História A volta da Shinsengumi - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Gintama
Personagens Kagura, Sougo Okita
Tags Gintama, Kagura, Okikagu, Okita Sougo, Romance
Exibições 57
Palavras 806
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Luta, Romance e Novela, Shounen, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Confissão


- Ei, isso não é hora nem lugar pra vocês ficarem se agarrando aqui seus pervertidos, Vou chamar a polícia! – Gritou um velho que passava por ali.

Sougo – Eu sou a polícia.

- enquanto isso, Kagura olhava irritada para o velho, e vermelha de vergonha ao mesmo tempo.

- Que horror, se a própria polícia faz isso, imagina os outros. Os jovens estão cheios de energia, um monte de pervertidos. – E o velho sai de lá com cara de desgosto da atual geração.

Kagura – Sádico...

Sougo – O que foi?  Essa é a hora em que você diz que me ama e não vive sem mim?

Kgura – Cala a boca, pirralho de merda! (Ela dá um soco na cabeça dele)

Sougo – Isso doeu China! Com certeza vai ter troco. Assim que eu te tornar em minha M.

Kagura - M? De jeito nenhum que eu vou ser uma masoquista! – (Fala ela com uma veia no rosto mostrando sua raiva ao ouvi isso).  É mais fácil vc se tornar M pelas minhas mãos!

Sougo – Vamos ver quem vai perder dessa vez!

 - E assim começa mais uma de suas lutas, só que essa é diferente, ao invés de uma expressão raivosa no rosto dos dois,como de costume; eles estão sorrindo.

 

 

Shinpachi – Alí Gin-san, Como eu falei, Kagura-chan está com o Okita-san!

Gintoki - Vamos lá Patsusan, não vou deixar que ele faça nada de errado com nossa pequena Kagura-chan!

 

Sougo – Yo, Danna. Vejo que você está bem.

Gintoki – Oi, Souichirou-kun,vejo que você também,mas por pouco tempo.

Shinpachi – Gin-chan, eles não estão fazendo nada, só lutando como sempre.

Gintoki – Não seja injênuo Patsuan, as aparências enganam. Eles parecem estar lutando mas não estão. Olha pra eles, pro rosto deles, pra expressão deles, o jeitos que estão agindo, se olhando...  Ai! O que foi isso Kagura?! Eu tentando te defender e você me dá um soco, mal agradecida.

Kagura – Você mereceu Gin-chan.Insinuando coisas assim sobre mim. – Fala ela um pouco irritada, mesmo ciente de que o que Gintoki falou é verdade.

Sougo – China, não precisa se fazer de inocente, você sabe muito bem que Danna está certo.

Kagura – Maldito, Você não vai  viver por muito tempo, por que eu... (foi interrompida por Sougo)

Sougo – Você o quê? Vai me matar? Não adianta, porque eu não vou deixar, talvez eu te mate primeiro. Mas ao invés disso, eu prefiro estar sempre ao seu lado, não importa o que aconteça, quero poder sair com você em lugares que gosta, no parque, ou na loja de dangos,  pra te ver comendo feito uma porca, dizer o quanto você é especial, e um dia te fazer de minha escrava masoquista,claro. Depois que eu estiver satisfeito de passar uma vida inteira feliz com você menina monstro, então só aí que vai poder me matar, porque  não  vou ter nenhum arrependimento do que vivi.  – Ele sorri.

 

-Enquanto Shinpachi e Gintoki ficar boquiaberto pelo que acabaram de ouvir.

Gintoki – Ei, Souichirou-kun, você está saindo completamente do personagem.

Sougo – Danna, Sougo desu. É só por hoje, talvez, e é culpa da menina monstro.

Shinpachi – Kagura-chan?

Kagura – E_eu... Sádico... Você não está mentindo pra mim, está?

- Kagura está completamente vermelha. Ela tem dúvidas já que sabe do que Sougo "supostamente" faz com outras garotas, mas ela não sabe que na verdade ele nunca teve nada com nenhuma delas.

Sougo – Não, Eu não sou um canalha mentiroso como o Hijikata-san.

 

( Hijikata - Atchim! Acho que tem alguém falando mal de mim).

 

Sougo – Cabe a você acreditar em mim ou não. Eu poderia estar mentindo sim, só pra ganhar a nossa luta eterna de rivais, mas seria um jogo sujo brincar com seus sentimentos, eu não ligo  para os sentimentos dos outros, somente para os das pessoas que são importantes pra mim. Então quando você perceber que é verdade, aceitaria ficar comigo?  Mas desta vez, não como rivais, e sim um casal de idiotas.

Kagura – Sim, acredito em você seu idiota. – Ela sorri, e ele retribui.

 

Gintoki - E_ei  Shinpachi, e_estamos sobrando aqui.

Shinpachi - É_é  mesmo Gin-san. você está chorando, porque  você está chorando?

Gintoki - E_eu não estou chorando, você não percebeu o vento forte que acabou de passar ?  Caiu um cisco no meu olho.  Shinpachi, nossa pequena Kagura-chan cresceu.

Shinpachi - Sim.

Gintoki - É melhor você cuidar bem dela Okita-kun, se você a fizer chorar, eu arranco as sua Kintamas.

Kagura - Não se preocupa Gin-chan, se ele fizer algo de errado, eu as arranco primeiro.

Sougo - Certo Danna. Vou cuidar bem dela.  - Um sorriso sádico é formado no rosto dele.

Shinpachi - Gin-san, talvez ele não seja uma boa influência pra ela, ela é muito ingênua ainda.

Kagura - Claro que ele não é, mas o que eu posso fazer?  Eu amo esse sádico.

Sougo - Eu também te amo China.


Notas Finais


Demorou muito, mas tá aí, o final da Fic :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...