História A Vingança - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias 2NE1, Bangtan Boys (BTS), Big Bang
Personagens Cl, G-Dragon, Jimin, Jungkook, Minji, Park Bom, T.O.P, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Cl & Gdragon, Gdragon, Jikook, Jimin, Jungkook, Lemon, Orange, Skydragon, Taehyung, Vingança, Vkook, Yaoi, Yuri
Exibições 23
Palavras 1.880
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Harem, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bem galera, consegui recuperar essa conta, e essa fic tava escrevendo em outra conta. Então estou apagando de lá e postando aqui <3 <3

Capítulo 2 - Começando


Fanfic / Fanfiction A Vingança - Capítulo 2 - Começando

Jungkook após a reunião toda segunda pegava informações sobre Jimin e a cada dia que se passava sonhava perfeitamente com sua vingança. Descobriu que o mesmo também era órfão, que trabalhava em uma Pizzaria de noite e de dia ajudava em um mercado, morava em uma casa de fundo.

E o tão esperado dia chegou, a filmadora então chegou e o moreno foi fazer as preparações para a vingança. Foi até a chácara que comprou, arrumou perfeitamente a filmadora pra gravar sozinha de frente para uma cama de casal.

O Fundo do quarto era de parede rosa quase creme, a cama com lençol vermelho forte com algumas pétalas branca de rosas sobre ela, ao lado da cama havia um criado-mudo onde em uma gaveta havia muitos acessórios eróticos, como lubrificantes, gel para massagem, proteções, gel com gostos para estimular o prazer.

-GD fale para o T.O.P e Seungri para traze-lo aqui. – Falei pegando meu celular. – Hoje uma amiga minha e dele chegará de viajem, então ela me convidou e infelizmente o convidou também.

-A Senhorita Park Bom? – Perguntou GD já com celular na mão.

-Exatamente. Já sei dos detalhes, Jimin pediu uma folga no serviço noturno para comemorar com a amiga, e iremos onde ele trabalha, T.O.P também foi convidado por Jimin, e Seungri vai estar comendo pizza com o Tae lá. – Falei olhando para o quarto. – Quando formos embora o único que mora em direção a casa do Jimin é T.O.P onde alugamos aquele apartamento, então vai ser quando os dois tiverem só que vão traze-lo. Vamos usar aquela van que comprei e você será o motorista.

-E quem vai te trazer? – GD perguntou.

-Irei à minha moto, e virei direto para cá. – Enfiei a mão no bolso e entreguei algo a ele. – Use metade disso quando pegar ele. Agora vamos.

-Sim, vai para casa agora? – GD perguntou.

-Claro, tenho que tomar um banho. – Jungkook falou virando as costas. – Vai ficar só me olhando ou vamos?

Gd pegou um cigarro e acendeu e foi fumando enquanto seguia o mais novo. No caminho o moreno acabou adormecendo no carro já que a chácara é quase do outro lado da cidade onde moram.

Chegando a casa Kook foi para seu quarto tomou um belo banho colocou uma camiseta verde bem clara, vestiu uma calça preta com alguns rasgos entre ela principalmente nos joelhos, colocou um allstar preto e secou o cabelo, após seco colocou uma touca preta. Usou o perfume que Park Bom havia lhe dado antes de viajar, que por acaso já estava no final.

Depois de pronto pegou dois capacete, um preto e um vermelho, ambos combinavam com a Ducati 1199 Panigale preta de rodas vermelhas. Colocou em si o capacete preto e prendeu o vermelho, em seguida subiu na moto e foi em direção ao aeroporto.

Jimin e Jungkook chegaram quase juntos, a única diferença é que quando Jimin chegou o moreno já estava subindo na moto com Park Bom, e Gd ficou responsável para levar as malas da senhorita para a casa principal.

-Aquele filhinho de papai. – Disse Jimin entrando novamente no taxi. – Por favor, vamos voltar.

-Claro. – Disse o taxista vendo o valor que iria ganhar com um grande sorriso.

Jungkook e Park Bom foram os primeiros a chegar à pizzaria, era uma pizzaria bem elegante com as melhores pizzas já conhecida no mundo, claro que eram caras, porém Jungkook fez questão de ir lá quando Bom disse que estava de volta.

