História A vida pode ser boa às vezes... - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Romance, Suga, Taehyung, Yoongi
Exibições 28
Palavras 1.010
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OIEEE, bom tenham uma boa leitura e me desculpe por algum erro ortográfico aqui.

Capítulo 2 - Annyeonghaseyo Coréria


 

 Quando vi minha vó do lado de fora do aeroporto, eu saí correndo e abracei ela com todas as minhas forças – mentira tadinha da minha vovó – dei um beijo na sua bochecha e logo ela disse:

-Nossa Luiza como você cresceu! – disse me olhando de baixo pra cima.

-Pois é vó, mas me diz como a senhora e o vô estão?

-Estamos bem, fiquei sabendo do motivo que você veio e quero que saiba que logo, logo sua mãe também vem. – quando ela disse lembrei de minha mãe e fiquei imaginando como ela estaria.

-Assim espero vovó. Então, vamos?

-Vamos, você vai adorar a cidade de Seul. – ela disse indo à caminho do carro.

 Meu vô não veio, pois fiquei sabendo durante minhas conversas com minha vó no carro, que eles possuem uma confeitaria e que ela não poderia ficar sozinha. Já que estava em horário de funcionamento. Também soube que minha mãe transferiu-me para uma escola aqui, minha vó falou que foi fácil, pois estava bem no começo das aulas aqui e que eu perdi somente uma semana de aula. Ela também disse que agora que eu estava mais velha eu poderia trabalhar na confeitaria deles e aprender a fazer vários doces e cafés. No qual essa ideia eu achei ótima, pois eu amava cozinhar e principalmente doces. Eu amo doces, se quiser me dar um presente me dê doces.

                                        ~QUEBRA DE TEMPO~

 Cheguei na casa dos meus avós e minha vó me guiou até o meu quarto. Passamos em casa primeiro, pois queria guardar minhas coisas e descansar um pouco. Para que quando a confeitaria fechar e meu avô chegar eu puder recebê-lo com mais disposição.

 Voltando a falar sobre meu quarto. Ele era lindo, tinha uma parede preta fosca como se fosse um quadro negro, minha vó falou que era para anotar ou desenhar o que eu quisesse. Tinha uma cama de casal branca, um guarda-roupa branco com espelho, uma escrivaninha de madeira e por fim um criado-mudo amarelo ao lado da cama.

-Vó eu amei o quarto, como arrumou tudo isso em tão pouco tempo? – falei maravilhada com o quarto que era muito aconchegante.

-Sabe Luiza, eu imaginei um tempo atrás que eu precisava estar preparada para quando viesse para cá, pois eu sabia que você queria muito vir para a Coréia. Só não imaginava que seria por esse motivo... – disse minha avó de cabeça baixa.

-Vai dar tudo certo. Eu posso ver meu uniforme vó? E quando eu vou começar a estudar? – falei tentando mudar de assunto.

-Pode sim filha, está dentro do guarda-roupa e suas aulas começam depois de amanhã. E amanhã iremos eu e você à pé para o colégio para que você posso aprender o caminho. Aqui na Coréia os alunos devem ir de bicicleta ou à pé para seus devidos colégios. Agora vou deixar você descansar e mais tarde eu te chamo para jantarmos. Beijos meu anjo. – disse já fechando a porta do quarto.

-Beijos vó. – falei em um tom mais alto, pois ela não estava no mesmo cômodo que eu.

  Assim que ela saiu eu arrumei uma toalha e minhas coisas de higiene e fui tomar um banho, escovar meus dentes e pentear meu cabelo. Estava enrolada na toalha e fui para meu quarto. Abri minha mala e peguei um shorts e uma blusa preta básica para me vestir agora. Mas antes disso eu estava vestida somente com minhas roupas íntimas e pensei.

Vamos ver esse tal uniforme, pelo que eu vi nos doramas parece ser bem bonitinho.” – e foi bem isso que aconteceu. Quando vi eu fiquei surpresa por ser mais bonitinho do esperava.

 O uniforme era composto por uma saia preta que ia até a metade da coxa, ou seja, nem muito curto, nem muito longo, perfeito. Também tinha uma blusa branca simples de manga curta, um blazer preto como a saia, mas tinha o emblema do colégio. E por fim uma sapatilha preta com meias brancas que ficam um pouco abaixo dos joelhos e uma gravata.

 Eu vesti minha roupa que eu ia passar o dia e guardei o uniforme, não queria estragá-lo. Eu não tinha nada para fazer então liguei para Liza.

~LIGAÇÃO ON~

Luiza: OIEE

Liza: OIIII, como você está? Já descansou? Vai estudar aonde?

Luiza: Tô bem, descansei sim e vou estudar na ******. E você? Está bem? Onde está morando? E onde vai estudar?

Liza: MEU DEUSSS, eu também vou estudar lá. Estou bem sim e tô morando na *****, perto de uma confeitaria.

Luiza: Nossa meus avós são os donos dessa confeitaria. Amanhã minha vó falou que iria me levar para o colégio para mostrar o caminhos quer ir. Eu estou morando pertinho da confeitaria, ou seja, pertinho da sua casa também. YEHHH – nós duas rimos com meu gritinho de euforia.

~LIGAÇÃO OFF~

 Conversamos muito e combinamos amanhã cedo de nos encontrarmos na confeitaria para depois vermos o colégio. Passou um tempo depois disso, digamos que horas. Lá estava eu com toda minha preguiça, jogada no sofá vendo série, quando ouço a porta se abrir e vejo que são meus avós. Fui em direção ao meu vô e dei um abraço nele.

-Nossa Luiza você cresceu! – disse a mesma coisa que minha vó falou hoje mais cedo.

-A vovó falou a mesma coisa. – risos – Como você está vô? Fiquei sabendo da confeitaria, quero aprender a fazer doces deliciosos como você fazia no Brasil para mim.

-Pode deixar senhorita. Depois de sua aula segunda-feira vá para confeitaria e começaremos o trabalho.

                                                 ~QUEBRA DE TEMPO~

 Tínhamos acabado de comer a sobremesa e ficamos conversando por um tempinho e avisei minha vó que a Liza ia conosco para o colégio. Eu e meus avós estávamos cansados, eu por causa de minha viagem e meus avós disseram que hoje foi um dia puxado na confeitaria. Decidimos ir dormir. Cheguei no meu quarto e peguei meu celular e mandei uma mensagem para minha mãe, dizendo que estava tudo bem e que eu a amava. Logo depois disso coloquei meu celular no criado-mudo, virei de lado e dormi.


Notas Finais


Gostaram? Digam nos comentários sobre o que achou. Obrigada por lerem até aqui e logo, logo esses meninos vão aparecer na história calminha, esperem só mais um pouquinho ok? obggg de novo gente


BEIJOSSS <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...