História A.A.N.Z (interativa) - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Interativa, Luta, Musica
Exibições 17
Palavras 1.257
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ooooooooolar! Como estão amores?
Eu ando muito rápida para escrever! Acho que é porque eu tenho uma leve paixão pelos personagens, até os que não andam aparecendo são muito amores na minha vida.
Bom, eu não vou ficar enrolando, até porque não tenho NADA para dizer hoje, só espero que gostem do capítulo que infelizmente ainda não é a festa. Mesmo que eu tnehz dito que seria no capítulo seguinte ao anterior, no caso esse, ej vou dar uma enrolada em vocês. Haha
Boa leitura.

Capítulo 12 - Last 2 Hours


- Alguém segura a escada para mim? - Sun Hee pediu. 

Ela estava na quadra, onde seria a festa de Halloween dali algumas horas. Mia e Morgan haviam sido obrigadas a ajudar na montagem da festa durante aquela tarde e as amigas haviam decidido ajudar. No começo ficaram meio decepcionadas com o fato de perderem as aulas da tarde, mas o período foi liberado e ninguém teria as aulas na tarde daquela segunda-feira.

Sun Hee e Morgan, no topo de duas escadas, uma em cada ponta do palco, prendiam a enorme faixa roxa e laranja que dizia "Feliz Dia Das Bruxas". Tinha tanto glitter naquele pedaço de pano que Morgan podia jurar que uma fábrica de brilho havia estourado naquilo. Será que Pablo havia se responsabilizado de carregar aquilo e suado?

Mia estava sentada no palco enfeitando a cabine do DJ e montando uma playlist no seu MacBook sobre a bancada. Seria só uma proposta pro DJ, é claro, mas melhor do que ele não ter ideia do que eles queriam ouvir e colocar algo como a Macarena.

Pela quadra uma música rodava. Muitos podiam nunca ter ouvido aquela música na vida, mas Mia sempre fora apaixonada por Cher Lloyd, e a música tocava o mais alto possível. Ela cantarolava baixinho tentando grudar uma bruxa a uma vassoura e prender os dois na mesa de som. Mas não tava dando certo! Se ela desse um chilique iriam julga-la?

Matthew, que havia sido arrastado pela irmã, foi até onde a namorada estava e segurou a escada de metal com firmeza se esforçando para não levantar o olhar, já que Sun usava saia. Sun não sabia trabalhar com cola quente, mas estava fazendo um esforço muito grande para ajudar as amigas.

Estava super ansiosa para festa, principalmente para usar sua fantasia de Alice. 

A parte boa de ser irmão de Mia era ter informações como a fantasia de Sun. Se ela is de Alice, ele iria de Chapeleiro. Ele não sabia se Mia já havia deixado escapar que eles eram irmãos ou se Sun ainda via eles como pessoas completamente aleatórias, mas esperaria sua surpresa "chapelástica" para perguntar.

Finalmente a faixa de Halloween grudou na parede e tanto Sun quanto Morgan desceram da escada.

- Obrigada, Oppa. - Sun disse beijando Matthew rapidamente e atraindo um olhar de Mia, que abriu um sorrisinho malicioso e provocativo.

- Hey, Matt. - ela chamou se levantando. - Pode me ajudar a buscar umas caixas lá embaixo?

- Caixas de que? - ele perguntou sendo tão lerdo quanto possível.

- De balas, o pote de ponche. Vem! 

Matthew sorriu para Sun e caminhou atrás da irmã. As caixas de doce estavam tão pesadas assim? Caramba, qual era o tamanho das balas que haviam comprado?

- Não tem caixa nenhuma, né? - Matt finalmente caiu na real.

- Ter até tem, mas não precisaria da sua ajuda. Só queria ter o prazer de dizer: "MATTHEW ESTÁ NAMORANDO! MATTHEW ESTÁ NAMORANDO!" - ela praticamente gritou quando entraram no elevador. - Se você decepcionar a minha Sun Hee, eu esfrego tua cara no asfalto quente.

- Mas o seu irmão sou eu!

- Eu tô cagando pro nosso parentesco. A Sun Hee é preciosa demais pra se magoar e eu realmente vou te machucar se você machucar aquela asiática fofa!

Matthew apenas riu. Voltaram a agir normalmente quando o elevador abriu. Matthew falando sobre a festa de aniversário da avó deles, falando sobre a fantasia dele e ambos dando risada. Mas no último andar o clima não estava assim tão simples.