Jimin não sabia o porquê, mas sabia que Jungkook escolherá aquele lugar de uma forma de afronta-lo só porque era rico, ou porque sabia que o ruivo trabalhava ali. Eram perguntas que não fugiam da cabeça de Jimin, mas ia aproveitar já que Jungkook se propôs a pagar toda a conta.

Era a hora marcada e todos ali estavam, Jungkook, Park Bom, Jimin, T.O.P, Jin, Namjoon e Yoongi. E no fundo da pizzaria estavam os subordinados de Kook aproveitando também já que era o dia em que ficariam ricos.

-Kook, porque a Cl e o GD não vieram? – Park perguntou na frente de todos.

-CL estava arrumando seu quarto que eu me esqueci de pedir a ela, e GD falou que tinha compromisso, não quis me meter. – Jungkook falou segurando a mão da amiga.

-Então Bom, como foi fazer faculdade nos Estados Unidos? – Jimin perguntou segurando a outra mão da moça. – Soube que algum admirador secreto que pagou.

-Foi o Kook que pagou, ele falou que alguém como eu não merecia estudar aqui. E claro que aceitei. – Disse a rosada. - Até pintei meu cabelo de rosa e vocês nem falaram nada.

-Como não, disse que tu estavas linda quando lhe fui buscar hoje. – Kook disse colocando a cabeça sobre o ombro da amiga. – Mas enfim, nossa pizza chegou.

Namjoon e Jin estavam de conversinhas entre si e aquilo incomodou muito Jungkook de uma forma que o mesmo queria saber o que tanto os dois conversavam, Yoongi não saia do celular e T.O.P não parava de se enturmar com Jimin.

-Nossa a pizza estava uma delicia. – Jungkook e Jimin falaram juntos.

Todos da mesa pararam e olharam para os dois, mas a única a fazer uma reação depois disse foi a Bom que soltou uma enorme gargalhada fazendo com que Jimin ficasse completamente corado, e Jungkook aproveitou da situação para alfinetar Jimin.

-Bem, Park vamos? – Disse Jungkook pegando a carteira. – Pegue e o troco e dê de gorjeta.

-Claro, Jimin foi ótimo ver vocês, em breve irei abrir minha agência de Advocacia, quando se forma, trabalhe para mim. – Disse a rosada abraçando o amigo.

-Eu trabalhar para tu? É mais fácil você... – Jimin ficou calado olhando a quantidade de dinheiro que Jungkook deixou sobre a mesa. – Uau, tem mesmo necessidade de pagar uma conta de R£ 1.000 deixando R£ 2.000?

-Que? Gostei do bom atendimento daqui, estou deixando o troco de gorjeta. – Disse Jungkook pegando a mão da amiga e a puxando. – Bem vamos ir, porque já esta tarde e a pista esta um pouco molhada.

-Verdade. Bem, foi bom conhecer vocês. – Disse Park acenando para Yoongi e os outros.

-Jimin, vamos ou vamos ficar sem ônibus. – Disse T.O.P apressando o ruivo.

-Verdade, vamos sim. Sorte de vocês três que moram aqui perto. – Disse Jimin se despedindo de Jin, Namjoon e Yoongi.

-Amanhã nos vemos na escola. – T.O.P falou com os três colegas e dando sinal para os comparsas no fundo da pizzaria.

Os dois foram para a direção da parada, só que ela aparentava meio aterrorizante, já que havia alguns moleques que pareciam gangster o que deixou Jimin muito aterrorizado, claro que era tudo parte do plano. Passando por um beco meio escuro T.O.P pediu para o colega esperar que o mesmo iria amarrar o cadarço do tênis, e Jimin o esperou, mas foi quando o ruivo lembrou que T.O.P estava usando um tênis que não tinha cadarço.

-Mas seu tênis não tem cadarço. – Disse Jimin olhando para o mesmo desconfiado.

-Claro que não, mas era para te enrolar um pouco. – Disse T.O.P fazendo um sinal fazendo mais três cara saindo do beco escuro e uma van preta parando atrás dele.

-O que você planeja fazer? – Disse Jimin começando a correr. – SOCORRO!

