História ~Abnormal love~ (Taekook/Vkook) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Amor Anormal
Visualizações 72
Palavras 1.203
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Fantasia, Festa, Ficção, Lemon, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiieeeeee Oiiiieeeeee ooooiiieeeeeee tuxo bom?
Boa leituraaaa!E obrigada pelos 60 fvsssssss eu amo voceeeeeeeeeeeeeeeeeees!!!!!!!!💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙💙e desculpa se houver algum erro

Capítulo 17 - ·°·°·°·°·Morto.°·°·°·°·°


         Taehyung on:

Ele assumiu a culpa pelo Taehyung ?!Caralho velho!Fiz isso pra foder o Tae na escola mas...se Taehyung deixar Jungkook levar a culapa sozinho e,se fazer de santo nessa história,Jungkook nao terá motivos pra confiar nele e pode ser que eles se afastem,Taehyung pode nao admiti mais eu sei que ele sente algo por esse garoto,seja amizade ou amor eu sei la e também tô pouco mê fedendo,mas perder esse cara seria um tombo pra Taehyung,ainda mais agora que ele tá todo sentimental por causa do eclipse e das lembranças da mamãe,olha so gente!!!Tentei mata um coelho e acertei em um lobo kkkkkkkkkkkk.

-E ele?O que fazia aqui?.-Perguntou o diretor cruzando os braços e me olhando com uma cara mal-morada,que foi amor?Comeu limão achando que era morango?Tenho culpa nao eu em!.

-Ele...ele...ele veio tentar me impedir e tirou os frascos das minhas maos na tentativa de me fazer para...ele nao tem nada a ver com isso eu...eu fiz tudo sozinho.

-Isso é verdade Sr.Kim Taehyung?.Pergunto novamente o diretor se direcionando a min.

-Sim diretor!Eu só estava tentando parar esse marginalzinho de merda,eu nao tenho nada a ver com isso,foi tudo ele.-Disse friamente colocando todos os frascos de volta na moxila ao meu lado.

-Muito bem Sr.Kim agora voce sr.Jeon!Vai ter uma boa mancha em sua fixa,e eu sei que seus pais e principalmente seu pai,nao vão gostar nada dessa noticia nao é mesmo?Nunca pensei que você fosse desse tipo de garoto inconsequente Sr.Jeon Jungkook,pra minha sala agora!.

-Agora se vocês me dão licencia eu tenho uma prova e preciso estudar,nao estou afim de tirar nota vermelha.-Me curvei em forma de respeito e dei um sorriso de lábios serrados para o diretor.

-Toda que você quiser kim.e você!vamos ter uma longa conversa Jeon Jungkook!.-Foi oque eu ouvi antes de sair de perto dos dois.Dei um sorriso vitorioso ao perceber que ninguém estava me olhando.

Caminhei ate o refeitório e encontrei aquele bando de viadinhos mal assumidos,Taehyung deveria pelo menos escolher melhor as amizades...mas enfim.

-Oi pessoas!.-Disse fazendo um sinal da paz com os dois dedos.

-Oi Tae...cadê o kook?Achamos que ele estava com você.-Disse Jimin.

-E ele tava,bom...mais ou menos,ele tava pichando os muros da escola ai eu tentei parar ele mas já era tarde de mais o diretor apareceu e levou ele pra diretoria.-Sentei-me junto a eles.

-O Jungkook pichando muro?Aaaaaaa Jungkook!Nos vamos ter uma boa conversinha quando chegarmos em casa Ooooooo se vamos!Vai apanha de chinela na raba!.-Jin nao pareceu gostar nada dessa ideia,então Jungkook se fudeo duas vezes por minha causa achando que estava protegendo o Tae?!Tem como ficar melhor?.

-Jungkook nunca mais vai querer pichar os muros da cidade!.-Dei uma gargalhada e todos rirão,menos Hoseok,ele me olhou com um daqueles olhares mortais,tenho certeza que ele sabe que eu n sou o Tae,mas eu tô pouco me ferrando,ate porque só existem duas coisas que podem me tirar do corpo do Tae.primeira:minha boa vontade e segunda:a faca do viajante,mas acho difícil Hoseok conseguir uma e acho mais difícil.ainda ele saber que isso existe então...

             °·°·°·°·°°·°°·°·°·°

              Jungkook on:

Depois que nos afastamos de Taehyung,o diretor me deu um bom sermão,mas eu agradeci por ele apenas deixar registado na minha ficha e não ter envolvido policia ou me expulsado da escola,mas o meu pai vai ser um problema maior que isso,ele nao é do tipo pai presente,ele vive no trabalho e quando esta em casa ou esta dormindo ou esta jogando golfe,mas apesar disso ele é bem rígido em relação aos meus atos que podem chegar a me impedir de tomar o cargo dele na empresa quando ele se aposentar,apesar de eu nao querer isso,a única coisa que eu queria era acabar meus estudos e correr atrás dos meus sonhos,mas meu pai diz que sonhos é pra maricas,ele ate aceitou o fato de eu ser bissexual,mas nunca engoliu de verdade.

