História Abnormal Lovers - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto, Shingeki no Kyojin (Attack on Titan)
Personagens Annie Leonhardt, Armin Arlert, Bertolt Hoover, Connie Springer, Eren Jaeger, Erwin Smith, Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Hange Zoë, Jean Kirschtein, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kenny Ackerman, Levi Ackerman "Rivaille", Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Mikasa Ackerman, Naruto Uzumaki, Natsu Dragneel, Reiner Braun, Sakura Haruno, Sasha Braus, Sasuke Uchiha, Zeref
Tags Escolar, Fairy Tail, Levihan, Mistério, Naruto, Romance, Shingeki No Kyojin
Visualizações 48
Palavras 2.336
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Esporte, Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi de novo meus amores!

Espero que gostem desse capítulo :33


Ah talvez tenha uma coisinha que vcs se perguntem " ué o que é isso? " mas não se preocupem, deixei explicadinho nas notas finais.
E muito obrigada por acompanhar *---*

Capítulo 2 - Dupla Perfeita


Fanfic / Fanfiction Abnormal Lovers - Capítulo 2 - Dupla Perfeita

Levi correu até a arquibancada . Pulou a proteção fazendo algumas tietes esgoelarem ao presenciar aquilo. Arremessou um uniforme bruscamente sobre a cabeça de Hanji, fazendo a mesma  se sobressaltar. 

 

— Ei quatro olhos! Que tal me retribuir aquele favor? — perguntou Levi sem cerimônia. 

— M-Mas Levi faz tempo que eu não... as minhas pernas são... — Hanji tentou desconversar, afinal ela tinha um verdadeiro tabu em mostrar as pernas, as quais considerava esquisitas, "pernas de avestruz" era uma das coisas que vinham a sua mente naquele momento . Hanji não vestia o uniforme da escola como as outras garotas, na maioria das vezes estava usando um macacão de cor qualquer e seu jaleco branco do clube de Biologia. Tentou evitar olhar para Levi, olhando outro ponto de sua cabeça, ela não queria ceder. Levi era ótimo em persuadir as pessoas. 

Levi ouviu a frase quase sem sentido de Hanji sem tirar os olhos da mesma. Revirou os olhos, respirou fundo. Tinha menos de 5 minutos para convencê-la agora e estava escolhendo bem as palavras. 

—  Hanji desde quando você se importa com a opinião dos outros? 

— Desde hoje. — disse ligeiramente antes de afundar o rosto na camisa do time. 

— Tsk você tem merda na cabeça ou o quê? — declarou Levi bagunçando o topo dos cabelos da garota. 

—E vocês? Porque escolheram logo hoje pra comer a comida da escola? — Aquilo   definitivamente não é carne!— sussurrou ela no ouvido do capitão. — E você também!— apontou com o dedo — Se me lembro bem... você passou mal  Levi, ficou umas duas horas no banhei- .. .— foi interrompida por uma das mãos de Levi tapando sua boca. 

Petra e Isabel se entreolharam segurando o riso. Levi olhou para as duas encabulado. 

— Não é nada disso sua quatro olhos retardada!— grunhiu Levi erguendo-a pelos ombros com força.— Eles passaram mal depois de beber água e ... Hanji?  

 A expressão dela havia mudado, agora estava com um ar determinado. Ela se levantou do banco e se dirigiu ao vestiário. 

— Levi devia ter dito antes.... se quer que eu jogue pelos meus companheiros... então é isso que eu farei .— disse Hanji acenando para que ele a seguisse. 

Levi sorriu levemente e a seguiu. 

— Levi que tal uma aposta? — Quem fizer o primeiro gol, paga um anpan pro outro! 

— Porque apostar algo que você vai perder?  

— Não subestime uma garota com fome! 

— Não subestime " uma morta de fome" você quis dizer.— corrigiu ele. — Veste isso logo ou eu mesmo faço isso ....— Hanji correu para o vestiário, ela sabia que tinha algo verídico no sarcasmo de Levi. Ele por sua vez, recostou-se sobre a parede logo a frente  degustando até a última gota da garrafa mineral que Hanji havia deixado para trás. 

 

 

Minutos depois ao ver Levi retornando ao lado de Hanji, Erwin suspirou aliviado. 

— Como conseguiu convencê-la Levi ? 

 — Apenas na base da conversa . — disse sendo propositalmente evasivo. 

— Conversa?  

— Vocês estão falando de mim? — disse sorridente enlaçando os dois pela cintura. 

