História Abandono - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Abandono, Drama
Exibições 13
Palavras 320
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Capítulo Único


 

 

Ouvi seu grito contra meu rosto. Era agudo, e transmitia raiva absurda. Depois observei as lágrimas escorrerem por suas bochechas, inclinei-me para tentar consolá-la, mas a mesma deu um passo para trás, então gritou comigo de novo.

Eu sinto muito. A magoei, a fiz miserável. Ela também me magoou, me quebrou em duas partes. O amor se estilhaçou como uma boneca frágil de porcelana. Então senti meus próprios gritos também saírem de meus lábios.

Fiz o ódio nos envolver. Fiz a mágoa nos envolver. Viramos uma nuvem de tormento.

Raiva ou tristeza? O que era pior?

A tristeza pode te deixar abatido, amargurado, e inconsciente do mundo e de todos, até você chegar ao fundo do poço, sendo levado mais e mais para baixo. A tristeza te coloca em uma posição dolorosa, onde você está sempre vulnerável e qualquer coisa pode te atingir. O faz depressivo, e automaticamente um zumbi caminhando entre as pessoas. Enquanto a raiva pode evoluir ao ódio, que evolui para uma impressionante determinação em vários aspectos, e situações. Te faz inumano, te faz alucinado, mas ao menos sabe que está vivo, pois sobrevive por ela, pela raiva.

Era assim que julgava as duas coisas, e eu nunca suportaria a miséria nos olhos dela se dissesse a verdade.

Mais lágrimas, sua voz se elevou para chamar minha atenção: "Está me ouvindo? Você está me ouvindo!?" A observei, o rosto se contorcia numa expressão de ódio direcionado totalmente e absolutamente a mim, mas seus olhos estavam magoados, as gotas de água por seu rosto demonstravam isso. Ela não precisa mais de mim, e eu não preciso mais dela. Não podemos mais ser apenas um. Sofreremos, mas sofreremos sem lágrimas.

"Eu te odeio"

Eu te amo, eu gostaria de sussurrar, mas em vez disso, olhei para o seu olhar em agonia e gritei:

"Céus, eu te odeio!"

O ódio é o que precisamos para o fim do abandono sofredor.

 

 


Notas Finais


Obrigada pela ler até o fim s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...