História A Voz De Um Amor - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kizashi Haruno, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Minato "Yondaime" Namikaze, Nagato, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shion, TenTen Mitsashi, Yahiko
Tags Naruhina
Exibições 372
Palavras 1.356
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi minaa-san.... Obrigada pelos comentarios e os favoritos de vcs me deixam muito contente... ❤❤❤❤❤... Vamos a mais um capítulo?! .. 😘😘

Capítulo 17 - Decisão


Fanfic / Fanfiction A Voz De Um Amor - Capítulo 17 - Decisão

— Nunca mais chegue perto do meu irmão.

— quem você pensa que é pra agredir minha noiva?— falou
Yahiko irritado se colocando na frente de hinata de imediato.

— Yahiko, me deixe sozinha com a Sakura, por favor — pediu Hinata com a voz baixa.

— Não vou deixar você sozinha com essa louca.

— Ela não é nenhuma louca, teve razões para fazer o que fez, e eu
mereci.

—  Do que você...

— Por favor, saia!

Yahiko respirou fundo e concordou, receoso se encaminhou para porta e antes de sair voltou-se para hinata.

— Eu vou estar aqui perto, pode me chamar se precisar... — Disse isso e
saiu fechando a porta deixando-as sozinhas.

— Sabe por quê estou aqui não sabe?!

— Sakura eu sei, que você tem toda razão do mundo para me odiar pelo que fiz, sei que acha que brinquei com o Naruto mas...

— Foi exatamente o que você fez — interrompeu ela tentando controlar a raiva que estava sentindo — Sasuke e eu tentamos juntar vocês dois e isso me fez responsável pelo que ele está passando agora. Nunca imaginei que você seria capaz de pisar em cima dos sentimentos dele dessa forma.

— Não foi minha intenção... Eu amo o Naruto e... juro que ia contar tudo a ele hoje, mas foi tarde demais...
estou sofrendo tanto quanto ele com essa situação. — Disse hinata sentindo os olhos marejarem aos poucos.

— eu vi, vi o quanto você o ama e o quanto está sofrendo... Vi assim que entrei nesse quarto — respondeu Sakura sarcástica — Não seja ridícula.

— O que você viu... Não era para ter acontecido eu, não sei explicar porque ...

— Porque você não vale nada só por isso... você aqui se divertindo com seu noivinho milionário, e o naruto... — interrompeu-se sentido o sangue lhe subir a cabeça — eu juro que estou me segurando pra não te dar a surra que você merece.

— eu vou me casar por obrigação, eu não amo o Yahiko. Naruto não acreditou, por favor acredite em mim... — implorou desesperada.

— Se ele não acreditou, por que acha que eu deveria acreditar?! O que mais você quer? Já conseguiu o que queria. O meu recado para você é esse hinata, fica longe dele, ou não vou me contentar apenas em te dar uma bofetada... Te darei
uma surra que você nunca mais vai esquecer, você já o destruiu o bastante. — sakura voltou-se para a porta do quarto e antes de sair concluiu — Seja feliz com sua vida  de rainha.

Hinata ouviu ela bater a porta com força quando saiu.

não sabia mais o que fazer, estava com uma mistura de sentimentos, tudo rodava, sentia tristeza, solidão e raiva de si mesma... Como pôde ser capaz de beijar Yahiko?! As lágrimas caíam de forma incessante, se amaldiçoava. Sua cabeça latejava, talvez fosse mesmo melhor deixar Naruto, ele nunca seria feliz ao seu lado...
Suas emoções estavam tão intensas que sentiu uma dor no peito quase insuportável, sentindo-se tonta não viu mais nada a sua frente a não ser a escuridão, antes que desabasse no chão, ouviu a voz de Yahiko.

—  Hinata!

*****★*****★*****★*****★*******★*****★*****★*****★

— Precisa comer alguma coisa querido! Assim vai ficar doente. — Disse Mebuki pela milésima vez tentando fazer Naruto comer o que ela levava para o quarto dele.

— Não estou com fome, madrinha... Obrigado! — respondeu gentilmente, com a voz triste.

— Uzumaki Naruto sem fome?! Essa é nova. — comentou brincando, sentou-se ao lado dele, e o viu esboçar um sorriso fraco.

— Desculpe ter estragado a festa que a senhora e a Sakura prepararam ontem. — disse de cabeça baixa.

— Não se preocupe com isso querido, você teve uma razão. Ainda não acredito em tudo que a Sakura me contou, eu deveria ter mostrado aquele jornal a você. Me sinto tão culpada.