—Não —.uníssono  

 O árbitro gesticulou para que o time de Erwin voltasse ao campo, agora com sete componentes. A equipe adentrou mais uma vez em campo, e cada um deles se posicionou  segundo o que o treinador havia designado. Os Falcões pareciam observa-los com deboche. 

 

—  Não sei...será que eu consigo fazer um gol?— disse Hanji esfregando o queixo — Ah...eu preciso de um anpan , mas eles parecem meio... sei lá anormais, né Levi?  

— Se quer saber tem algo mais anormal bem aqui no nosso time. 

— Hã? Cadê? — Levi a puxa pelo colarinho da camiseta dela e a faz o encarar. 

— Bem aqui. — Fala com o rosto contíguo ao dela. 

— Ha ha ha eu não perco muito pra você maníaco obcecado por limpeza! 

 — Huh  ... esculta Hanji ....cuidado com o capitão do outro time. — disse seriamente. Ela assentiu com a cabeça. 

 

O som do apito indicava o recomeço do conturbado segundo tempo. Adam começou a atacar o gol com voracidade. Sasuke defendeu um possível gol do time adversário, fazendo com que seus companheiros respirassem aliviados. Sem hesitar arremessou a bola para Armin torcendo para que não fosse uma má escolha. 

Armin se viu interceptado por um dos zagueiros dos Falcões. Quando observou melhor outros jogadores estavam vindo em sua direção. 

 

— Droga! — disse Armin tentando driblar a bola. 

— Me passa logo essa bola He- Man! — Ironizou. 

— Hã??!! — ambos  olharam atônitos para o repentino sumiço da bola. 

 

— YAHOO!!!!! — gritou Hanji agora com a bola em seu poder . 

 

Hanji era rápida, e seus olhos pareciam realmente assustadores naquele momento. Ela tinha um estilo de jogo semelhante ao de Levi, porém em um ritmo muito mais frenético. Estava se esquivando de todos os jogadores que brotavam em seu caminho. Levi observava tudo um pouco mais a frente esperando o passe de Hanji. 

— Mas...o que exatamente é aquilo? É rápida como aquele anão de jardim... — disse Adam se preparando para entrecortar o próximo movimento da morena. 

Adam tentou passar as pernas por entre os pés de Hanji. 

— Ops! Não tão perto fulaninho! — saltou sobre as pernas de Adam, enquanto este se desequilibrou caindo para trás. 

— Fulaninho?  

Hanji já estava longe.  

— Agora é minha vez! Segura essa Levi! — mais que depressa chutou a bola para Levi. 

 

Levi fez seu segundo gol no jogo. Hanji literalmente se jogou em cima do capitão. 

 

— Tch...sua quatro olhos de merda! — disse ele se erguendo do chão. 

— Posso até ter perdido a aposta mas ainda quero meu anpan fique sabendo senhor capitão! 

— Faça isso de novo e você vai ver o que eu vou te oferecer de almoço amanhã! 

— Não seja chato Levi! — disse ela fazendo biquinho — Quando se faz um gol, tem que comemorar! 

Levi revirou os olhos. 

 

 

 

Petra esperava pelo retorno de Isabel, que havia saído para comprar um refrigerante. Ela vibrava internamente com o atual placar do jogo. Sentiu uma mão passar em seus ombros. Não era Isabel. 

 

— Sozinha Petra? 

— Não. Estou esperando a Isabel, e você o que faz aqui Auruo? 

—Nada, quer dizer que está com a cabeça de fósforo? Agora você faz serviço de babá daquela pirralha do 1° ano ?—  zombou. 

— Cuidado pra não morder a língua e...espera que corte de cabelo é esse! — Petra suspirou irritada — Olha aqui Auruo...primeiro não fale mal da Isabel, e segundo pare de tentar parecer o Levi! Porque nunca em sua vida você vai conseguir isso! 

— Você me trata assim, mas o que realmente quer é ser minha namorada! Há outros meios sabia? 

— Auruo vai encher o saco de outro!— disse a ruiva irritada. 

— Ei dá pra sair do meu lugar? — ordenou Isabel sem paciência. 

— Claro Isa linda, eu só estava guardando o seu lugar! 

— "Isa linda?" — enfatizou a garota com um olhar maligno. 

— Olhem a bola está com aquela louca de novo! 

