História The life you gave me as a gift /HIATUS/ - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Astro, Bangtan Boys, Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 53
Palavras 2.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei :v kkkk Com certeza vocês pensaram que eu não iria postar hoje né kkkkk :v
Desculpe pelos erros ;-; Fiquem com o capitulo e até amanhã beijinhos ♥♥♥

Capítulo 11 - Você é um mentiroso


Fanfic / Fanfiction The life you gave me as a gift /HIATUS/ - Capítulo 11 - Você é um mentiroso

Acordei com a luz do Sol que invadia o quarto do hospital, me movi um pouco e percebi que o Jimin estava com a cabeça encostada na minha mão, ele está tão bonito.

Virei-me de lado para encarar o rosto de Jimin, ele estava sentado na poltrona todo desajeitado, era até engraçado.

 

(...)

 

Depois de alguns minutos, Jimin abriu os olhos com dificuldade por conta da luz do Sol, me mexi devagar para sair da cama, eu queria fazer algo sozinho pelo menos uma vez na vida.

Consegui ficar em pé, e andei até a janela para fechar cortina, mas senti minhas pernas bambas, fiquei assustado e procurei algo para me apoiar, mas não consegui e cai no chão.

Jimin se assustou com o barulho, e me viu caído no chão.

- J- Jimin me ajuda... – disse com dificuldade.

Jimin se levantou rapidamente, e me pegou em seu colo, e me colocou na cama.

- Kookie por que você fez isso? – pergunta fazendo bico.

- E- eu queria fechar as cortinas, porque vi que a luz do Sol estava batendo em seu rosto.

- Kookie, não faça isso, por favor, não se arrisque tanto, deixasse o Sol bater na minha cara eu não me importo. – disse Jimin.

- Desculpa Jimin...

- Só te perdôo se você me der um abraço. – disse Jimin.

Eu corei na hora.

- O que foi Kookie? A gente já fez coisas piores na verdade nos tentamos fazer coisas piores. – disse Jimin sorrindo malicioso.

- Cala boca Jimin. – disse envergonhado.

Jimin riu, e aproximou-se de mim.

- Não vai dar meu abraço?

- Aish... Ta vem cá...

Ergui os braços para o abraço que Jimin estava pedindo.

Ele me abraçou bem forte como se estivesse com saudades daquilo...

- Chega Jimin... Você está me sufocando. – disse.

Jimin se separou de mim rapidamente.

- Por que você está assim meu biscoito.

- Oxi, não sou biscoito e também não sou seu. – disse fazendo bico.

- Como assim você não é meu? – perguntou confuso.

Eu dei uma gargalha e cruzei os braços.

- A gente é só amigo lembra?

- Aaah Kookie já disse para me perdoar, por favor.

- Não. – disse o olhando serio e ainda fazendo bico.

Jimin se aproximou de mim e me roubou um selar rápido.

- Aish, você é um ladrãozinho.

- Sou mesmo e eu só roubo uma coisa, e é a coisa que eu mais gosto também, seu beijo.

- Você acha que falando essas coisas eu vou esquecer o que você fez?

- Não isso cara não faz... – Disse Jimin.

- Faço sim tenho di...

O medico bateu na porta e entrou em seguida, e se aproximou de mim e pegou a ficha que estava na maca.

- Kookie... Logo ficara forte de novo, mas se você não melhorar até sábado, você ira fazer uma quimioterapia, e se você voltar para o hospital novamente, não pensarei nem duas vezes para você faze - lá. – disse o medico.

- Mas ficará tudo bem? – pergunta Jimin.

- Bom... Não temos cem por cento de certeza e isso só depende do corpo de Kookie, até sexta você ficara sobre cuidados médicos, e nada de aprontar.

Assenti com a cabeça olhando para o medico.

O medico se aproximou dos aparelhos ao redor da maca onde eu estava deitado.

- Mesmo não parecendo, você é um garoto muito levado Kookie, se o seu namorado soubesse o que você fazia quando era criança nesse hospital. – disse rindo.

‘’Seu namorado’’ quando ouvi aquilo fiquei envergonhado e senti minhas bochechas quentes.

- Por que seus batimentos estão aumentando. – Logo o medico desviou o olhar para mim.

Ele riu e colocou a fixa no mesmo lugar onde ele tinha pegado.