Seungri correu rapidamente e chutou as pernas de Jimin fazendo o mesmo cair no chão. – Olha se não é meu garçom favorito. – Disse Seungri segurando as mãos de Jimin para trás e o fazendo levantar a força.

-Você? O que quer de mim. – Perguntou o Ruivo com voz de choro.

-A gente só está cumprindo ordens. – Disse Gd saindo da Van. – Isso vai doer um pouco.

-Gdragon? Isso é obra do Jung... – Jimin havia sido acertado pela injeção que Kook havia dado para GD. O que fez o mesmo desmaiar assim que foi injetado.

-Coloquem-no na Van e vamos. – Disse GD já adentrando a Van.

Enquanto isso já na casa principal de Jungkook, Cl recebeu com grande abraço a senhorita Bom, e a mostrou para a mesma onde era o quarto que a mesma iria ficar. Cl também entregou a chaves de um Camaro Vermelho e as chaves da casa para a jovem.

-O que são isso? – A rosada perguntou para CL.

-Kook pediu para lhe entregar, ele mesmo queria, mas parece que ele teve compromisso de ultima hora. O vosso carro está na primeira garagem. Agora durma bem, tenho que terminar de arrumar umas coisas. – CL disse com um tom de tristeza, pois sabia o que o moreno estava fazendo.

Jungkook quando chegou à chácara Jimin estava seminu assim como ordenado sobre a cama, GD e os demais estavam na cozinha bebendo umas cervejas que Jungkook havia comprado.

-Bem, por favor, não me interrompam a menos que eu os chame. – Disse Jungkook colocando o capacete em cima da geladeira. – Já depositei R£65.500 na conta de cada um. Adicionei um acréscimo de R£15.500 por causa da demora.

-Hey chefe, boa vingança, precisar já tem meu numero, mas agora tenho que ir, aceitei o trabalho para pagar o hospital. – Disse Taeyang se levantando.

-Hospital? – Jungkook perguntou.

-Sim, minha filha tem câncer no esôfago e as contas são caras, e isso foi de grande ajuda. – Disse Tae saindo pela porta.

-Espere minha mãe antes de falecer era diretora do Hospital Rique, um dos melhores da Ásia, como ela morreu, o vice-diretor assumiu, Mas ainda faço parte de lá, mesmo seguindo a carreira do meu pai, eu ainda mando em boa parte lá. – Disse Jungkook se sentando na mesa. Leve sua filha para lá, eu pagarei por tudo e pegue esse dinheiro e use para diversão com sua família.

-O senhor Jeon, sou muito grato. Muito obrigado mesmo. – Disse Tae em meio a lagrimas segurando a mão do mais novo. – Farei qualquer coisa pelo senhor a parti de hoje.

-Pois bem, a parti da semana que vem, será o motorista da minha amiga, aquela da pizzaria. Será igual o GD é pra mim, motorista e segurança. Tudo que ela pedir fará. – Disse JungKook com sorriso. – Agora vá e conte a sua família que você salvou a vida do herdeiro do hospital Rique e que por isso ganhou um bom emprego e sua filha poderá ser tratada lá de graça.

-Claro obrigado. – Disse Tae limpando as lagrimas e saindo pela porta.

-Hey Tae. – Disse GD. – Pegue, é a chave da Van reserva depois você me entrega.

-Obrigado. – Disse Tae novamente.

-E quanto aos demais, tenho alguns empregos para lavagem de dinheiro que receberam Se quiser falaremos depois. Agora vou fazer minha vingança.

Jungkook foi até o quarto e viu que Jimin estava acordado, mas muito drogado para ter força para fazer qualquer coisa, o moreno foi até a filmadora e botou para gravar, retirou sua roupa por completo por de trás da filmadora e foi até a cama e se deitou com o ruivo.

-Estava esperando por essa noite. – Disse Jungkook em tom alto no ouvido de Jimin. – Finalmente deixou gravar nossa noite.

Kook puxou Jimin pelo cabelo e o beijou suavemente, e o ruivo sem forças só pode deixar, mas estava querendo chorar. Depois disso o Moreno retirou a cueca do outro e o pós de quatro onde foi fazendo uma penetração bem suave.

Jimin na tentativa de gritar por socorro não conseguia, pois sem forças o único barulho que fazia era de gemidos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...