- Morgan, você acha que a Mia e o Matthew podem.. Sei lá.

- Mia e Matthew? - Morgan perguntou antes de explodir em gargalhadas. - Você é completamente louca, Solzinha. - disse e desceu do palco em um pulo indo ajudar Astra a colar a toalha de mesa na mesa.

Sun ficou sem entender, mas logo Mia e Matthew voltaram, sobrecarregados de caixa e rindo. E a coreana ignorou o ciúmes e tratou de ajudar os dois. Foi quando percebeu algo, eles eram levemente parecidos. Lembravam um ao outro.

Ignorou a situação e apenas ajudou a terminar de arrumar a festa. Quando tudo estava pronto e  limpo, todos suspiraram orgulhosos.

- Babe, está com fome?

- Olha, sua baby girl eu não sei, mas eu vou morrer se não comer nada. - Morgan brincou se aproximando do casal e Mia. 

- Alguém falou em comer? - Ricky disse empolgado, aparecendo do nada.

- Péssima notícia, grisalho. Vamos comer. Vai ter que descer a escada de novo. - Matthew disse rindo.

Os cinco começaram a caminhar. Matthew pegou na mão de Sun Hee que deu um pulinho. Trocaram um olhar, um sorriso e foram de mãos dadas até o pátio. Matthew se sentou ao lado de Sun, Morgan curiosamente ao lado de Ricky e Mia ficou ali. Uma vela comendo pizza de calabresa. 

Ela estava entediada, mas algo a tirou de sua depressão de vela. Kyung apareceu ao longe, olhou para ela e fez um gesto pedindo para conversar.

- Volto já. - ela disse sendo ignorada. - O que você quer? - perguntou a Kyung quando chegou perto dele.

Kyung simplesmente não respondeu. Ficou olhando para os olhos verde-esmeralda de Mia, os lábios pintados com um batom roxo, o leve decote da camiseta da Supergirl.

- Eu sumi por uns dias. Não prestei atenção na aula. Fiquei pensando em muitas coisas, Amelie. Tive uma discussão com a minha irmã e fiquei com uma duvida constante. Se estava com ciúmes delas ou de você. - ele fez uma pausa dramática e a única coisa audível foi a respiração cruzada dos dois. - Eu vim para cá um ano antes da Sun e, provavelmente você não se lembra, mas eu me apaixonei por você. Seu jeito maluco, engraçado, sua beleza... Você era tudo para mim, Mia. Mas você tinha um defeito. Você é lerda. - Mia teve que segurar a risada. - Não percebeu quando eu dei em cima de você e despedaçou meu coração quando o boato de que estavam ficando com Abraham surgiu. Amelie, eu me apaixonei por você e tive raiva por não ser correspondido. Quando você e minha irmã se aproximaram... Senti ciúmes por ela ter sua atenção quando eu nunca tive. Porque eu ainda sou apaixonado por você. - Kyung concluiu. - Eu só queria pedir desculpa por ter sido um mané.

- Kyung, sabe qual foi o seu problema? Que se você tivesse me chamado para sair no primeiro ano, eu teria saído com você.

- Teria?

- Com certeza. Porque eu te via como um personagem de livro, como um cara com quem eu podia contar se precisasse por sermos amigos na época, mas você não me dava bola. E eu desisti.

Kyung ficou boquiaberto, sem reação. Amelie notou o olhar de Sun Hee sobre eles, um olhar ansioso e  curioso.

- Eu te desculpo por tudo, K. E espero que você me desculpe. - Ambos sorriram e Mia começou a se virar.

- Mais uma coisa. - Kyung disse rapidamente. - Minha irmã ainda me odeia, então... Você cuida dela pra mim? Investiga o passado daquele menino.

- Não preciso. Vou cuidar dela, porque ela é uma garota incrível, mas Sun está em boas mãos.

- Tem certeza?

- Sim, fui eu quem criei aquele menino. Até a festa, Do Kyung.

- Até a festa, Amelie G.

Então Amelie saiu de perto dele, voltando a se aproximar do grupo de amigos com um leve sorriso no rosto.


Notas Finais


Obrigada por lerem!
Comentem pra me deixar felizona!!!
ACESSEM O TUMBLR PARA ACOMPANHAR AS NOVIDADES: http://aanzoficial.tumblr.com/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...