Quando sai da sala do diretor peguei minhas coisas e fui em Bora,já que fui suspenso da aula de hoje.

Quando cheguei em casa,me assustei ao ver que meu pai estava em casa,(mais especificamente na sala)fala sério!ele nunca sai do trabalho a essa hora e logo hoje ele sai?Aaaaaaa Jeon Jungkook!Vai ter azar desse jeito na casa do caralho!.Entrei em casa e fechei a porta atrás de min

-Então quer dizer que você resolveu virar um artista assim de uma hora pra outra sem nem me consultar hu?.-Sua expressão era fria,seu olhar era intimidador,ele estava me dando muito medo.

-P-pai...eu posso expli...-Fui interrompido.

-Eu sou o homem dessa casa.Sustento uma mulher e um viado.decreto algumas leis.E espero que sejam obedecidas corretamente.Eu aceitei o fato de você ser um viadinho de merda Jeon Jungkook.Aceitei que você morasse com seus amigos.aceitei suas noites em claro fazendo coisas que eu tenho certeza serem inulteis.Aceitei você querer aproveitar a juventude.aceite.aceitei.e aceitei.Mas você passou dos limites e eu quero saber porque.que que olhe nos méis olhos e diga que isso nao passou de um mal-entendido,ou me de uma boa explicaçao.-Eu nao tinha explicação,nao tinha motivos,eu nem se quer fiz aquilo porque deveria ter uma razão pra ajudar alguém por impulso?Maldito bom coração!.

-Pai eu...-o olhei nos olhos pensando no que diria mas nao tinha nada pra dizer então simplesmente abaixei a cabeça e fitei o chão.-Eu nao posso falar.

-Entendi.Você nao pode fala é isso?Nao pode falar?Nao pode falar mas pode vandalizar hã?Jungkook você é uma vergonha pra min!Nao da valor a nada do que lhe tem disponível!só quer saber de curtiçoes desnecessárias!É um imprestável!.-A cada palavra,sua voz se alterava mais.

-Pai eu nao...

-CALE-SE!Eu sou seu pai!E você vai me obedecer e vai pagar pelo toque que fez!É um inútil,desgrassado,maldito e nojento!E agora vai pagar pelo pecado de ter nascido!.-Ele se virou e foi em direção a um armário que tinha na sala,de la,ele retirou uma sinta de couro e um chicote.-Você vai receber o castigo por nao ter me obedecido!Vai sentir dor por jogar o nome da sua família no lixo.

-Pai?O que vice vai fazer?.-Perguntei quando o vi pegar uma corda.

-Nao fassa perguntas,apenas me obedessa,tire a camisa.Ele mandou e eu obedeci.-Ajoelha-se!.-Me ajuelhei e o mesmo amarrou meUS pulços fortemente.-Levante-se e vá para o porao,la resolveremos nossos problemas e você vai aprender a dar valor a vida.-Fiz toque ele mandou e caminhei ate o parado que havia em casa.Ajuelhei-me,e o mesmo me amordaçou,eu nao sabia toque ele estava fazendo,ele nunca me bateu antes,nunca encostou um dedo em min se nao fosse para me dar carinho...e agora isso.

-Essa é por ser um imprestável!.-Ele gritou e deu uma chicoteada forte nas minhas costas,aquilo ardia,era a pior dor que já senti,tentei gritar mas meu grito foi abafado pela mordaça.-Essa é por ser um viadinho de merda!.-Mais uma chicoteada ainda mais forte que a outra,e dessa vez senti uma lágrima escorrer de meus olhos,meus gritos eram abafados por conta da amordaça,e as minhas costas ardiam.-Essas são por me dar tanto desgosto.-Ele começou a me dar chicoteadas sem parar,a cada chicoteada uma lágrima,a cada lágrima um grito,a cada grito,suor,a cada suor,sangue.

Ele ficou horas me chicoteando e me torturando,já estava fraco demais,meus pulsos já sangrava por conta das cordas,meu corpo queimava como fogo,nos meus olhos já nao havia mais lagrimas e meus gemidos já eram quase inaudíveis.Aos poucos senti meu corpo sede ao sofrimento,minhas vistas começarão a escurecer e entao o vazio.Eu havia desmaiado ou estava morto.Nao sei bem qual seria a melhor adição,mas torcia pela segunda.


Notas Finais


Ate o próximo genteeeee!Beijoooossss de luuuzzz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...