História A vida por trás das máscaras - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Tags Ladybug
Visualizações 53
Palavras 537
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Lírica, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Obrigada pelos comentários, espero que gostem. ♡

Capítulo 11 - Eu também te amo...


Fanfic / Fanfiction A vida por trás das máscaras - Capítulo 11 - Eu também te amo...

Nos separamos devagar, eu olhei nos olhos dele e perguntei:

- Você esta mentindo?

Ele segurou no meu rosto e disse:

- Eu nunca mentira pra você.

- Por que não me disse isso hoje mais cedo?

- Eu não sabia se você sentia o mesmo... eu sei?

- Sabe. Eu também te amo Adrien... Mas acho que temos que conversar...

- Você te razão.

Fomos a uma sorveteria, sentamos em uma mesa na calçada. Pedimos dois sorvetes e eu disse:

- A quanto tempo você...

- Que eu te amo?

Ele disse me fazendo sorrir.

- É...

- Não faz muito tempo, foi no primeiro dia de aula. Você estava atrasada, eu pedi pro Nino sentar com a Alya... Assim você sentaria  comigo... Eu não entendi porque eu fiz isso até o Nino me fazer cair na real, eu estava apaixonado por você Marinette, eu estou. Mas e você? A quanto tempo?

- Então... Já faz um tempo, quase um ano...

- Bem que seu pai me disse.

- Oi?!

Flashback on:

Pai: - "Adrien, eu te conheço a pouco tempo, mas eu sei o que você sente pela Mari..."

Adrien: - " Senhor eu não gosto dela desse jeito"

Pai: - "Não, você não gosta, você a ama. E se não amasse não traria ela até aqui, só pra nós ver antes da nossa morte"

Adrien: - "O senhor ainda tem muito tempo de vida!"

Pai: - " Não, Não tenho. Eu estou com câncer Adrien, morro de um jeito ou de outro"

Adrien: - " A Marinette sabe disso?"

Pai: - " Não, e eu quero que ela saiba só depois que eu tenha morrido. Me promete que não vai contar até lá?"

Adrien: " Sim!"

Pai: " ela já deve estar voltando, então te pesso só mais uma coisa: cuide dela, se você a ama cuide  dela até a tua morte!

Adrien: "Mas ela terá a mãe" 

Pai: "Não tera... ela ta fraca - Ele disse se virando para ela, que dormia - os médicos me contaram o seu estado. Adrien, cuide da Marinette e me prometa que ela ficará em Paris até os seus 18 anos."

Adrien: - "Prometo."

Flashback off

Ele estava segurando as lágrimas, eu peguei em seu rosto e nos beijamos. Nós deixamos algumas lágrimas escaparem... Sim, nós dois choramos. 

Mais tarde voltamos para casa. Agora era definitivo, eu e o Adrien éramos definitivamente um casal. 

Tomei um banho, tínhamos acabado de jantar, o pai do  Adrien voltaria no final de semana para resolver os assuntos dos meus pais. Coloquei o meu pijama, um shortinho bem curto e uma blusa regata. Não iria para aula, sabia que se eu fosse o Adrien e a Alya iriam perceber o quão abalada eu estou realmente. Tudo por lá me lembrava eles. Então faltaria de novo. 

Já ia dormir quando ouvi uma batida na porta. Era o Adrien, Ele estava com pijama. Uma calça/moletom Preta e uma camiseta branca. Ele disse:

- Posso entrar?

- Com certeza!

Nós nos beijamos, ele começou calmo, delicado, mas logo foi esquentando, ele tirou a blusa. Pouco depois eu tirei a minha. Fomos deitando na cama, a sua mão que estava no meu rosto foi descendo pra minha bunda, eu me afastei e disse:

- Adrien eu não posso... desculpa.

Abaixei a cabeça, levantou o meu queixo e disse:

- Tá tudo bem... vamos no seu tempo...

Ele me beijou e dormimos abraçados.




Notas Finais


Espero que gostem. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...