História A vida é feita de escolhas...-Imagine BTS - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Exibições 24
Palavras 1.267
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu n ia postar esse cap, mas como chegamos aos 22 favoritos, tá aí. E eu mudei algumas voisas no cap anterior, vejam lá. N prometo q o próx cap sairá logo.

Capítulo 9 - Um dia na casa de Kookie


Fanfic / Fanfiction A vida é feita de escolhas...-Imagine BTS - Capítulo 9 - Um dia na casa de Kookie

                  *S/N P.O.V on*

Eu: Um dia... 

Kookie: Aaaaah. 

Eu: Nós nem namoramos... 

Kookie: Ainda. -me interrompeu como se estivesse completando minha frase. 

Eu: Eu não ia dizer isso -menti

Kookie: Então ia dizer o que? 

Eu: Hãã... -passaram se 10 segundos- Já que não vamos a festa, quer ir lá para casa? 

Kookie: Tentando mudar de assunto, é? Mas falando nisso, ok. 

Fomos para a minha casa. Conversando no caminho. Cheguei em frente à minha casa e procurei minhas chaves em meus bolsos. 

Eu: Droga!!! 

Kookie: O que foi? 

Eu: Eu não trouxe as minhas chaves e meu pai só volta de noite. 

Kookie: Tudo bem, podemos ir para a minha. 

Eu: Ok, melhor do que acampar em frente a minha casa ou voltar à escola. 

Fomos para a casa dele. Chegando lá, ele abriu a porta e entramos. Tae não estava lá. 

Eu: Tae também foi à festa? 

Kookie: Sim. 

Eu: Por que ninguém me disse dessa festa? 

Kookie: Eu não sei. A Sana disse que iria te convidar. 

Eu: Sério? Nós não somos amigas! Acho que somos inimigas! E se a Sana iria me chamar, por que o Jimin disse que eu não fui convidada? 

Kookie: Eu não sei... Mas vamos mudar de assunto? 

Eu: Por que todos estavam na festa? E a aula? 

Kookie: Os professores disseram que nós poderíamos faltar. 

Eu: E a festa era comemoração de que? 

Kookie: Sabe que eu também não sei... O Tae que foi convidado e me chamou. 

Eu: Ok, né? 

Ficamos converssando até que chegou meio-dia. 

Kookie: Vou preparar algo. Quer comer alguma coisa? 

Eu: O que tem de almoço? 

Kookie: Sei lá -ele foi até a cozinha e abriu um armário- Macarrão e almôndegas. Quer? 

Eu: Pode ser.... 

Cerca de 30 minutos depois ele voltou com 2 pratos e os colocou na mesa. Me sentei e senti um ótimo cheiro vindo da comida. 

Eu: Hum... O cheiro está ótimo!!! 

Kookie: Obrigado. 

Eu: Eu não sabia que você cozinhava. 

Kookie: Eu não cozinho tão bem quanto a Omma Jin -ele disse e eu fiquei cok uma cara de quem não estava entendendo nada- O Jin, que nós encontramos no avião. Sabe ele? -eu assenti- Então, ele cuida da gente como se nós fossemos os filhos dele então o chamamos de omma. 

Eu: Por que omma, e não appa? 

Kookie: Por que ele se parece mais com ima omma do que com um appa. 

Eu: Kkk. Falando nisso, quem são os "filhos" dele? 

Kookie: Eu, Jimin, Tae, Suga, Namjoon e Hoseok. 

Eu: Quem???? 

Kookie: Você não os conhece, mas um dia conhecerá... Eles são como irmãos para mim.  

Eu: Ok. Adoro fazer novas amizades. 

Kookie: Sei... 

Eu: É verdade!!!! 

Kookie: Eu não falei sarcasticamente! 

Eu: Ata. 

Ficamos conversando enquanto comíamos. Pensava: "Meu Deus! Se ele não cozinha tão bem quanto o Jin, o Jin faz uma comida dos Deuses, porque essa comida está ótima! Melhor macarrão com almôndegas que eu já comi!!! "

Terminamos e ele se ofereceu para lavar a louça. Será que a festa já tinha terminado? 

Peguei meu celular e vi que Jimin tinha me mandado uma mensagem. Abri-a. 

           *Mensagens on*

Jimin:

Oiiii. 

                                     Eu:

                               O que você quer? 

Jimin: 

Pra que agredir? 

                                     Eu:

                              Não sei... Será que é                                          porque você me expulsou                                       da festa? 

Jimin:

Eu estava bêbado! Não me culpe! 

                                       Eu:

                                  Com certeza, pois você estava juntinho da Sana. Você disse que iria me proteger. Me proteger dela! Claro, né?Fui tonta de acreditar! 

Jimin:

Eu vim aqui para me desculpar. 

                                        Eu:

                                      Me poupe, Jimin! Se desculpar? Você não deve se lembrar nem que bateu a porta na minha cara! 

Jimin: 

Eu lembro! 

                                       Eu:

                                    Isso significa que                                       você não estava bêbado! 

Jimin:

Você ainda confia em mim? 

                                      Eu:

                                  Eu não sei... 

Jimin: 

Pensa, pois tenho uma coisa para te falar. Não sei quando falarei, mas falarei. Primeiro pensa. Me dá a resposta e depois te conto o que eu iria te contar. 

