História A vida é uma só.- Yoonmin. - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Cory, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kisu, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor, Bangtan Boys, Bts, Confusão, Jimin, Jin, Namjin, Suga, Taehyung, Vhope, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 325
Palavras 677
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OOOOIIN =3

Meus amô... meus Pitanguinho... meus creme de abacaxi com chocolate... Meus xuxuzinhu...
Jwneofk Ta parei.


Espero que gostem!



BOA LEITURA~!

Capítulo 29 - Boa noite.


Fanfic / Fanfiction A vida é uma só.- Yoonmin. - Capítulo 29 - Boa noite.

JIMIN


Nos soltamos, e por incrível que pareça, eu não sentia vontade de chorar, ou qualquer outra coisa...

- Park Jimin...- Me observa ,sorrindo.- Senti tanta falta desse abraço.

Seguro o seu rosto com as mãos, e o beijo.

- Eu senti mais falta disso...- Falei. 

Ele beija minha testa, e me sinto uma criança aos cuidados da mãe. 

Do nada, Jin entra no quarto desesperado, aos prantos. 

- JIN?- Me levanto. 

Ele corre em minha direção e me abraça forte. Muito forte.

- JIMIN! VOCÊ ME ASSUSTOU!- Começa a soluçar.- Pensei que tivesse morrido!- Sorrio, e abraço-o de volta. 

- Eu estou bem, Jin... Desculpa te preocupar, Ta? Ah! Feliz Aniversário...  Dia 4 de Dezembro... Passou rápido! 

- Awnn.- Falou Yoongi. - Nem parece que o Kim é o hyung do Jimin.- Ri.

Jin me solta.

Percebo que as lágrimas ainda caiam, então, limpo-as com o polegar. 

- Não precisa mais chorar, hyung.- Tal ato, fez ele querer chorar mais ainda. 

1 SEMANA DEPOIS.


- Aaaah! Que saudade dessa casa!- Falei, rodopiando pela sala de J-Hope.

- Porque não fica na sua casa mesmo? Só pra... Saber...- Ele pergunta. Olho-o com os olhos cerrados.- Ta bom! Entendi. 

- Hum...- Me jogo no sofá.- Eu não quero ficar longe de vocês. E como o médico bem disse, a qualquer momento posso ter uma convulsão. 

- Isso é muito improvável!- Falou, pegando alguns legumes na geladeira. 

- Mas é possível!- Olho-o.- Pra quê tudo isso? 

- Vou fazer uma sopa pra você. 

- Yaaaay.- Corro até a bancada.- Adoro sua sopinea.- Me sento . Encosto minha cabeça na bancada e deixo as mãos livres.

- Sentando assim, vai estragar sua coluna.- Falou Yoongi, com muitas sacolas de compras na mão. 

- MOZÃO!- Exclamo. Ando até ele, e ajudo-o a carregar as sacolas. Pegando duas, já não suportava mais nenhuma.- MEU DEUS. Oque que você trouxe? CHUMBO? 

- Nessa sacola só tem Danone, meu deus. Como você não Ta aguentando?- Ele ri. 

J-Hope vem e pega as sacolas de mim. 

- Jimin, você ta muito fraco. Não se esforça muito.- Anda até a cozinha. Faço o mesmo.- Isso daqui ta leve pra krl.- Gargalha. 

- EEEI! DIGNIDADE FERIDA!- Gritei, erguendo minha espada de batalha imaginária. 

- Chim, pode guardar as compras para mim?- Pega a chave do carro.- Tenho algo super urgente para fazer.

- Claro!- Falo, fazendo a posição de soldado.- Deixa comigo, general Min!

- Ta muito engraçadinho hoje, Né?- Ri, e sai. 

Desfaço a pose, e desanimo. 

- Oque foi isso?- Perguntou Hoseok cortando as cenouras.

- Oque foi oque?- Pergunto, guardando as comidas.

- Você estava todo animado, agora está todo cabisbaixo...

- Eu preciso fazer isso. Ai ai.- Suspiro.- Se eu não fizer, o Yoongi pode achar que eu vou morrer a qualquer minuto, e querer cuidar de mim. Por isso, tenho que me animar toda vez que ele aparece.- Deixo cair as cebolas, de tão distraído.- Aaaaaah!- Faço biquinho.- Hoseok!- Ele não responde.- HOSEOK!

- Que fooooi?

- Me ajuda aqui.- Ele me olha, então eu faço uma pose , que era para ser meiga, mas ficar estranha por completo.

- Se fizer isso de novo, te expulso da minha casa.- Falou, rindo. 

- Nossa, Hoseokão. Que agressivo. 

YOONGI


Jimin parecia feliz... Mas era visível que ele só estava tão animado assim, para não me preocupar. 

Assuntos pendentes a resolver com um vacilaun.

Dirijo a casa de Jungkook.

Aperto a campainha. Logo o interfone, emite a voz de Jeon. 

- Quem é? - Pego meu celular e coloco para tocar o áudio que Jimin me enviara mais cedo. Dizendo:

- Oooooiii. Vem cá! =3 

Minutos depois, o portão numero 13 abre, e Jungkook estava la. 

Ando até ele, com um sorriso sarcástico. 

- Boa noite.- Falo, dando-lhe um soco. Possivelmente o soco mais forte que já dei em minha vida. Minha mão doía. O rosto de Jungkook também parecia doer, pois o mesmo sangrava. Ele já não estava acordado, então chamo a ambulância.

Na hora que a mesma chega, dou os dados de Jungkook , e peço aos paramedicos para que dessem um recado para quando ele acordar.

" Você se meteu com a pessoa errada. "

 



Notas Finais


Coroi, viado. Eu devo estar viajando na maionese pra escrever esses capítulo muito loko.
;.; jwjwkfkdjd


Espero que tenham gostado!
Obrigada por lerem S2



XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...