 

 

O jogo estava em seus minutos finais, com Levi, Hanji e Marco intercalando os passes. A morena alcançou o gol e chutou com toda sua determinação . O goleiro dos Falcões tentou defender, porém a bola espirrou para a esquerda fazendo um belo gol de canto. 

Ela correu se jogando de joelhos no chão. Gritava e comemorava pelo gol que acabava de fazer aos últimos segundos de jogo. Levi deixou escapar um breve riso, observando a euforia de Hanji. 

.O placar terminou em 3 a 0 para os Asas da Liberdade. Erwin observava orgulhoso seu time vencedor cumprimentando os adversários. Os Falcões estavam saindo de campo um a um incrédulos sobre o que acabara de ocorrer. 

 —Ei você de óculos!— gritou Adam a poucos metros de Hanji.— Qual o seu nome? 

— Hanji Zoe, porque?  

— Vou me lembrar disso. — disse ele com um sorriso nos lábios. 

— O que foi isso? 

— Quem se importa? Vai quatro olhos direto pro chuveiro! — disse a arrastando pelo braço — E vocês também! Ninguém vai visitar o resto do time imundo desse jeito! 

— Sim capitão! — disseram em coro antes de correrem para o vestiário. 

 

 

— 

 

 

Na enfermaria o restante do time se recuperava do incidente. Sasha estava impaciente observando o soro gotejar enquanto tentava esquecer sobre as recomendações da enfermeira do que não poderia comer pelos próximos três dias. Gray e Natsu eram consolados por Juvia ,enquanto a Mikasa evitava contato visual com todos, principalmente Eren. 

 

— Droga! Estão ouvindo ? — disse Jean quebrando o silêncio — Deve ser a torcida daqueles idiotas rindo da gente — lamentava. 

— Você acha? — disse Connie revirando a cabeça. 

— Cala a boca seu cara de cavalo! Eu não tô nem ai pra isso! E se o treinador não deixar mais a gente jogar? Isso sim é ruim!— disse Eren irritado. 

— Olha aqui eu não te chamei na conversa tá seu merdinha! — berrou Jean — Ótimo mesmo é saber que a escola toda viu a gente sair pra cagar no meio do jogo como um bando de idiotas e...er menos a Mikasa porque ela é perfeita ha ha ha!— tentou se corrigir as pressas ao perceber a cara da garota para o seu comentário. 

— Olha Jean se você queria alguma chance com a Mikasa você acabou de perder! — alfinetou Connie. 

— Tsk....eu e minha boca grande. — afundou a cabeça no travesseiro. 

— Ahhhh!!! Eu quero sair daqui ... e comer batata frita com cheddar !!! — gritou Sasha fazendo os componentes do time e reservas se entreolharem. 

— Com cheddar? Acho que isso não vai ser possível. 

— Capitão?!!! 

— Tsk vocês são barulhentos demais. — disse Levi adentrando na enfermaria acompanhado de Petra e os outros. — Como estão? 

— Péssimos, além de passar por essa humilhação com certeza fomos desclassificados, não é? — perguntou Farlan sem muito entusiasmo. 

— Bom então se é esse o motivo, podem melhorar essas caras! — disse Petra sorridente. 

— Porque? — perguntou Reiner. 

— Nós vencemos o jogo! — completou Armin. 

 

Todos iniciaram uma verdadeira gritaria enquanto comemoravam. 

— Ok, calem a boca!  Tenho mais alguns recados pra vocês. — anunciou Levi. 

— S-Sim capitão. — disseram coletivamente. 

— Bom, como Armin disse, vencemos. E devemos isso a Hanji e o restante do time, que se esforçaram ao máximo por vocês.  

 — Hanji? — perguntou Eren surpreso. — Mas ela não é do time, como deixaram ela jogar ? 

—  Eu já fui dos Asas da Liberdade, então não teve problema algum.  

— Entendi, mas porque saiu do time?  

— Porque ela é uma quatro olhos retardada.  

— Ah... Levi você sabe que eu tenho meus motivos! — se queixou a morena. 

— E mais uma coisa, esqueçam essa coisa de humilhação. Já falei com os responsáveis pelo jornal da escola, disse que vocês passaram mal por motivos estomacais, ou seja esse assunto morre aqui . 

— Sério Levi? — disse Farlan animado .— Ótimo ainda posso me casar! 

 

Hanji observou Mikasa ainda isolada no seu leito. Ela estava calada desde a chegada de todos a enfermaria e isso a deixou a morena extremamente curiosa. 