- Parece que o nosso Kookie ficou envergonhado não é namorado do Kookie. – disse rindo.

- Ele não é meu namorado... Ele é... – ‘’Ele é’’ eu também não conseguia responder, afinal o que Jimin era meu?

- Seu nome é? – pergunta o medico para Jimin.

- Park Jimin. – disse.

- Prazer meu nome é Jae wook. – disse o medico estendendo a mão e logo Jimin estendeu a sua e o cumprimentou.

- Se o Park não é seu namorado porque ele te beijou. – disse o medico Jae wook.

Eu peguei meu travesseiro e tapei meu rosto.

Jae riu e Jimin parecia segurar risada.

- Bom... Eu estou indo, e não façam nada além de beijos okay? – disse o medico se dirigindo até a porta do quarto.

Jimin riu e tirou o travesseiro do meu rosto.

- Você fica lindo envergonhado Kookie. – disse Jimin rindo.

- Vai se foder Jimin. – disse rindo também.

- Que fofo ele xingando.  – disse Jimin.

 

 

 

(...)

 

 

Já era sexta-feira e graças a Deus eu estava ‘’bem’’, Jimin ficou no hospital todos esses dias sem se preocupar com a escola, ele cuidou de mim, eu gostava de sua presença.

- Você quer ir lá ao jardim? – pergunta Jimin.

- Quero.

Jimin me pegou no colo e me colocou na cadeira de rodas, ele foi até a porta e a abriu e depois voltou me levando para fora do quarto.

Jimin me levou até o elevador, e apertou um dos botões para descermos.

Já no primeiro andar, Jimin ainda me levava até ouvirmos uma gritaria na recepção, uma mulher estava caída no chão, chorando...

Ela me encarou e foi para cima de mim.

- KI NAM VOCÊ ESTÁ BEM? – Grita bem alto, agarrando meu corpo.

Eu fiquei assustado com a atitude da senhora.

As recepcionistas vieram correndo até a senhora, segurando-a.

- Desculpe senhora... Mas não me chamo Ki nam. – a olhei e sorri.

- Desculpe meu jovem. – disse a senhora.

Jimin ficou surpreso, mas logo ignorou, e fazendo o trajeto até o jardim do hospital.

 

 

(...)

 

Chegando ao jardim, Jimin me levou perto das flores, e parou ali mesmo, sentando do meu lado em um banco.

- Elas são lindas não é Kookie. – disse e me olhou.

- Sim elas são.

Jimin se levantou se agachou e pegou uma das flores brancas ali, e logo voltando para o banco.

- Toma Kookie. – sorriu e me deu a flor.

E a peguei da mão de Jimin e retribui o sorriso.

- Obrigado Jimin.

Logo ficamos em silencio observando as flores.

- Kookie...

- Oi? – desviei o olhar para Jimin, que fez o mesmo.

- Desculpa...

- Tudo bem Jimin... Mas eu quero saber de tudo.

- Então posso te contar agora?

- S- se você quiser pode...

- Bom... Começando... Eu conheci Lee Dong Min, na escola... O tal garoto que você viu, eu sempre fui quieto na sala de aula, muitos colegas me zoavam... Foi até o dia que eu tentei suicídio, e os garotos que me zoavam, diziam que era para eu me jogar, então eu quase que fiz, mas Lee Dong Min viu e espantou os garotos e não deixou eu me jogar do telhado da escola, até que depois disso começamos ser amigos, Lee Dong Min sempre foi muito otimista e legal comigo, até que tinha passado alguns meses e eu comecei a gostar dele, mas ele tinha uma namorada, era horrível ver ele com aquela garota, então depois de alguns meses que ele tinha terminado com a garota, e me declarei para ele, ele disse que sentia o mesmo por mim, e então começamos a namorar dias depois... Namoramos por um ano até que sua avó adoeceu e ela morava no Canadá, ele amava muito a sua avó e foi que ele me deixou, dias após saber da doença de sua avó, eu não mais sai, ficava em casa o dia inteiro chorando, e não ia para a escola, até que eu repeti, nos tentamos manter o namoro, mas ele disse que estava gostando de outra pessoa, e então terminamos, foi quando eu conheci Yoongi, que me ajudou a sair da minha casa e esquecer aquele idiota, até que eu comecei a voltar á estudar esse ano, e conheci você, eu te observava deis que entrei na escola novamente, via que você levava essa bolsa para todo lugar que você ia, e via você chorando às vezes também, me interessei em você quando vi que você gostava dos mesmos livros que eu, então quando eu me dei conta eu já tinha me apaixonado por você, e foi ai que comecei a te observar cada vez mais, não tinha coragem de chegar em você por medo, até que eu fiquei muito feliz por fazer o trabalho com você, eu não dormi naquele dia... Eu não preciso dizer mais nada, pois você sabe... Então irei pular para a parte de agora, Lee Dong Min, voltou dizendo que ainda me amava, que tinha terminado com o namorado para ficar comigo, então foi aquele dia em que eu chorei na cafeteria, lembrando no quanto eu tinha sofrido por ele enquanto ele amava outro alguém, então ele me beijou, desculpa por ter correspondido o beijo Kookie... Eu fui babaca eu sei, mas eu não deixarei ele fazer isso de novo okay?