                                       Eu:

                                       Ok. 

              *Mensagens off*

Desliguei meu celular e Kookie chegou perto de mim. 

Kookie: Acabei. Com quem estava falando? 

Eu: Com meu pai -menti- Ele perguntou se eu estava bem e eu disse que hoje não fui a aula porque os professores deixaram faltar. 

Kookie: Ok... Vamos ver um filme? 

Eu: Claro! Qual? 

Kookie: Sei lá. Vamos ver no Netflix. 

Eu: Ok... 

Kookie: Pode ser de terror? 

Eu: Hã... Terror? 

Kookie: Ah, não vai amarelar, vai? 

Eu: Não enche! Pode ser de terror, sim. 

Kookie: Eu vou fazer a pipoca, vai ligando a TV, por favor? 

Eu: Claro. 

Liguei a TV e entrei no Netflix. Pus no gênero "Terror" e esperei o Kookie. Ouvi o barulhinho do micro-ondas e o vi enchendo um pote com a pipoca amantegada. Minha favorita. 

Kookie: Você gosta de pipoca amantegada, né? 

Eu: Minha favorita! 

Kookie: Sério? A minha também! 

Eu: Sério? 

Kookie: Se eu tô falando... 

Ele pegou o controle remoto e colocou o filme "o exorcista". Ele quer me matar? 

O filme começou e eu tomei susto nos primeiros 10 minutos. Fiquei abraçada no Kookie o filme inteiro. 

Quamdo o filme acabou, ele olhou para mim e riu. Eu estava com a cabeça na barriga dele escondendo o rosto da TV. 

Kookie: O filme acabou. 

Me levantei pois estávamos em sua cama e me sentei. Sua cama, mesmo sendo de solteiro, era bem grande. 

Eu: A-acabou? 

Ainda estava cheia de medo. 

Kookie: Acabou sim. Por que você concordou com filme de terror se tem medo? 

Eu: Eu não tenho medo -ele me olhou com um olhar e desaprovação- Tá. Eu tenho. Só um pouco -ele me olhou e novo com esse olhar- Tá. Eu tenho medo. Mas é que eu gosto. Fico com muito medo depois, mas gosto. 

Kookie: Ok... -ele olhou para a mesa de cabeçeira e olhou no relógio- Já são 23:00. Quer dormir aqui? 

Eu: Cadê Tae? 

Kookie: Ele provavelmente vai dormir na casa de Jimin. 

Eu: Eu posso dormir na cama dele. 

Kookie: Ele não gosta de que durmam em sua cama. 

Eu: Eu não irei dormir no chão nem morta! 

Kookie: É. 

Eu: Onde eu posso dormir? 

Kookie: Você poderia dormir aqui! 

Eu: Na sua cama? 

Kookie: Sim. Ela é bem grande. Daria para nós dois dormimos aqui. 

Eu: Eu não sei. 

Kookie: Prefere ir para casa agora? 

Eu: Não, obrigada. Esse filme me deu medo. 

Kookie: Aêê!!! 

Eu: O que? 

Kookie: Assumiu!!! 

Dei lingua. 

Kookie: Criança. -sussurrou

Eu: O que? 

Kookie: Nada. 

Eu: Você me chamou de criança? 

Kookie: Mas você não é? 

Eu: Não. -dei uma travisseirada na cara dele. 

Kookie: Eiiii!!! -ele também me deu uma. 

"Brincamos" de guerra-de-travesseiro até mais ou menos 24:00. 

Kookie: Eu me rendo! 

Ele pôs as mãos para o alto em sinal de rendição. 

Eu: Ok. 

Abaixei meu travesseiro e ele se deitou. 

Eu: Você já vai dormir? 

Kookie: Sim. Amanhã é quinta. Teremos aula cedo. 

Eu: Ok. Eu irei dormir de uniforme mesmo? 

Kookie: Quer colocar uma blusa minha? 

Eu: Sim, por favor. 

Ele se levantou e foi até o armário. Tirou do mesmo uma blusa longa de algum time. 

Kookie: Esta está boa? 

Eu: Sim. Esse time da logo da camisa é a logo do Chapecoense, certo? (Autora: não sei se está certo)

Kookie: Sim. Meu tio era um jogador. 

Fui ao banheiro, tirei a blusa da escola e pus a blusa do Chapecoense. 

Quando voltei ao quarto, Kookie já estava deitado. Ele se levantou e foi ao banheiro. Ouvi água caindo, então deduzi que ele foi tomar banho. 

Me deitei e fiquei pensando no dia de hoje. Como eu e Kookie havíamos nos divertido. Estou louca para conhecer seus "irmãos" e sua "omma". Me perdi em meus pensamentos e acabei dormindo. 


Notas Finais


Gente, fiz uma pequena homenagem ao time Chapecoense(não sei se é assim que se escreve). Um time que eu não havia ouvido falar até o acidente que teve. O avião no qual o time todo se encontrava caiu e acho que só 3 pessoas sobreviveram. Não sei direito sobre o assunto, mas meus amigos estão tentando me explicar. Eu n conhecia esse time, mas lamente por quem gostava dele. Desculpe pelos erros de ortografia, afinal, nenhum teclado é perfeito, principalmente o meu. Bjs. Até mais.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...