História A volta do JungKook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, V
Tags Jikook, Threesome, Vkook
Exibições 47
Palavras 1.759
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


POISÉEEEEEEEEE VOOOLTEI, COM UM CAP QUENTINHO PARA VOCÊEEES.

Bom, primeiramente, queria pedir mil desculpas pela demora, só agora meu notebook foi concertado, e eu realmente tava com um bloqueio mental horrível.
Segundamente, haverá mudanças, na fanfic, então se houver algo nesse capitulo que não entenderam, fiquem calmos, eu irei revisar a fanfic inteira, e irei arrumar para deixar tudo nos conformes.
E tmb queria agradecer a todos os favoritos, e a todos que me esperaram e não desistiram da AVJ, amoo muito vocêss
espero que tenham uma boa leitura <3

Capítulo 7 - Start of new problems


Fanfic / Fanfiction A volta do JungKook - Capítulo 7 - Start of new problems

                                             HOSPITAL CENTRAL DE SEOUL
                                                                         7:00 AM
                SEOKJIN ON//

 

        - Ele acordou? O médico disse alguma coisa a mais sobre o estado dele? -

      - Não Hoseok, ele não acordou ainda - suspirei - E não, ele não disse mais nada -

      - Aish, como pude deixar isso acontecer? Justo na festa de boas vindas dele. - 

     - A culpa não foi sua, mas pode ter certeza, que se eu pego aquele desgraçado do Taehyung outra vez eu ... Aish - Solto o ar com força e bagunço meus cabelos como forma de mostrar minha irritação. - Falando nele, onde ele e Jimin estão? 

  -  Jimin acordou não lembrando de nada, e ele estava completamente confuso, provavelmente Taehyung deve ter posto algo na bebida dele, ou sei lá. Dei um comprimido de dor de cabeça a ele, e dormiu outra vez. - Ouvi uma bufada  do outro lado da linha - Ya ! Sério, fiquei chocado em saber que foi Taehyung que armou isso.. Ele se mostrava tão.. Inocente, e parecia que realmente gostava de Jeongguk.. Gostaria de ter ficado com você ai no hospital, para saber mais do Kook, eu fiquei realmente assustado quando vi ele daquele jeito. 

 - Pois você deveria saber que as aparências enganam Hoseok, uma pessoa como Kim Taehyung deveria queimar no inferno. - Direcionei meu olhar a Kook, ver ele daquele jeito me fez subir uma súbita raiva em meu interior, me fazendo cerrar fortemente os punhos. - E, foi bom você ter ficado, alguém precisava controlar a bagunça que ficou aquela casa. 

Aish, hyung, não fale assim de Taehyung.. Eu tenho certeza que ele deve ter algum motivo pra fazer algo desse tipo.. - 

Hoseok, você ouviu bem o que está falando?! Ele estuprou e torturou Jeongguk cruelmente, e ainda provavelmente dopou Jimin para o ajudar. Você acha mesmo que ainda existe motivos para fazer algo desse nível com uma pessoa?! Está ficando louco, por acaso? - Gritei esvaindo toda minha raiva momentânea. Me arrependendo logo em seguida ao ver Kook sentado com os olhos bem abertos e coberto por lágrimas.  Meu coração se apertou ao ve-lo, suspirei mantendo a calma - Hoseok, vou desligar agora. Depois nos falamos mais. Tchau. 

- Ei, mas esper.. - Mal esperei ele terminar de falar, encerrando a chamada e indo de encontro ao pequeno que me encarava diretamente, com seus olhinhos banhado em lágrimas. 

- Ei.. Tudo bem? Dói algum lugar? - Disse enxugando suas lágrimas com meu polegar e peguei em sua mão, me forçando a mostrar um sorriso, para o confortar. 
 Vendo que o mesmo não me respondeu, desfiz meu sorriso, e suspirei. - Você ouviu tudo, não é? - Observei ele abaixando a cabeça e algumas lágrimas caindo no lençol do hospital. Soltei suas mãos, e as levei em seu rosto o fazendo olhar para mim. - Ei.. Vai ficar tudo bem, okay? Eu estou aqui com você agora. - Sequei suas lágrimas mais uma vez. 

