História A vida, nua e crua - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~VR112

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 7
Palavras 412
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Um tempo atrás.


Talvez  vocês tenham se assustado ou até mesmo estranhado e se perguntado oque me fez pensar dessa forma? então venho à explicar, há anos atrás meu pai, que era apaixonado por motos, morreu em um acidente de moto, esteve durante meses em uma cama de hospital, inconsciente, minha mãe não sabia mais o que era felicidade e o que era um lindo dia de sol. Eu não suportava ver nada disso, isso me matava, meu pai, eu já sabia, era seu fim, mas minha mãe,  ela esperava que voltasse do enterro com um sorriso no rosto e  nos abraçar dizer  que estava tudo bem, que ela daria um jeito. Isso era oque se via nos filmes, oque eu esperava que acontecesse, mas a realidade passou longe. Minha mãe estava cada vez pior, eu acabei tendo que tomar conta de minha família, da casa e com 15 tive que começar a trabalhar, e acabou que lá conheci Bianca, linda, morena, saudável. Oque era algo que estava em falta. Saúde.

Já estava quase raquítico, quase todo o dinheiro ia para comida, com 16 abandonei a escola e Bianca veio morar em minha casa, ela era humilde e sensível, e adorava meus irmãos, ela começou a cuidar de minha mãe de uma forma encantadora. Bianca era maior de idade já nessa época, mas sempre teve muito apoio dos pais. Quando disse que viria morar com um amigo, sim somente amigo, eles a apoiaram. Nos ajudaram financeiramente e isso fez toda a diferença.

Mas então, você pergunta:

-Por que você é tão infeliz?

Eu te respondo meu caro amigo, essa garota, Bianca, decidiu namorar, nada contra afinal eramos amigos, mas eu a amava demais, cuidava demais, ela começou a namorar um traficante, disse a ela que não era uma boa ideia, mas ela não quis me ouvir. Ele morria de ciúmes da nossa amizade, e deixava isso bem claro, mas Bianca não se importava. 

Em Março, dia 13, para ser mais específico, minha mãe morreu. Na saída do velório houve um tiroteio, meus irmãos se foram naquela noite,e  junto com eles Bianca. Eu com muita sorte sobrevivi. Fugi. Não olhei para trás. Vi uma ponte há poucos quilômetros, cheguei a beira, estava à pular quando uma mão me segurou, pensei em Bianca, mas à vi cair ao meu lado. A mão era de homem. Era o namorado de Bianca, pensei em correr, chorar e até gritar, mas não deu tempo de nada. Eu simplesmente acordei amarrado. 


Notas Finais


Calma, não morri.
Mas admito, não foi fácil.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...