 

— Mikasa que cara é essa?— a garota não respondeu — Ah já sei! Ha ha ha vocês são mesmo parecidos! — disse ela sentando ao lado da garota e lhe dando um pequeno tapinha nas costas. Mikasa apenas olhou indiferente. 

— Ah nossa até as reações de vocês são parecidas, o Levi ficou desse jeito quando ele comeu a merenda do colégio pela primeira vez. — Ele não gostou muito de passar duas horas no banhei- — mais uma vez foi interrompida pelas mão de Levi. 

— Você está falando demais hoje quatro olhos! Você já alimentou Sawney e Bean? — desconversou. 

—  Claro, eu sou uma ótima mãe! 

— Huh, agora me sinto bem melhor. Duas horas hein ! — Mikasa lançou um olhar de deboche que Levi custou a ignorar. 

— Pirralha .— murmurou. — Petra vamos inspecionar se essa anormal está cuidando bem daqueles cães. Auruo, Gunther e Eld liguem para os pais dos pirralhos do 1° ano, os que não puderem buscá-los Erwin os levará pra casa.  Não é muito inteligente deixar irem sozinhos pra casa depois de tudo que aconteceu.  

 

 

— 

 

 

Acompanhados de Hanji, Levi e Petra foram até as respectivas jaulas dos "mascotes do clube". Assim que se aproximou a ruiva foi quase abocanhada por Sawney. Ela se esquivou rapidamente.  Ao reconhecerem o cheiro de Levi imediatamente os cães ficaram visivelmente mais quietos. 

 — Vocês estão de mal humor hoje? — disse Levi acariciando os cachorros. 

— Acho que eles não gostam de mim... 

— Não é nada disso Petra, é que eles tem medo do Levi. Quem não tem medo desse olhar né meus bebês? disse Hanji que logo após soltou uma gargalhada ao ver a cara de desdém de Levi. 

— Engraçado eles deveriam ter medo de você.  

— Não é? 

— Hey mano Levi!  

Isabel veio ao encontro deles, afinal Farlan já estava farto de esperar. Levi decidiu deixar a visita a Sawney e Bean para outro dia. Em seguida, ao tirar o carro "emprestado" de seu tio do estacionamento o moreno enxergou ao longe Sasha andando sem muito ânimo. Acenou para a mesma que logo correu ao encontro do capitão. Levi abaixou o todo vidro. 

— O que faz aqui? 

— Meu pai foi o único que não pode vir então eu estou indo embora! 

— E o Erwin? Falou com ele?  

 — Sim, mas ele me disse pra esperar e eu estou morrendo de fome, então decidi ir sozinha! 

— Realmente .... entra logo Sasha antes que eu me arrependa. 

— Valeu capitão! — Sasha entrou no carro sentando ao lado de Farlan e Isabel. 

Levi deixou Sasha em sua casa. Meia hora depois chegou em casa junto aos irmãos de criação e Petra. Estava exausto. Subiu as escadas acompanhado de Petra deixando Farlan e Isabel discutindo sobre algo trivial, o qual ele não estava interessado em saber. Estirou o corpo sobre a cama e deitou a cabeça no colo de Petra que instantaneamente ruborizou-se.  

Levi sorriu. Antes que se desse conta , a ruiva já estava dominada pelos seus braços. Ele a beijou intensamente. Petra sentiu as mãos dele percorrerem delicadamente por seu corpo. 

Mesmo tento a impressão de estar esquecendo algo importante, Levi deixou que seus pensamentos se esvaíssem conforme ele a prensava em seu corpo. 

 

Pelas 10 da noite, Levi deixou a namorada em segurança em casa. Ao reparar na mochila o banco traseiro do carro, finalmente se deu conta do que havia esquecido. 

 

— Claro! A merda da garrafa!  

 

 

Levi deu meia volta com o carro. Estava determinado em procurar respostas com um certo alguém.  

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Vamos lá kawaiis
1- Anpan é um doce japonês normalmente recheado com anko. O anpan também pode ser preparado com outros recheios, incluindo feijões brancos (shiro-an), gergelim (goma-an) e castanha (kuri-an). No mangá Shingeki no Kyojin Chuugakkou ( ou Attack on Titan: Junior High School) é dito que Hanji ama (na verdade é louca, por esse pãozinho doce kk).
Se quiserem dar uma olhadinha, se não me falha a memória é no capítulo 11.

Kissus e até o próximo :333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...