História A vida solitária de Taehyung, o piano - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, V
Tags Crack!fic, Jikook, Taekook, Taekookmin, Vkook, Vkookmin, Vmin
Exibições 80
Palavras 489
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O que seria da história sem um vilão não é mesmo?

Capítulo 2 - Ho ho ho


 

Já é natal e não recebi a visita de Jungkook desde a Páscoa.

Estava começando a ficar triste quando ouço o som de algo caindo.

- HO HO HO! - sentou aquela bunda gorda no banquinho e colocou seu saco em cima de mim.

Tocou uma música de natal e fiquei emocionado e triste, não consegui chegar ao meu ápice. 

Soltei uma nota calma no final pois estava muito triste e só queria chorar.

- O que houve pianinho? - ele perguntou tirando o saco de mim.

- Ele não voltou... - respondi sonoramente. 

- Sabe, meu jovem, eu também estive apaixonado, e ele só quis tomar o meu leite e nunca mais voltou! Falando nisso, você não me deu leitinho.

- Quer leitinho, é? Então toma! - uma de minhas teclas voou no rosto dele deixando seu nariz vermelho.

- Ei, por que você guarda uma foto do Jungkoelhinho em baixo de suas teclas? - enfiou o dedo no buraco da tecla que faltava e gostei da sensação, duas notas agudas pra ele!

Mas que porra é Jungkoelhinho?

- Esse miserável que me abandonou, ele disse ser noelsexual, ele me chamava de daddy.

Como assim, que tipo de humano Jungkook era?

Digo

Que tipo de coelho Jungkook era?

- Você foi fabricado em 1995? Eu também! Que tal nos vingarmos do Jungkook?

Soltei vários sons graves, eu não queria me vingar, eu queria uma explicação.

Soltei o resto de minhas teclas no papai noel e ele saiu dalí montado em um veadinho que segundo a coleira se chamavam Jin.

Que papai noel pobre, cadê as renas? 

- É PAPAIRK JIMIN PRA VOCÊ! - mostrou o dedo do meio e sumiu.

Como não me restava mais nenhuma tecla, eu não podia mais me comunicar, então usei as rodinhas nos meus pés pra ficar me batendo contra a parede, pra achar um propósito nessa vida horrível.

- Taehyung? - aquela voz. - eu voltei! - saltitou em minha direção mas eu não podia falar nada. 

Ele pegou minhas teclas e colocou todas de volta, mas trocou algumas.

- Por que sumiu não você notícias deu? - droga, enfia essas teclas direito.

- Papai Noel me sequestrou, eu escapei do saco dele agora, porque o Jin, veado dele, encontrou outro veado e começaram a fazer veadagens, aí o Jimin Noel caiu e o saco abriu.

-  Você então não eu abandonou? - perguntei emocionado.

- Claro que não! Eu sou só pianossexual! Só tenho olhos, dentes e orelhas pra você, e ovos também, são só seus! - soltei minhas notas de emoção mas soou como minhas notas de quando sinto prazer.

Fiquei com vergonha e voltei para meu lugar.

- Não fique com vergonha, eu estava com saudades de te tocar! 

Sentou-se no banquinho e me tocou. Foi ótimo sentir aquelas mãos novamente, as mãos que me proporcionam prazer e alegria.

- Eu te amo, Taehyung.

- Eu Jungkook amo te!


Notas Finais


Eu te amo vocês


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...