- H-hyung.. D-dói muito.. - Dizia entre soluços - E-ele era um dos meus melhores a-amigos.. porque foi tão mal comigo? - Dizia entre soluços. Meu peito se apertou fortemente ao ver meu pequeno desse jeito. E sem hesitar, o envolvi em meus braços em um abraço forte, mas com cuidado para não o machucar.

- Meu pequeno.. Vai ficar tudo bem, não vou deixar ninguém mais ferir você.. Eu prometo. - Dizia em sussurros em seu ouvido, fazendo carinho em seu cabelo enquanto o ouvia soluçar.

     Depois de alguns minutos na mesma posição, Jeongguk finalmente para de chorar, seco suas lágrimas mais uma vez, e o encaro sorrindo.

 - Hyung - funga, ainda se recuperando de seu choro recente - E-e meu tio? Ele ficou sabendo do que houve? Ele está aqui?

- Não pequeno, eu tentei ligar para ele antes, mas ninguém atendia. Prometo tentar ligar mais tarde. - Observo o pequeno bico que se formou em seus lábios. - Ya! desfaça esse bico, logo mais ele aparece, garoto. - Digo bagunçando seus cabelos.

- Não é isso Hyung.. Eu.. só acho estranho ele não atender o telefone, já que ele tem um sono leve e sempre anda com o telefone para alguma emergência.. Será que aconteceu algo? -

- Não pense besteira criança, tenho certeza que ele está bem. - O acalmei, olhei meu relógio de pulso vendo que já eram quase 8 horas. - Agora, acho melhor eu avisar algum doutor já que está acordado, para o examinar, sim? - Quando fiz menção em me virar para sair, senti uma mão agarrando meu pulso

- Hyung! N-não me deixa aqui sozinho, por favor - Vi suas bochechas ficarem em um leve tom rosado e sorri, o achando adorável. Peguei sua mão que estava em meu pulso e a acariciei de leve.

- Não vou te deixar sozinho. Prometo que vou ser rápido. 

- Promete mesmo hyung? 

- Na velocidade da luz. - Falei sorrindo, o que o fez sorrir. Deixei um selinho em sua testa e sai de seu quarto. 


                                                   ---------------------------x-------------------------------

                                          TAEHYUNG ON//

            - Hobi! Eu juro, eu não fiz por mal, eu.. eu.. não sabia onde tava com a minha mente.. eu.. -  

         - Chega Taehyung, já deu suas desculpas demais por hoje. - 

        - Não são desculpas Hyung! É que.. É que.. eu .. por favor hyung.. se eu te explicasse, você não entenderia..- 

         - Claro que não ! O que você fez foi um absurdo Taehyung! Justo na festa de boas vindas de Jeongguk, você me resolve estuprar e torturar ele, e como se já não bastasse isso você dopa Jimin para o ajudar a cometer esse ato tão.. repugnante. - Hoseok me encarava com um olhar de repleta fúria, indignação e o pior, de decepção. Engulo em seco, e o nó que tinha em minha garganta só aumenta mais ainda. 

    - Seok, chega, não gaste saliva com esse monstro - Dizia Yoongi, o namorado de Hoseok. Esse me olhava com nojo e desprezo. E suas palavras pesaram em minha mente com grande intensidade " Monstro ". Era isso que eu sou, não é? 

  - Quieto Yoongi, por favor não me interrompe. - O repreendeu, e direcionou seu olhar em mim mais uma vez. - Taehyung, eu realmente estou surpreso com você. Sinceramente, se superou dessa vez. Conseguiu me fazer enxergar o que você realmente é, eu.. eu não tenho nem palavras .. pra te dizer.. eu - Ele se interrompeu, e pude perceber lágrimas se formando em seus olhos, e meu coração se apertou. 

 - Hobi.. por favor.. eu .. - 

 - Cala a boca ! Cala a merda da sua boca Taehyung, e me escuta muito bem. - Me assustei quando de repente ele gritou, e foi ai que minhas lágrimas começaram cair. - Você.. - fungou - Você,Taehyung, eu.. te admirava muito, muito mesmo.. Mas.. Pelo visto.. você é idêntico ao seu pai. Um.. - respirou fundo, e eu solucei - realmente, um .. monstro. -

 Arregalei meus olhos, e meu choro ficou mais forte - H-hyung, não! Eu.. tá eu.. fiz aquilo com o Kook, mas não fui eu que dopei o Jimin, eu juro.. eu.. eu 

- Para Taehyung ! Eu não acredito mais em você. Sai da minha casa agora! - Gritou, com seu rosto vermelho, e sua feição de completa decepção. 