— A senhora não teve culpa de nada, eu que sou muito idiota. Deveria saber desde sempre que eu sou muito pouco para ela.

— muito pelo contrário, ela que não mereceu você.

Mebuki se aproximou do afilhado e o abraçou carinhosamente.

— ainda é muito jovem Naruto, vai encontrar alguém te mereça, e
que te dê todo amor que você merece. Olha como você é lindo. — disse Mebuki com um sorriso brincalhão, se afastou do abraço e pegou um espelho e mostrou a ele seu reflexo — Não vão faltar garotas se matando por você.

—  Isso não! Não estou disposto a amar de novo. Nunca mais, e nenhuma outra vai entrar na minha vida para ficar.

— Não pense assim filho,  não pode sacrificar todas as chances de ser feliz. Talvez a Hinata não seja a pessoa certa, você é tão novo pra querer desistir do amor assim, existem muitas moças que...

— o que sinto pela hinata é verdadeiro — Naruto a interrompeu ainda com a voz baixa — não acredito que existam outros amores; se o verdadeiro não deu certo, duvido que algum outro dê.

— Naruto...

— Apesar de tudo — continuou —quero que a Hinata seja feliz, isso importa pra mim. Queria não me importar tanto, mas me importo.

Mebuki passou as mãos pelos cabelos loiros do afilhado, e lhe deu um beijo na testa.

— Você é tão parecido com sua mãe... Parece até que era ela quem estava falando.

— Meu pai também brincou com ela não é madrinha? Deve ser
por isso. Mas não vou ser ingênuo o resto da vida, eu quero e vou mudar...

— como assim querido?

—  não vou sacrificar minha vida por alguém que não mereça madrinha.

— Ainda não entendi filho, o que quer dizer?!

— Eu pensei muito e... Não pretendo voltar ao colégio Konoha
Senju. — Respondeu ele olhando pra mebuki seriamente.

— Como não vai voltar? E sua bolsa a qual você tanto lutou?! — perguntou espantada.

— Além de não querer ver a hinata outra vez eu... Estou pensando
seriamente em aceitar uma proposta que recebi de um empresário bem-sucedido que vive em Nova York.

— em..empresário? — o coração de Mebuki disparou. — Que empresário filho? Que proposta é essa? — Perguntou Mebuki, não poderia ser quem ela estava pensando, será?!

— Ele quer que eu trabalhe para ele nos Estados Unidos, vou fazer um
estágio terei todos os meus estudos pagos. Ele precisa de alguém na area contábil, exatamente a área que gosto, duvido que terei outra oportunidade como essa.

— não pode aceitar isso naruto, e... Se for uma cilada?! Não acha isso muito fácil?

— Eu não ia aceitar, eu iria continuar em Konoha porque não queria ter que deixar a hinata. Mas nada mais me prende aqui, não posso deixar essa chance escapar. Não se preocupe ele parece ser bem conhecido então não acredito que seja uma cilada.

— Qual... Qual o nome desse.. Empresário Naruto?

— Não me lembro bem... — Disse Naruto pegando o cartão de cima do criado. — Namikaze Minato.

Mebuki deixou o espelho que ainda segurava cair no chão e ficou imóvel, se aproximou de Naruto e o abraçou fortemente.

— Você não pode aceitar isso Naruto, não pode! — disse ela de repente sentindo os olhos marejarem.

— O que foi madrinha? Por quê não? — Perguntou confuso com a atitude de Mebuki.

— bom... Porque eu, não... Não posso ficar longe de você, sabe que te amo como a um filho. Não quero que vá embora.

— também a tenho como minha mãe. Mas é o melhor para mim, vai me ajudar a esquecer um pouco a Hinata e vou me concentrar no que realmente gosto. É uma grande oportunidade, vou poder lutar pra tentar melhorar nossas vidas.

— Sabe que Kizashi nunca vai concordar com isso... — respondia quase aos prantos — nem a Sakura ela também não vai deixar você ir, e nem mesmo o Sasuke... Ou ...

— Madrinha, eu te amo! — sorriu interrompendo-a, tentando despreocupa-la de alguma forma — Tenho certeza que todos eles vão entender. Principalmente o padrinho, sei que a Sakura vai ser mais difícil de convencer mas... Preciso muito do seu apoio, por favor.

— Apoio para quê? O que será difícil de me convencer?

Só então Mebuki e naruto viram Sakura parada na entrada do quarto junto com Sasuke.

Continua...

*****★*****★*****★*****★*******★*****★*****★*****★


Notas Finais


Bjoss genteee até o próximo capítulo... 😚😚😚


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...