História A vida por trás das máscaras - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Tags Ladybug
Visualizações 22
Palavras 417
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Lírica, Magia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi galerinha turo bom? Então, desculpa a demora, to sem tempo (e as provas tão chegando) espero que gostem do capítulo.

Capítulo 35 - Treinei...


Povs Alya:

O Adrien abriu a porta, não era nada de mais, só um cômodo cinza, nele tinham duas portas:

Eu: - Vamos nos separar!

Nino: Tá louca Alya?! Pode ser uma armadilha!

Eu: - Se for uma armadilha ele sabe que estamos Aqui, sabe por que viemos! Então ou a gente vai atrás dele ou ele vem ate nós!

Adrien: - A Alya tem razão. Vamos nos separar: Eu e a Alya e o Nino com o Mário.

Nino: - Se for para nos  separar eu quero ir com a Alya.

Adrien: - Pensa Nino: Você não sabe usar uma arma, nao sabe lutar, não sabe nenhum feitiço, como vão se defender?!

Eu me aproximei dele, toquei o seu rosto e disse:

- Ele tem razão amor... Eu so quero que você vá com o Mário e sobreviva!

- Te amo.

- Eu te amo mais...

Demos um beijo calmo e eu fui atrás do Adrien. Fomos na primeira sala, não tinha nada além de outra porta. A abrimos e lá estava ela, ou melhor o seu corpo. O Adrien correu até ela e pegou e em seus braços, ficou repetindo várias vezes: "Você vai ficar Bem, você vai ficar bem". Os meus olhos se encheram de lágrimas, foram caindo lentamente, até que o Nino me ligou:

Nino: -Esquece tudo, ela tá morta.

Eu: - O que?.

Mario: - Morta! É surda?! A minha sobrinha está morta!

Consegui perceber que ele estava com a voz trêmula e chorando.

Eu: - Não é possível! Ela está Aqui! Morta.

Eu ouvi um disparo do telefone:

Nino: - Ai meu Deus!

Mario: - Não era ela.

Eu: - O que tá acontecendo?!

Mario: - É um truque! Atira nela!

Eu: - E se Não for?

Mário: - Ela vai tá morta, nem vai sentir!

Eu deixei no viva voz, mirei na Marinette  (Que estava no colo do Adrien)  e atirei. No mesmo momento o corpo dela começou a desaparecer, o Adrien girtou:

Adrien: - O que você fez?!

Eu: - Não é ela! É uma ilusão!

Adrien: - Como você sabia?

Eu: - Os meninos viram a mesma coisa que nós!

Mario: - Continuem a procurar, vamos desligar. E não esqueçam, se verem a Marinette tentem descobrir se é ou nao real.

Adrien: - Mas e se da próxima vez que eu a encontrar ela estiver "viva"?

Mario: - Pergunte algo que só ela sabe.

Ele desligou e nós nos levantamos. Tinham duas portas. O Adrien disse:

- Vamos nos separar!

- Quer que eu morra?!

- Alya, você viu como você atira? Não foi a sua primeira vez!

- Meu tio é militar, me ensinou algumas coisas...

- Então vamos nos separar.

- Tá.

- Sobreviva!

- Vou tentar...



Notas Finais


Obrigada por lerem, espero qUE tenham gostado. Não sei quando vou postar outro capítulo...
Beijos
LuluP ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...