 

Prestei atenção em cada palavra que tinha saído da boca de Jimin, me deu um aperto no coração quando ele disse que antigamente amava Lee Dong Min, e fiquei com raiva, afinal porque não conseguiu ser fiel á Jimin, ele não merece sofrer tanto assim.

- Kookie? – diz Jimin.

- A- ah okay. – Disse e dando um sorriso forçado.

- Desculpa meu Kookie... Eu não deixarei tal coisa acontecer novamente, me perdoe, por favor, eu não amo mais Lee Dong Min, eu amo você.

‘’Eu amo você’’ Por que eu não queria acreditar naquelas palavras?

- Eu também amo você Park Jimin. – disse sorrindo.

Por alguma razão eu não conseguia acreditar em Jimin, ele tinha mudado, afinal porque você mudou tanto Park Jimin... Eu queria perguntar varias coisas para ele, mas não perguntei.

- Kookie...

- Hm?

- Eu não sei o quer fazer...

- Como assim? – pergunto confuso.

- Eu não acredito que Lee Dong Min voltou... Eu... O amo tanto...

 O que? Eu tinha ouvido aquilo mesmo?

- Você deve estar bem feliz Park Jimin. – disse com os olhos já marejados de lagrimas, eu não queria chorar.

- Eu esperei por tanto tempo Kookie... – disse já chorando.

- Jimin... É melhor eu voltar para o meu quarto... Não estou me sentindo bem... – disse, eu queria chorar e gritar com Jimin ali mesmo, mas apenas menti...

- Desculpa Kookie...

- Você não tem que se desculpar ChimChim está tudo bem – sorri.

Jimin se aproximou e me abraçou forte... Eu não correspondi seu abraço...

- Jimin... Por favor, me leva para o quarto...

Vi uma das enfermeiras passar pelo jardim dei graças a Deus, eu a chamei e ela veio em minha direção.

- Kookie... Você não quer que eu te leve até seu quarto?

- Não Jimin... Está tudo bem agora vá para Lee Dong Min ele deve estar lhe esperando, Jimin... Ele te ama e você o ama, fiquem juntos okay? – sorri, e a enfermeira se aproximou e me levou... Eu não acredito que disse aquilo...

 

 

(...)

 

 

Chegando ao quarto a enfermeira me deitou na cama e me deu alguns remédios...

 

 

Chorei a tarde inteira, era a pior dor que eu tinha sentido em toda a minha vida, eu já senti muitas dores fortes por causa do câncer, mas aquela sem duvidas era a pior.

- Você é um mentiroso... –sussurrei e chorei ainda mais.

 

 

(...)

 

 

Já era de manhã e eu não tinha dormido... Hoje era o tal dia que eu teria alta, mas eu não queria sair de lá para ir na casa de Jimin...

Eu não quero olhar na cara daquele mentiroso que me fez o amar... Que me prometeu não me fazer chorar e  não me deixar e dizia me amar... 


Notas Finais


Gente ;-; Jimin é um vacilão mesmo não me batam ;-;
Fez Kookie chorar tadinho dele ;-;
o Lee Dong Min é do ASTRO se vocês não sabem quem é, uma fotinha dele ai :v https://br.pinterest.com/pin/493918284112197943/
Desculpem por esse capitulo okay? Ficou meio ruim ;-; mas prometo que irei melhorar
Até o próximo capitulo beijinhos ♥♥♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...