não tinha visto? É bem na perna dela, da pra ver de longe, ainda mais com o short que ela ta usando.

Neji: bom, não, eu não percebi.

Hina: aqui Neji.

Me levantei e apontei pra tatuagem e ele me olhou assustado.

Neji: não sabia que era tão grande.

Hina: eu ia fazer uma pequena, mas preferi fazer algo que destacasse as minhas pernas.

me sentei novamente ainda sentindo o olhar dele sobre mim, terminei de jantar e subi para o meu quarto, quando ia entrar sinto alguém me puxar pelo braço, quando olho pra trás me deparo com um Neji super sério, engulo em seco e digo:

Hina: o que você quer Neji? - pergunto encarando os olhos dele sem desviar.

Neji: temos que conversar - ele falou me soltando.

Hina: vamos conversar no meu quarto.

Digo e abro a porta dando espaço para ele entrar, o mesmo entra e se senta na minha cama e eu fecho a porta e me apoio na escrivaninha, ficando de frente pra ele e o encarando sem desviar.

Hina: então, o que quer falar ?

Neji: ainda pergunta ?

Encarei esperando que ele se desculpasse pelo acontecido de anos atrás, mas não foi isso que aconteceu.

Neji: como você pode ter ido pra Nova York sem me avisar? Eu fiquei preocupado quando você não voltou pra casa, e quando você finalmente volta, é isso que eu encontro, uma Hinata totalmente diferente da que eu conhecia, como pode fazer isso comigo ?

Hina: como pude fazer isso com você? COMO EU PUDE FAZER ISSO COM VOCÊ?!!! - gritei já com raiva e ele ficou assustado - COMO VOCÊ E SEUS AMIGOS MANES PUDERAM FAZER AQUILO COMIGO E COM AS MINHAS AMIGAS ANOS ATRÁS!!!

Neji: você ainda se lembra daquilo? meu Deus Hinata, isso foi a 4 anos atrás, que droga.

Hina: que droga? QUE DROGA FOI VOCÊ TER PENSADO QUE DEPOIS DAQUELA HUMILHAÇAÕ EU IA SIMPLISMENTE TE PERDOAR E FINGIR QUE AQUILO NUNCA ACONTECEU!!! talvez a antiga Hinata tivesse feito isso, mas essa Hinata que está aqui na sua frente não, até porque aquilo não foi culpa minha, aquilo foi culpa sua Neji, SUA e dos seus amigos!!! então não va pensando que eu vou simplesmente te perdoar, nem eu, nem as minhas amigas.

Ele permaneceu calado me olhando assustado​ e se levantou pra ir embora.

Hina: mais uma coisa....

Ele parou e me encarou.

Hina: Depois de 4 anos, nós finalmente estamos conversando. Então se o que você está sentindo é aflição por achar que eu te odeio, ou algo do tipo, saiba que você tem razão em sentir isso. - Ele me olhou surpreso - Você e seus amigos acabaram de ganhar inimigas perigosas, mas não se preocupe, nós só vamos dar o troco e tentar seguir em frente, com ou sem vocês. - ele engoliu em seco e saiu do quarto logo em seguida.

Fiquei encarando a porta se fechar e depois de um tempo, vesti meu pijama e antes de dormir mandei mensagem pra meninas.

*WhatsApp on*

​Peituda (Hinata): Ei meninas, vocês não sabem o que acabou de acontecer.

Todas: o que ?

​Contei tudo pra elas sem esconder nenhum detalhe.

Pucca do Paraguai (Tenten): ha, ele realmente achou que íamos deixar isso pra lá, Meu Deus, que idiota.

Coisa rosa (Sakura): Psé né.

Peituda: mas mudando de assunto, Tenten, você pode vir me buscar amanhã ? meu carro só vai chegar amanhã de tarde.

​Pucca do Paraguai: Claro.

​Ruiva Loka(karin): não perde a chance de esfregar sua gostosura na cara dele ne Ten ?

​Mari-Macho (Temari): tu num sabe como ela é? Mas eu faria o mesmo.

​Loira de Farmácia(Ino): Idem.

​Peituda: bom meninas, nos vemos amanhã e infelizmente vamos rever aquelas idiotas.

Todas: Tchau Hina.

​(Hinata off)

 

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...