História A Vida Surpreendente - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook
Visualizações 12
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - O Recomeço


Fanfic / Fanfiction A Vida Surpreendente - Capítulo 1 - O Recomeço

P. O. V. JIMIN 


Eu me formei a exatamente uma semana e até agora estou procurando um emprego para meio expediente, mais como nem tudo sai como nós queremos não achei nenhum tipo de emprego para meio expediente, nem para vendedor de cachorro quente e estou ficando maluco com isso. Vocês devem estar se perguntando porque eu estou com toda essa pressa de começar a trabalhar logo e eu vou mostrar para vocês o porquê disso com a minha listinha:


* MEUS PAIS DESCUBRIRAM QUE EU SOU GAY 


*ELES ME EXPULSARAM DE CASA TEMPORARIAMENTE POR CAUSA DISSO 


*EU TENHO QUE ALUGAR UM LUGAR PARA MORAR PRA NÃO FICAR DEPENDENDO DO MEU AMIGO HOSEOK PRA SEMPRE


*PRECISO PAGAR MINHA FACULDADE 


*VIRAR ADULTO


Espero que isso seja motivos suficientes pra querer deixar de ser um desempregado. 


Agora eu estou no sofá da casa do Hoseok procurando emprego pelo notebook. Eu estava tão entretido com achar um emprego que nem percebi quando o Hoseok chegou em casa com o nosso almoço. 


-Chim, posso saber o que você está fazendo nesse notebook desde da hora em que acordou? 


-Oi, e você sabe o que eu estou fazendo nesse notebook. 


-Tá. Mais você sabe que não precisa se preocupar com isso e que você pode ficar aqui o tempo que você quiser. 


-Eu sei Hobi mais eu não quero ficar dependendo de todo mundo até eu morrer, porque você sabe que eu 'tô me sentindo um imprestável por ficar dando trabalho igual uma criança que não tem dinheiro nem pra pagar a própria faculdade. 


-Está bem, se você quer fazer tudo sozinho eu também não te dou a surpresa que eu ia te dar. 


-Hobi, não é que eu queira fazer tudo sozinho é só quero resolver meus problemas como um adulto e não como um adolescente que precisa de orientação dos pais. Agora para de drama e me mostra o que você queria  me dar. 


Ele tira um panfleto do bolso e me entrega, na hora que eu vejo o que era eu pulo em cima do Hoseok para lhe dar um abraço bem apertado. 


-Hobi, obrigado, obrigado, obrigado, mais pera aí, antes eu preciso te perguntar uma coisa. 


-Fala! 


-Como você encontrou isso? Eu estou procurando trabalho por uma semana e não achei nenhum vestígio de trabalho como você achou isso? 


-TaeHyung que conseguiu. 


-Mais como?  


-Eu contei pra ele que você estava a procura de um emprego e como o melhor amigo dele é o chefe da empresa ele me deu este panfleto. 


-Pera, para tudo! 


-O que foi Jimin? 


-Como assim o TaeHyung é o melhor amigo do Jeon Jungkook? O Jeon Jungkook! Um dos homens mais ricos da Coréia!? 


-É, e parece que o Tae é o único que o Jeon confia cegamente, pelo que o Tae me disse eles são amigos de infância e o único que nunca apunhalou pelas costas o Jungkook. 


-Nossa! 


-É, e tem mais, depois que isso aconteceu quando eles ainda eram adolescentes, Jeon Jungkook afastou todo mundo pra não sofrer mais por causa de interesseiros e que ele nunca namorou também e nunca foi visto com ninguém, tanto homem como mulher e é por isso que a sexualidade do Jeon é desconhecida. 


-Uma pena que ele tenha sofrido tanto mais ele parece ser legal. 


-Ele é muito legal, mais quando eu o conheci ele foi frio e ignorante pra tentar se afastar de mim pelo medo de eu fazer mal a ele. Mais era só por fora,  porque depois ele percebeu que eu não iria fazer nada para ele, ele começou a me tratar muito bem e foi se soltando. 


-Que fofo! Ele ficou com medo de você! Ele deve ser adorável. 








CONTINUA



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...