- Não H-hyung - Tentei chegar perto de Hoseok, mas Yoongi tomou em frente dele, me empurrando fortemente. 

- Você não ouviu o que ele disse? Vaza daqui seu monstro, já não ve que causou problemas o suficiente a todos? Saiaantes que eu chame a polícia ! - Yoongi, me empurrou fortemente para fora de casa, fechando a porta fortemente. De lá dentro pude ouvir, o choro de Hoseok, e meu peito se apertou mais uma vez.
                É tudo culpa minha ... 
 - Hyung.. - soluçava na frente de sua porta - por favor, me desculpa.. Eu não dopei Jimin.. eu juro.. eu - sussurrei para mim mesmo, enquanto ainda chorava compulsivamente.

        Fiquei um tempo parado em sua porta, até resolver ir embora, ainda fungando, andava sem rumo algum, até sentir algo molhado cair em minha cabeça. Olhei para cima, e assim pude sentir milhares de gotas da chuva que acabara de começar. Ajeitei então meu capuz em minha cabeça, e continuei meu rumo sem me importar com a chuva. 

         Mas que merda, por que eu sou assim? Eu realmente sou um monstro? Eu.. eu.. como pude fazer isso com Jeongguk.. eu amo.. ele .. eu .. Aish.. 

            ''Você é idêntico ao seu pai .."  .... " Você é um monstro .. " ... "  Não vê que causou problemas suficiente a todos? " .. Essas palavras martelavam fortemente em minha mente, e rasgavam fortemente meu coração toda vez que eram lembradas. Eu.. Realmente sou um monstro? Eu sou.. igual ao meu pai? eu.. Aish, será que todos seriam mais felizes sem eu por perto? 
          
             Um estalo alto de um trovão me fez parar subitamente, e quando me dei conta, já estava naquele terreno abandonado. No qual eu ia quando queria ficar só. De longe, esse era meu lugar favorito. Enfim, funguei e avancei para o lugar que tanto gostava. Com apenas o pensamento, de que daqui eu não sairia tão cedo.

                                                        ------------------------------x---------------------------------
 
             XXXXON//

    
- O que vai querer senhor? - 
 
   - Oh, apenas um café, por favor. - 

  - Okay, só um instante. -  

          Enquanto esperava meu café, direcionei meu olhar para a televisão na qual passava o noticiário da manhã. 

       - [...] Nessa madrugada, uma residencia da rua xxxxxx, foi incendiada. Infelizmente o corpo de bombeiros não chegou a tempo, deixando a casa completamente destruída. Infelizmente, ouve vítimas, que morreram carbonizadas dentro de sua casa. Seus corpos, não foram encontrados ainda porém el.. [ ... ] 
    - 
Aqui está senhor. - 

   - Obrigado. - Sem desviar meu olhar da TV, a agradeci, enquanto levava a xícara a boca. 

   - Meu Deus, que horrível. Imagina o sofrimento da familia dessas pessoas, quando descobrirem que morreram. - Ela comentou, olhando o noticiário. 

- Isso realmente é triste. - Falei em um tom falso de tristeza. 

 - Sim, bom é melhor eu ir indo. Tenha um bom apetite senhor. - Ela disse se curvando e saindo logo em seguida. 

Olhei mais uma vez para a TV, onde mostrava imagens da casa toda em cinzas. Sorri de lado, pegando meu celular digitando rapidamente o número. 

  - Alô? 

 - Acabei de ver o noticiário. - Dei uma pausa. Beberiquei meu café - Você fez um ótimo trabalho. - Soltei um sorriso. 

   
                       
                                                                                                        -----------------x------------------------

                                  CONTINUA//


Notas Finais


É isso galeraaa, e como disse lá em cima, se houver algo que deixaram vocês " wtf " fiquem calmos, haverá mudanças nessa fanfic, e eu irei revisar todos os cap e assim poderão entender melhoor. Eu pretendo não demorar de novo a postar o próximo capitulo, até o proximooo <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...