História A vida pós Seleção - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Personagens America Singer, Anne, Aspen Leger, Astra Orders, Avery, Carter Woodwork, Celeste Newsome, Eadlyn Schreave, Gavril Fadaye, Kile Woodwork, Kriss Ambers, Lucy, Marlee Tames, Mary, Maxon Calix Schreave, May Singer, Personagens Originais, Princesa Daphne, Princesa Nicoletta, Rainha Amberly, Rei Clarkson, Shalom Singer
Tags A Seleção, América, Maxon
Visualizações 196
Palavras 546
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ces nao tão entendendo como eu fico feliz quando atingimos a meta, obrigada por cada comentario❤
Quero agradecer minha amiga que roteou a internet enquanto eu estava no ensaio para mim poder postar sz
Boa leitura bbs❤

Capítulo 36 - Outra seleção?


Acompanhei o olhar de May e o vi parado na porta. Ele estava sorrindo tanto, que era impossível nao se contagiar com seu sorriso.

- Maxon - sussurrei, foi mais um pensamento alto, para ver se nao era um sonho -   Maxon, o que faz aqui? Como entrou? Como achou a minha casa? Como...

- Então... - May interrompe - com o dinheiro que recebemos da sua participação na Seleção, conseguimos comprar e manter um telefone, e como tínhamos o número do palácio, liguei para ver se meu cunhado, vulgo Maxon, queria vir nos visitar.

- Como nao vi você entrar?

- Voce estava muito ocupada descrevendo o amor que sente por mim.

Revirei os olhos e ouvi suas risadas.

- Tá vendo, May? Era por isso que eu não falava. 

- Fica tranquila - ele fala. Eu levanto e vou em sua direção-  eu amei voce falando aquilo.

Me deu um selinho e May pigarreou.

- Vou lhes dar licença - fez uma reverência sarcástica e saiu rindo. Puxei a mão de Maxon, e devagar, sem fazer barulho, fomos até a casa da árvore. Foi engraçado vê-lo subir, mas ao mesmo tempo senti uma ternura tão grande com aquele nosso momento. 

- Tem certeza que que ficar aqui? - ele pede, e sento entre suas pernas. Confirmo com a cabeça - esse nao era seu lugar com o soldado Leger? 

- Era, e lembrarei dos meus momentos com ele, mas passou, e estou aqui agora, com voce e para voce. 

Maxon me envolveu com os braços e fechei os olhos, sorrindo. 

- Como seu pai deixou você fazer aquilo? 

- Ele nao deixou - riu - o vídeo ja era gravado, eu e Gavril fizemos, eu só pedi para os editores arrumarem para que parecesse que estava ao vivo. Na verdade, eu estava vindo pra cá. Minha mãe me encorajou. Meu pai certamente ficará bravo, mas nao ligo . Estou aqui com voce e isso é o que importa.

- Você é louco -ri.

- Minha mãe disse que meu pai quer fazer outra Seleção.

- E voce vai?

- Claro que nao, America. Deus, claro que nao. Se vim aqui com voce é por que...

- Hey-  interrompo - foi só uma pergunta,sem brigas, por favor.

- Certo, desculpe. 

Ficamos em silêncio, apenas curtindo a presença um do outro.

-America? - ele fala e sussurro " hum?" - eu gostei muito você detalhando seu amor - escondi meu rosto em sua perna , certeza que estava corada - e foi covardia da sua parte, pois agora vou ter de detalhar o meu, e nao será tão bonito quanto o seu. 

- Nao, Maxon. O amor nao precisa de palavras, o amor precisa ser sentido.

- Ai Ames, assim eu choro - afinou a voz e eu ri.

- Voce ja fez tanta coisa pra demonstrar seu amor, palavras agora,nesse momento, são apenas palavras. 

Virei de frente para ele, e o beijei . Senti tudo ficar mais leve. Me sentia plena, realizada. Sentia que todos os problemas do mundo tinham sido resolvidos, sentia que o mundo tinha sido coberto por uma paz que nem o pior dos ataques rebelde tiraria. Naquele momento me senti completa ,pois ele estava comigo. Naquele momento tive a certeza que eu era dele e ele era meu. Nada no mundo poderia mudar a sensação que eu sentia.


Notas Finais


Vocês sabem que a meta são 8 comentários né bbs, então nao vou mais colocar aqui em todo capítulo pq fica chato, mas assim que atingir os 8 comentários eu volto.
Vejo voces nos comentários?❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...